Citas a pelo

A Carreira de Saúl Ñíguez em Números

2020.11.21 04:41 futebolstats A Carreira de Saúl Ñíguez em Números

Quando cita-se um dos melhores volantes da atualidade, o nome de Saúl Ñíguez que atualmente joga pelo Atlético de Madrid da Espanha e que também é presença constante nas convocações da Seleção Espanhola, deve ser levado em conta.
Saúl Ñíguez Esclápez nasceu em 21/11/1994 em Elche, na Espanha. Antes de ganhar sequência entre os titulares do Atlético de Madrid, Saúl passou pelas categorias de base do maior rival do clube e na sua primeira passagem pelo time colchonero – Atlético de Madrid -, não teve tantas oportunidades. Porém, o que mais se sabe sobre Saúl Ñíguez? Por quais clubes ele já jogou? Quais feitos atingiu ao longo de sua carreira?

Juvenil

Filho de Pilar Esclápez e de José Antonio Ñíguez, Saúl nasceu numa comunidade autônoma de Valência – Elche -, Espanha. A influência para ele seguir carreira no futebol surgiu do pai que jogou por vários anos no Elche. Após a aposentadoria, José Antonio decidiu continuar vivendo seu sonho através de seus filhos, Saúl e seus 2 irmãos mais velhos; Aaron e Jonathan que atualmente jogam por Elche e Alcoyano respectivamente.
Os traços de personalidade por ser o filho caçula fizeram com que Saúl fosse o mais ambicioso dos irmãos. O amor do garoto pelo futebol fez com que José Antonio o inscrevesse no elenco da academia do Elche CF, de sua cidade natal, o que lhe deu chances para dar seus primeiros passos no futebol. Saúl Ñíguez teve um impacto imediato no Elche, pois ele subiu rapidamente de faixa etária no clube e inclusive, tornou-se o capitão do time. Ser o melhor jogador do Elche nessa faixa etária despertou o interesse do Real Madrid que o adquiriu em 2006, quando ele ainda tinha apenas 11 anos de idade.
Depois de ingressar nas categorias de base do Real Madrid, de acordo com o Sportskeedia, Saúl alegou que era sujeito a “bullying”, recebia um tratamento severo e além disso, também passou por diversos problemas. Inclusive, chegou a ser impedido de treinar por duas semanas e em decorrência disso tudo, consultou amigos e familiares e em 2008, tomou a decisão de deixar o Real Madrid. Posteriormente, neste mesmo ano (2008), Saúl juntou-se as categorias de base do Atlético de Madrid.

A Carreira de Saúl Ñíguez em Números

Atlético de Madrid

Categorias de Base

Juntar-se ao clube rival do Real Madrid, Atlético de Madrid, foi uma decisão acertada, dada a evolução que Saúl obteve depois. Diferentemente do que ocorria nas categorias de base dos “Blancos” – Real Madrid -, o tratamento que Saúl Ñíguez recebeu no Atleti era bem menos severo. Ele jogou mais de 200 jogos oficiais pelo time juvenil do Atlético de Madrid e seu destaque nas categorias de base do clube fez com que ele atraísse a atenção de 2 clubes ingleses – Arsenal e Manchester United -, mas ainda assim, optou por permanecer no Atlético de Madrid.
Em 29 de agosto de 2010, na estreia do Atlético de Madrid B na no grupo 1 da 2ª B – 3ª Divisão do Futebol Espanhol -, Antonio Rivas – técnico do time B do Atleti nessa época – promoveu a estreia de Saúl entre os titulares de um jogo no qual o time foi derrotado por 1-0 pelo Getafe B.
Em 10 de abril de 2011, em jogo da 33ª rodada da 2ªB, Saúl fez seu primeiro gol como profissional na vitória por 3-1 sobre o Extremadura.
Em suma, na sua temporada com o time b do time colchonero, Saúl Ñíguez fez 1 gol em 22 jogos disputados. Quanto ao Atlético de Madrid B, terminou em 11º lugar no grupo 1 da 3ª Divisão do Campeonato Espanhol.
No verão de 2011, o jovem volante de 16 anos foi integrado ao time principal do Atlético de Madrid para os treinos da pré-temporada. Em 10/07/2011, ele marcou 2 gols num amistoso contra o CD Arcángel, amistoso no qual o time colchonero venceu por 19-1.

2011-12

Depois de fazer parte da pré-temporada 2011-12, Saúl voltou a atuar pelo Atlético de Madrid B e em 11 de dezembro de 2011, em jogo da 17ª rodada da 2ªB, marcou 1 dos gols do Atleti no empate em 2-2 com o Rayo Vallecano B.
Em 8 de março de 2012, com apenas 17 anos e 108 dias de idade, Diego Simeone – técnico do time principal do Atlético de Madrid – promoveu a estreia do jovem volante como profissional quando o colocou em campo aos 39 minutos da segunda etapa no lugar de Koke. Quanto ao resultado do jogo, vitória por 3-1 sobre o Besiktas da Turquia no primeiro confronto das oitavas de final da UEFA Europa League. Posteriormente, o Atleti venceu a equipe turca por 3-0 fora de casa e com a vantagem de 6-1 no placar agregado, o time espanhol avançou para a fase seguinte.
O Atlético de Madrid chegou à final da UEFA Europa League 2011-12 e se sagrou campeão em cima de outro time espanhol, venceu o Athletic Bilbao por 3-0 na decisão.
Em suma, na sua 1ª temporada como profissional, Saúl Ñíguez disputou apenas uma partida. Quanto ao Atlético de Madrid, além de ter sido campeão da Europa League, terminou em 5º lugar no Campeonato Espanhol e caiu na fase de 16 avos da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2011-12
2310501543
Pd – Partidas disputadas; Gm – Gols marcados; A – Assistências; CA – Cartões amarelos; CV – Cartões vermelhos e Mj* – Minutos jogados

2012-13

Em 20 de setembro de 2012, na estreia do time colchonero na fase de grupos da Europa League, Saúl entrou em campo aos 33 minutos da segunda etapa no lugar de Diego Costa na vitória por 3-0 sobre o Hapoel Tel Aviv de Israel. Três dias depois, ele marcou os dois gols pelo Atlético B em uma vitória fora de casa por 2-1 sobre o Real Madrid C.
Pela 4ª rodada da fase de grupos da Europa League, em 08/11/2012, Diego Simeone escalou Saúl entre os titulares pela primeira vez e na estreia do volante de 17 anos como titular, revés por 2-0 ante o Coimbra de Portugal.
Saúl fez sua estreia na La Liga (Campeonato Espanhol) em 21 de abril de 2013 – jogo válido pela 32ª rodada – jogando os 2 minutos finais de uma vitória por 1–0 sobre o Sevilla, depois de substituir seu colega Koke. Novamente do banco de reservas, ele apareceu em sua segunda partida do campeonato com a equipe principal em 04/05/2013, contra o Deportivo de La Coruña (empate em 0-0) na 34ª rodada do campeonato.
Em suma, na sua 2ª temporada como profissional, Saúl Ñíguez disputou 11 partidas pelo time principal. Quanto ao Atlético de Madrid, foi campeão da Supercopa da UEFA e da Copa do Rei, terminou em 3º lugar no Campeonato Espanhol e caiu na fase de 16 avos da UEFA Europa League.
PdGmACACVMj na temporada 2012-13
37601312495
Gols marcados na 2ªB
Títulos que conquistou na sua 1ª passagem pelo Atlético de Madrid - UEFA Europa League: 2011-12 - Copa do Rei: 2012-13

Rayo Vallecano

2013-14

Depois de passar grande parte da pré-temporada com o Atlético de Madrid, em 21 de julho de 2013, o empréstimo de Saúl ao Rayo Vallecano foi acertado até o final desta temporada, no âmbito da operação de transferência de Léo Baptistão para o Atlético.
Em 19/08/2013, na estreia do Rayo Vallecano nesta edição da La Liga, Paco Jémez promoveu a estreia de Saúl entre os titulares e no seu primeiro jogo pelo novo clube, proveu assistência para 1 dos 2 gols marcados por Alberto Bueno na vitória por 3-0 sobre o Elche no Campo de Fútbol de Vallecas (estádio do Rayo Vallecano).
Pela 9ª rodada do Campeonato Espanhol, em 20/10/2013, Saúl levou seu primeiro cartão vermelho como profissional, mas apesar disso os Franjirrojos – Rayo Vallecano – venceram o Almería por 1-0 fora de casa.
Em 24/11/2013, em jogo da 14ª rodada da La Liga, o novo camisa 22 do Rayo Vallecano – Saúl – marcou seu primeiro tento nessa temporada no revés por 4-1 ante o Espanyol em pleno Campo de Fútbol de Vallecas.
Em 26 de abril de 2014, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Espanhol, Saúl marcou seu 2º e último tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Granada fora de casa.
Em suma, na sua única temporada com a camisa dos “Franjirrojos”, Saúl Ñíguez disputou 37 partidas, fez 2 gols e proveu uma assistência. É importante mencionar que ele foi uma das peças-chave para a permanência do clube na 1ª divisão nacional, numa temporada sob o comando de Paco Jémez, jogou no centro da defesa e como meio-campista em algumas ocasiões. Quanto ao Rayo Vallecano, terminou em 12º lugar no Campeonato Espanhol e caiu nas oitavas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2013-14
37211413277
Gols marcados na La Liga

Atlético de Madrid

2014-15

Depois de jogar emprestado para o Rayo Vallecano, as boas atuações de Saúl o levaram ao retorno ao Atlético de Madrid na temporada 2014-15 e à renovação de contrato até o ano de 2019.
Em 19 de agosto de 2014, no primeiro confronto da decisão da Supercopa da Espanha, Saúl reestreou pelo clube entre os titulares no empate em 1-1 com o Real Madrid. No segundo confronto, em 22/08/2014, o volante de 19 anos jogou os minutos finais da vitória do Atleti por 1-0 sobre o rival e sendo assim, iniciou esta temporada celebrando a conquista do título da Supercopa da Espanha.
Em 16/09/2014, na estreia dos Colchoneros na fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), o camisa 17 – Saúl Ñíguez – jogou os últimos 15 minutos do revés por 3-2 ante o Olympiacos da Grécia.
Pela 6ª rodada do Campeonato Espanhol em 27/09/2014, Saúl iniciou entre os titulares e marcou seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Sevilla no Vicente Calderón (antigo estádio do Atleti).
Em 30/11/2014, em jogo da 13ª rodada da La Liga, o jovem volante de 20 anos marcou seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Deportivo La Coruña no Vicente Calderón.
Após o gol marcado contra o La Coruña, Saúl só voltou a balançar as redes em 7 de fevereiro de 2015, jogo da 22ª rodada da La Liga, ao qual atuou como titular e foi um dos destaques da goleada por 4-0 sobre o Real Madrid porque além de ter feito 1 gol, proveu assistência para o tento marcado por Antoine Griezmann.
Em 04/04/2015, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Espanhol, o volante de 20 anos marcou seu 4º e último tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Córdoba fora de casa.
Em sua primeira temporada completa no time de Simeone, o camisa 17 foi um jogador importante no rodízio, por isso acabou tendo seu contrato renovado até 2020.
Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa do Atleti, Saúl Ñíguez disputou 35 partidas, fez 4 gols e proveu duas assistências. Quanto ao Atlético de Madrid, além de ter sido campeão da Supercopa da Espanha, terminou em 3º lugar no Campeonato Espanhol e chegou às quartas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2014-15
3542201600
Gols marcados na La Liga

2015-16

No início desta temporada, Saúl não teve tantas oportunidades entre os titulares, mas a partir do mês de setembro, começou a ter sequência como titular.
Em 21 de outubro de 2015, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Champions League, o camisa 17 do time colchonero marcou seu primeiro tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Astana do Cazaquistão no Vicente Calderón. Além de ter feito 1 gol, deu o passe para o gol de Jackson Martínez.
Pelo primeiro confronto da fase de 16 avos da Copa do Rei em 01/12/2015, Saúl marcou seu 2º tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Reus Deportiu. Posteriormente, o Atlético de Madrid venceu o segundo confronto por 1-0 e com isso, avançou para a fase seguinte do torneio.
Em 08/12/2015, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o volante de 21 anos marcou o primeiro gol do triunfo por 2-1 sobre o Benfica de Portugal no Estádio da Luz, em Lisboa. Cinco dias depois, o time colchonero estava em campo novamente para jogar a 15ª rodada do Campeonato Espanhol, a qual venceu o Athletic Bilbao por 2-1 com 1 gol de Saúl Ñíguez.
Em 6 de janeiro de 2016, no primeiro confronto das oitavas de final da Copa do Rei, o camisa 17 do time colchonero entrou em campo aos 11 minutos da segunda etapa no lugar de Óliver Torres e 11 minutos depois, fez o gol do empate em 1-1 com o Rayo Vallecano fora de casa. No segundo confronto entre as duas equipes, vitória do Atleti por 3-0, contudo foi eliminado pelo Celta de Vigo na fase seguinte.
Em 27/04/2016, no primeiro confronto da semifinal da Liga dos Campeões, o volante de 21 anos teve seu melhor momento ao marcar o único gol da vitória sobre o Bayern de Munique da Alemanha. Apesar do revés por 2-1 em 03/05/2016 – segundo confronto -, o Atleti se classificou para a final pelo critério do gol fora de casa. Posteriormente, Saúl foi titular na final contra o Real Madrid em 28/05/2016, partida vencida pelo rival nos pênaltis após a persistência do empate em 1-1 no tempo regulamentar e na prorrogação.
Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time colchonero, Saúl Ñíguez disputou 48 partidas, fez 9 gols e proveu 4 assistências. Quanto ao Atlético de Madrid, foi vice-campeão da UEFA Champions League, terminou em 3º lugar no Campeonato Espanhol e chegou às quartas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
4894403651
9 gols dos quais 4 foram pela La Liga, 3 pela UEFA Champions League e 2 pela Copa do Rei

2016-17

Na estreia do Atlético de Madrid na fase de grupos desta edição da Champions League em 13 de setembro de 2016, Saúl marcou o único gol da vitória sobre o PSV Eindhoven da Holanda fora de casa.
Após o gol marcado contra o PSV na Liga dos Campeões, o novo camisa 8 do time colchonero – Saúl – só voltou a balançar as redes em 30/11/2016 na goleada por 6-0 sobre o CD Guijuelo no primeiro confronto da 4ª fase da Copa do Rei. Além do tento marcado, deu o passe para 1 dos 2 gols de Yannick Carrasco. Posteriormente, o Atleti venceu o CD Guijuelo por 4-1 no segundo confronto e se garantiu nas oitavas de final deste torneio.
Em 17/12/2016, em jogo da 16ª rodada da La Liga, Saúl marcou o único gol da vitória sobre o Las Palmas no Vicente Calderón. Na rodada seguinte do Campeonato Espanhol, em 7 de janeiro de 2017, o camisa 8 do Atleti marcou o primeiro gol da vitória por 2-0 sobre o Eibar fora de casa.
Pelo primeiro confronto das oitavas de final da Liga dos Campeões, em 21/02/2017, o volante de 22 anos marcou seu 5º tento nessa temporada na vitória por 4-2 sobre o Bayer Leverkusen da Alemanha na BayArena. No segundo confronto contra o time alemão no Vicente Calderón, o Atleti jogou para o gasto e com um empate em 0-0, avançou para a fase seguinte.
Em 18/04/2017, no segundo confronto das quartas de final da Champions League, Saúl marcou o gol do empate em 1-1 com o Leicester da Inglaterra no King Power Stadium. Vale ressaltar que o Atlético de Madrid havia vencido o primeiro confronto por 1-0 e como consequência, avançou para a fase seguinte.
Pelo segundo confronto da semifinal da Champions League contra o rival Real Madrid, em 10/05/2017, o camisa 8 do Atleti marcou de cabeça o primeiro gol da vitória de sua equipe por 2-1 no Vicente Calderón. No entanto, o rival venceu o primeiro confronto por 3-0 e com isso, o Atlético de Madrid ficou de fora da final desta edição da Liga dos Campeões.
Em 01/07/2017, Saúl assinou um novo contrato com o Atlético de Madrid no qual estendeu seu vínculo com o clube até o ano de 2026 e com isso, a sua cláusula de rescisão também subiu de valor; 150 milhões de euros (cerca de 948,8 milhões de reais).
Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time colchonero, Saúl Ñíguez disputou 53 partidas, fez 9 gols e proveu 4 assistências. Quanto ao Atlético de Madrid, terminou em 3º lugar no Campeonato Espanhol e chegou às semifinais da UEFA Champions League e da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
53941304013
9 gols dos quais 4 foram pela UEFA Champions League, 4 pela La Liga e 1 pela Copa do Rei

2017-18

Em 14 de outubro de 2017, em jogo da 8ª rodada da La Liga, Saúl marcou seu primeiro tento nessa temporada no empate em 1-1 com o Barcelona no Wanda Metropolitano (novo estádio do Atlético de Madrid).
Pela última rodada da fase de grupos da Champions League, em 05/12/2017, o camisa 8 do time colchonero marcou o gol do empate em 1-1 com o Chelsea da Inglaterra fora de casa. Cinco dias depois – 10/12/2017 -, o volante de 23 anos marcou o único gol da vitória sobre o Real Bétis em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Espanhol.
Depois de terminar em 3º lugar na fase de grupos da Champions League, o Atlético de Madrid herdou vaga na fase de mata-mata da Europa League e no primeiro confronto da fase de 16 avos contra o Copenhague da Dinamarca, em 15 de fevereiro de 2018, atuando como meia, Saúl marcou de cabeça o primeiro gol da goleada por 4-1 sobre o time dinamarquês no Parken (estádio do time dinamarquês). No segundo confronto entre as duas equipes, vitória do Atleti por 1-0 no Wanda Metropolitano e com isso, seguiu adiante no torneio.
Em 08/03/2018, no primeiro confronto das oitavas de final da Europa League contra o Lokomotiv de Moscou da Rússia, o camisa 8 do time colchonero marcou o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o time russo no Wanda Metropolitano. No segundo confronto contra a equipe russa na semana seguinte, Saúl marcou o segundo gol da goleada do Atleti por 5-1 em Moscou. Ao contrário da temporada 2011-12, desta vez Saúl jogou todos os jogos que culminaram com a conquista do título da UEFA Europa League 2017-18 e a trajetória rumo a conquista do título foi assim> como já se sabe, o Atlético de Madrid eliminou o Copenhague na fase de 16 avos e o Lokomotiv de Moscou nas oitavas de final.
Nas quartas de final, os Colchoneros enfrentaram o Sporting de Portugal e Saúl foi um dos destaques do primeiro confronto ao prover assistência para o gol de Griezmann no triunfo por 2-0 sobre a equipe portuguesa. Apesar do revés por 1-0 no segundo confronto, o Atleti tinha a vantagem no placar agregado – 2-1 – e com isso, classificou-se para a fase seguinte.
Na semifinal, o Atlético de Madrid enfrentou o Arsenal da Inglaterra e após um empate em 1-1 no primeiro confronto, em Londres, venceu a equipe inglesa por 1-0 no Wanda Metropolitano e com isso, se classificou para a final desta edição da Europa League. Vale destacar que Saúl chegou a marca de 200 jogos com a camisa do time colchonero no segundo confronto contra o Arsenal, em 03/05/2018.
Em 16/05/2018, o Groupama Stadium, em Lyon – França -, foi o palco da final entre Atlético de Madrid e o Olympique de Marselha da França. O camisa 8 do time colchonero jogou os 90 minutos da vitória por 3-0 sobre a equipe francesa.
Saúl Ñíguez e Fernando Torres – à esquerda – segurando o troféu da UEFA Europa League 2017-18Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time colchonero, Saúl Ñíguez disputou 56 partidas, fez 6 gols e proveu 5 assistências. Quanto ao Atlético de Madrid, além de ter sido campeão da UEFA Europa League, foi vice-campeão do Campeonato Espanhol e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
56651404751
6 gols dos quais 3 foram pela UEFA Europa League, 2 pela La Liga e 1 pela UEFA Champions League

2018-19

Em 15 de agosto de 2018, no primeiro jogo do Atlético de Madrid nessa temporada, decisão da Supercopa da UEFA, Saúl marcou na prorrogação o terceiro gol do time colchonero na vitória por 4-2 sobre o Real Madrid. Com este resultado, o Atleti iniciou essa temporada celebrando a conquista de um título, ao qual havia conquistado pela última vez na temporada 2012-13.
Após o gol marcado contra o Real Madrid no início dessa temporada, o camisa 8 do Atleti só voltou a balançar as redes em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, em 06/11/2018, ao qual o time espanhol venceu o Borussia Dortmund da Alemanha por 2-0 no Wanda Metropolitano.
Em 26 de janeiro de 2019, em jogo da 20ª rodada da La Liga, Saúl marcou seu 3º tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Getafe.
Pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol, em 24/02/2019, o camisa 8 do time colchonero marcou o gol que fechou o placar desta partida, vitória do Atlético de Madrid por 2-0 sobre o Villarreal no Wanda Metropolitano.
Em 09/03/2019, em jogo da 27ª rodada da La Liga, Saúl marcou seu 5º tento nessa temporada e sendo assim, os Colchoneros venceram o Leganés por 1-0.
Pela 29ª rodada do Campeonato Espanhol, em 30/03/2019, o volante marcou seu último tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Deportivo Alavés em pleno Mendizorrotza.
Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time colchonero, Saúl Ñíguez disputou 45 partidas, fez 6 gols e proveu 3 assistências. Quanto ao Atlético de Madrid, foi campeão da Supercopa da UEFA, foi vice-campeão do Campeonato Espanhol e foi eliminado nas oitavas-de-finais da Liga dos Campeões e da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
45631103911
6 gols dos quais 4 pela La Liga, 1 pela Supercopa da UEFA e 1 pela UEFA Champions League

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
47701304156
7 gols dos quais 6 foram pela La Liga e 1 pela UEFA Champions League

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
50020390
a temporada 2020-21 está em andamento
Títulos que conquistou na sua 2ª e atual passagem pelo Atlético de Madrid - Supercopa da UEFA: 2018 - UEFA Europa League: 2017-18 - Supercopa da Espanha: 2014
- O vídeo abaixo mostra 19 dos 24 gols que Saúl marcou com a camisa do Atlético de Madrid na La Liga - Este vídeo foi publicado no YouTube em 20 de novembro de 2019por Atleti Videos

Números de Saúl na Seleção Espanhola

Espanha

Seleções de Base


Seleção Principal


Copa do Mundo FIFA de 2018


Liga das Nações da UEFA A 2018-19


PdGmACACVMj
42000285

Euro 2020


Pós-eliminatórias da Euro


Títulos que conquistou pela Seleção Espanhola - Eurocopa Sub-19: 2012

TOTAL

PdGmACACVMj
193221013
Prêmios individuais - Equipe Ideal da Euro Sub-19 de 2012 - Chuteira de Ouro da Euro Sub-21 de 2017 - Equipe Ideal da Euro Sub-21 de 2017
Artilharia - Euro Sub-21 de 2017 (5 gols)

Considerações Finais

O post A Carreira de Saúl Ñíguez em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3lSOaq3
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.20 15:15 BlindEyeBill724 Praeambula Fidei, artigo do Prof.Edward Feser

Praeambula Fidei, artigo do Prof.Edward Feser


Segue a tradução do artigo do Prof.Edward Feser em torno do Praeambula Fidei (por que isso é importante à apologética cristã, ver o post introdutório deste subrredit¹), encontrado originalmente em → http://edwardfeser.blogspot.com/2012/01/point-of-contact.html, com alguns outras traduções contextuais para que o leitor tenha acesso facilitado. Também realizarei alguns comentários quando julgar pertinente, espero que aproveitem algo (os comentários seram precedidos de CT, comentário do tradutor).
PONTO DE CONTATO
Bruce Charlton identifica seis problemas para os apologistas cristãos modernos² e propõe uma solução. Suas observações são todas interessantes, mas eu quero me concentrar no primeiro e mais fundamental dos problemas que ele identifica, que é que o conhecimento metafísico e moral que mesmo os pagãos tinham no mundo antigo não pode mais ser tomado por certo:
O cristianismo é um salto muito maior da modernidade secular do que do paganismo. O cristianismo parecia a conclusão do paganismo - um ou dois passos adiante na mesma direção e construindo sobre o que já estava lá (na cosmovisão clássica, CT): as almas e sua sobrevivência além da morte, a natureza intrínseca do pecado, as atividades de poderes invisíveis e assim por diante. Com os modernos, não há nada sobre o que construir (exceto talvez memórias de infância ou realidades alternativas vislumbradas através da arte e da literatura).
Desse problema seguem-se muitos outros, continua Bruce:
O Cristianismo moderno, conforme experimentado pelos convertidos, tende a ser incompleto - precisamente porque o Cristianismo moderno não tem nada sobre o que construir. Isso significa que o Cristianismo incompleto moderno carece de poder explicativo, parece ter pouco ou nada a dizer sobre o que parecem ser os principais problemas da vida. Por exemplo, o Cristianismo moderno parece não ter nada a ver com política, direito, arte, filosofia ou ciência; habitar um reino minúsculo e cada vez menor, isolado das preocupações diárias. O cristianismo moderno frequentemente exclui milagres; pecado original; o nascimento virginal, a encarnação e a natureza dual de Cristo; A morte, ressurreição e expiação de Cristo; a Santa Trindade; anjos, demônios e guerra espiritual invisível e assim por diante - mas sem esses e outros elementos, o cristianismo não se mantém unido nem satisfaz o anseio humano.
E
O Cristianismo moderno muitas vezes parece superficial - parece confiar demais no ditame das Escrituras e da Igreja - isso porque os modernos carecem de uma base nas percepções espontâneas da Lei Natural, do animismo, do senso de poder sobrenatural ativo na vida cotidiana. O Cristianismo moderno (após a primeira onda de experiência de conversão), portanto, parece seco, abstrato, legalista, proibitivo, não envolvente, sem propósito.
Como se costuma dizer, leia tudo. Acredito que haja muita verdade no que Bruce tem a dizer. Para ter certeza, nem por um momento penso (e presumo que Bruce não pense) que o Cristianismo realmente é "superficial", "incompleto", "seco", "sem propósito", desprovido de “Poder explicativo”, com “nada para construir” por meio de um terreno comum com a modernidade secular, etc. Muito pelo contrário. Mas concordo que pode parecer assim para muitas pessoas modernas. (Parecia mais ou menos assim para mim em meus dias ateus, antes de descobrir o que o Cristianismo, e em particular o Catolicismo, realmente disse - isto é, o que seus maiores representantes realmente sustentaram historicamente, em contraste com as distorções do cristianismo, seja liberal ou fundamentalista, que o substituiu em grande parte da opinião pública.)
O problema, em parte, é de circunstâncias históricas e culturais. Veja um exemplo simples, a descrição cristã de Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Para as pessoas modernas, esse tipo de conversa pode soar insuportavelmente piegas; na verdade, às vezes acho isso insuportavelmente piegas, a menos que o contexto seja capaz de neutralizar as terríveis associações culturais que passaram a cercá-lo. Portanto, se estou ouvindo uma referência a Jesus como Senhor ou Salvador no contexto da Missa (seja a forma extraordinária ou a forma ordinária celebrada de forma digna), isso não me incomoda de forma alguma; mas se o ouço proferido por um televangelista, sinto (talvez como um Dawkins ou um Hitchens sentiriam) uma necessidade irresistível de mudar de canal.
Pense, porém, nas associações que uma palavra como “Senhor” teria para alguém no mundo antigo ou medieval - faria lembrar um imperador ou um aristocrata. Pense no que "Salvador" significaria em um contexto cultural onde antigas comunidades locais estavam sendo engolidas por impérios implacáveis ​​e aparentemente invencíveis, e onde sistemas morais rigoristas como o estoicismo e o neoplatonismo competiam pela lealdade da intelligentsia - isto é, digamos, onde as pessoas tiveram uma sensação contínua de estarem em perigo físico real e de fracasso moral pessoal contínuo. Uma descrição de Jesus de Nazaré como "Senhor" e "Salvador" teria o reverso das conotações sentimentais e efeminadas que os secularistas ouvem agora - pode trazer à mente um Constantino severo cavalgando para o resgate a cavalo, digamos, em vez de um Mister Rogers com cabelo comprido e sandálias, pronto com um sorriso e um Band Aid para nossa estupidez espiritual.
Combine a política igualitária, a moral fácil e a riqueza relativa e a estabilidade social das últimas décadas, e poucas pessoas no mundo secular moderno estão procurando por um Senhor ou Salvador no sentido que os antigos e medievais teriam entendido. Adicione a isso o fato de que "Jesus é o Senhor!" tornou-se a expressão de uma religiosidade emocional e terapêutica veiculada por meio de camisetas, adesivos de para-choque e música ruim produzidos em massa, e toda a ideia é destinada ao secularista moderno a parecer ininteligível e repulsivamente cafona. (Raspe um Novo Ateu e você frequentemente descobrirá que este é o tipo de coisa contra a qual ele está reagindo, e tudo o que ele conhece do Cristianismo.)
Então, isso é parte do problema. Mas isso pode ser remediado se os proponentes de uma forma de cristianismo muscular e intelectualmente rigorosa - ou seja, do cristianismo simpliciter, como existiu historicamente - redescobrirem sua herança ancestral. Com isso, eles redescobrirão também a herança do mundo pagão e encontrarão nela os recursos para se comunicarem com o homem moderno, na verdade com qualquer homem. Os aristotélicos e os neoplatônicos sabiam que Deus existe, sabiam que o homem não é uma criatura puramente material, sabiam que o bom e o mau são características objetivas do mundo e que a razão nos direciona a buscar o bem. Eles sabiam dessas coisas através de argumentos filosóficos que não perderam nada de sua força, argumentos que foram recolhidos e refinados por pensadores cristãos e que informaram a grande tradição escolástica.
Como o Papa Leão XIII expressou belamente em Aeterni Patris, os tesouros intelectuais dos pagãos são como os vasos de ouro e prata que os israelitas tiraram do Egito, prontos para serem empregados a serviço da verdadeira religião. Assim, a Escolástica, cujo renascimento esta encíclica promoveu, felizmente, adotou tudo o que era de valor no pensamento de gregos e romanos, judeus e árabes. Com filosofia como com arte, literatura e arquitetura, se você quiser aprender o que os maiores não-cristãos têm a oferecer, venha para a Igreja, que o absorve e protege - honrando nossa natureza divinamente dada e seus produtos, mesmo enquanto ela cria eles mais elevados pela graça. Ela lembra ao homem o que ele já sabe, ou pode saber, por meio de seus próprios poderes, antes de revelar a ele verdades que ele não poderia chegar por conta própria. Ela fala com ele em sua própria língua - a linguagem da teologia natural e da lei natural, que são, em princípio, acessíveis a todos, e não têm prazo de validade. Até os secularistas modernos conhecem essa linguagem, pois não são menos humanos do que seus ancestrais pagãos. O problema é que eles falam isso apenas no nível de escola primária ou mesmo no jardim de infância, enquanto o maior dos antigos pelo menos tinha proficiência relativa ao ensino médio. Mas, por meio da educação, eles, como os antigos pagãos, podem ser preparados para o trabalho de pós-graduação proporcionado pela revelação divina.
Esta é, obviamente, a ideia do que Tomás de Aquino chamou de praeambula fidei - os preâmbulos da fé, pelos quais a filosofia abre a porta para a revelação (onde a fé e a revelação, tenha em mente, corretamente entendidas, não são de forma alguma contrária à razão, mas um desenvolvimento - expliquei como na primeira metade de um post anterior³). Mas isso nos leva a outro problema. Como o fariseu que despreza a piedade e virtude sincera do samaritano, alguns cristãos desprezam a teologia natural e a lei natural como ímpias ou pelo menos questionáveis. Eles desprezam a natureza humana e, com ela, qualquer compreensão não-cristã de Deus e da moralidade, como algo totalmente corrupto e sem valor; ou eles estão dispostos, pelo menos verbalmente, a afirmar essa natureza, mas apenas se ela for efetivamente absorvida na ordem da graça, como o monofisista que está disposto a reconhecer a natureza humana de Cristo apenas se primeiro ela for completamente divinizada. Na primeira tendência, somente a fé e as Escrituras devem ser suficientes para trazer alguém ao Cristianismo, os preâmbulos que se danem. Sobre este último, a natureza humana é concebida de uma forma que (para tomar emprestado uma frase do Papa Pio XII) ameaça "destruir a gratuidade da ordem sobrenatural" ao elevar o natural ao sobrenatural, tratando de fato a teologia natural e a lei natural como se apenas o cristão pudesse entendê-los corretamente. Em ambos os casos, o cristianismo pode vir a parecer uma questão de mero diktat (como diz Bruce Charlton) - fideísta, inacessível e irrelevante para o mundo dos não crentes.
A primeira tendência, obviamente, está associada a Lutero e Calvino, embora seja justo reconhecer que há protestantes que resistiram a ela. Ao mesmo tempo, sua própria resistência é frequentemente resistida por seus correligionários, como é ilustrado por uma famosa disputa entre os teólogos protestantes do século 20 Emil Brunner e Karl Barth. Brunner argumentou que a teologia natural representa um "ponto de contato" entre a natureza humana e a revelação divina, pelo qual a primeira pode ser capaz de receber a última (embora mesmo Brunner qualifique sua noção de "teologia natural", para que não implique a certeza da existência de Deus apenas pela razão natural como é afirmado pelo catolicismo). Barth respondeu com raiva (em uma obra com o título conciso "Não!"), Rejeitando qualquer sugestão de que a natureza humana contribui com algo para o "encontro" entre Deus e o homem e argumentando que qualquer "ponto de contato" necessário foi ele próprio fornecido pela revelação, em vez do que a natureza humana. Isso é um pouco como dizer que a bola de bilhar A bate na bola de bilhar B ao atingir, não a superfície de B, mas uma superfície fornecida por A. Se for inteligível, isso apenas empurra o problema para trás: Como a superfície fornecida por A em si tem alguma eficácia vis-à-vis B? E como o “ponto de contato” fornecido pela própria revelação faz qualquer contato com a natureza humana?
Também é justo apontar que alguns pensadores católicos modernos têm opiniões que pelo menos flertam com a segunda tendência que descrevi acima - embora em parte sob a influência de Barth. Hans Urs von Balthasar procurou encontrar Barth no meio do caminho, rejeitando a concepção do estado natural do homem desenvolvida dentro da tradição tomista e central para a Neo-Escolástica promovida por Aeterni Patris de Leo (uma concepção que eu descrevi em um post recente sobre o pecado original). Nessa visão tradicional, o objetivo natural dos seres humanos é conhecer a Deus, mas apenas de uma forma limitada. O conhecimento íntimo e “face a face” da natureza divina que constitui a visão beatífica é algo a que não estamos destinados por natureza, mas é um dom inteiramente sobrenatural que se tornou disponível a nós somente por meio de Cristo. No lugar dessa doutrina, Balthasar colocou o ensino de seu colega proponente da Nouvelle Théologie Henri de Lubac, que sustentava que esse fim sobrenatural é algo para o qual somos ordenados pela natureza. Se é mesmo coerente afirmar que um dom sobrenatural pode ser nosso fim natural, e se o ensinamento de Lubac pode, em última análise, ser reconciliado com a doutrina católica tradicional da "gratuidade da ordem sobrenatural" reafirmada por Pio XII, há várias décadas tem sido assunto de feroz controvérsia. Mas a implicação aparente (mesmo que não intencional) da posição defendida por de Lubac e Balthasar é que não existe uma natureza humana inteligível à parte da graça e à parte da revelação cristã. E, nesse caso, é difícil ver como poderia haver uma teologia natural e uma lei natural inteligível para alguém ainda não convencido da verdade dessa revelação.
Relacionado a isso está a tendência de Etienne Gilson de tirar a ênfase do núcleo aristotélico do sistema de Tomás de Aquino e apresentá-lo como uma "filosofia cristã" distintiva. Como Ralph McInerny argumentou em Praeambula Fidei: Thomism and the God of the Philosophers, a posição de Gilson, como a de Lubac, ameaça minar a visão tradicional tomista de que a filosofia deve ser claramente distinguida da teologia e pode chegar ao conhecimento de Deus à parte da revelação. Essas visões, portanto, “involuntariamente [corroem] a noção de praeambula fidei” e “nos conduzem por caminhos que terminam em algo semelhante ao fideísmo” (p. Ix).
O livro de McInerny, junto com outras obras recentes como O Desejo Natural de Ver Deus de Lawrence Feingold de acordo com São Tomás de Aquino e Seus Intérpretes e Natura Pura de Steven A. Long, marcam uma recuperação há muito esperada dentro do pensamento católico convencional de uma compreensão da natureza e graça que já foi moeda comum, e à parte da qual a possibilidade da teologia natural e da lei natural não pode ser adequadamente compreendida. Nem, eu diria, outras questões cruciais podem ser apropriadamente entendidas à parte dele (como o pecado original, como argumento na postagem vinculada acima). A confusão entre o natural e o sobrenatural também pode estar por trás de uma tendência em alguns escritos católicos contemporâneos de enfatizar exageradamente os aspectos distintamente teológicos de algumas questões morais. Por exemplo, uma exposição da moralidade sexual tradicional que apela principalmente ao Livro do Gênesis, a analogia do amor de Cristo pela Igreja ou a relação entre as Pessoas da Trindade pode parecer mais profunda do que um apelo (digamos) ao fim natural de nossas faculdades sexuais. Mas o resultado de tal ênfase teológica desequilibrada é que para o não crente, a moralidade católica pode (novamente para usar as palavras de Bruce Charlton) falsamente "parecer confiar somente no ditame da Escritura e da Igreja" e, portanto, apelar apenas para o relativamente "minúsculo e encolhido reino” daqueles dispostos a aceitar tal afirmações. Não conseguirá explicar adequadamente àqueles que ainda não aceitam os pressupostos bíblicos da "teologia do corpo" do Papa João Paulo II ou de uma "teologia da aliança da sexualidade humana", apesar de seus méritos, exatamente como o ensino católico é racionalmente fundamentado na natureza humana, em vez do comando divino ou eclesiástico arbitrário. A graça não substitui a natureza, mas a aperfeiçoa; e um relato que enfatiza fortemente o primeiro sobre o último está fadado a parecer infundado.
O próprio falecido percebeu isso, quer todos os seus expositores o façam ou não. Em Memória e Identidade, ele diz:
Se quisermos falar racionalmente sobre o bem e o mal, devemos retornar a Santo Tomás de Aquino, ou seja, à filosofia do ser [ou seja, à metafísica tradicional]. Com o método fenomenológico, por exemplo, podemos estudar experiências de moralidade, religião, ou simplesmente o que é ser humano, e tirar delas um enriquecimento significativo de nosso conhecimento. Porém, não devemos esquecer que todas essas análises pressupõem implicitamente a realidade do Ser Absoluto e também a realidade do ser humano, ou seja, ser uma criatura. Se não partirmos dessas pressuposições “realistas”, acabamos no vácuo. (p. 12)
E no capítulo V da Fides et Ratio ele advertiu:
“Há também sinais [hoje] de um ressurgimento do fideísmo, que não reconhece a importância do conhecimento racional e do discurso filosófico para a compreensão da fé, na verdade, para a própria possibilidade de crença em Deus. Um sintoma atualmente difundido dessa tendência fideística é um “biblicismo” que tende a fazer da leitura e exegese da Sagrada Escritura o único critério de verdade
Outros modos de fideísmo latente aparecem na escassa consideração concedida à teologia especulativa, e em desdém pela filosofia clássica da qual os termos da compreensão da fé e da formulação real do dogma foram extraídos. Meu venerado Predecessor, o Papa Pio XII, advertiu contra esse descaso com a tradição filosófica e contra o abandono da terminologia tradicional.”
E o Catecismo promulgado pelo Papa João Paulo II, citando Pio XII, afirmava que:
A razão humana é, estritamente falando, verdadeiramente capaz por seu próprio poder natural e luz de alcançar um conhecimento verdadeiro e certo do único Deus pessoal, que zela e controla o mundo por sua providência, e da lei natural escrita em nossos corações pelo Criador. (par. 37)
Há uma razão pela qual o primeiro Concílio Vaticano, embora insistindo que a revelação divina nos ensina coisas que não podem ser conhecidas apenas pela razão natural, também ensinou que:
A mesma Santa Mãe Igreja sustenta e ensina que Deus, a fonte e o fim de todas as coisas, pode ser conhecido com certeza a partir da consideração das coisas criadas, pelo poder natural da razão humana.
E
Não só a fé e a razão nunca podem estar em conflito uma com a outra, mas elas se apoiam mutuamente, pois por um lado a razão justa estabeleceu os fundamentos da fé e, iluminada por sua luz, desenvolve a ciência das coisas divinas ...
E
Se alguém disser que o único, verdadeiro Deus, nosso criador e Senhor, não pode ser conhecido com certeza das coisas que foram feitas, pela luz natural da razão humana: seja anátema.
E
Se alguém disser que a revelação divina não pode se tornar crível por sinais externos e que, portanto, os homens e as mulheres devem ser movidos à fé apenas pela experiência interna ou inspiração privada de cada um: que seja anátema.
E
Se alguém disser ... que os milagres nunca podem ser conhecidos com certeza, nem a origem divina da religião cristã pode ser provada deles: que seja anátema.
O objetivo de tais anátemas não é resolver por decreto a questão de se Deus existe ou se os milagres realmente ocorreram; obviamente, um cético ficará comovido, se for o caso, apenas por receber argumentos reais para essas afirmações, não pela mera insistência de que existem tais argumentos. Os anátemas são dirigidos ao cristão subjetivista e fideísta que rejeitaria a exigência do ateu de que a fé fosse dada uma defesa objetiva e racional e que, assim, faz do Cristianismo motivo de chacota. Pregar o cristianismo aos céticos sem primeiro definir o praeambula fidei, e depois reclamar quando eles não o aceitam, é como gritar em inglês com alguém que só fala chinês e, em seguida, descartá-lo como um tolo quando ele não o entende. Em ambos os casos, embora certamente haja um tolo na foto, não é o ouvinte.
________________________
¹- Em https://www.reddit.com/ApologeticaCrista/comments/jx3m63/uma_breve_introdu%C3%A7%C3%A3o_pessoal_%C3%A0_apolog%C3%A9tica_crist%C3%A3/
²- Os pontos de Bruce Charlton quais o Prof.Edward Feser se refere, e quais não cita em seu artigo são os seguintes:
  1. A ausência de judaísmo
O Cristianismo moderno tem que passar sem os séculos de tradição judaica desenvolvendo uma compreensão da natureza de Deus, os profetas e suas profecias, a vida devocional dos Salmos etc; mas os cristãos modernos têm que descobrir tudo isso do zero e por si próprios, e muitas vezes não conseguem.
  1. Confusão
A vida moderna é hedônica, distraída - frequentemente drogada. Consequentemente, as pessoas muitas vezes não sabem ao certo a natureza da vida. Além disso, nas últimas décadas, a cultura dominante tem sido ativamente contra o Bem. A arte moderna é anti-beleza, as filosofias modernas são anti-verdade, a moralidade moderna é uma inversão do Direito Natural. A propaganda (implícita e explícita) inculca que os ideais espontâneos dos humanos (religião nativa, diferenças sexuais, família, nação, lealdade, coragem) estão errados. Em suma, os modernos estão profundamente (deliberadamente) confusos sobre questões profundas. Portanto, os apologistas cristãos modernos têm que explicar a condição humana, a natureza básica da vida; antes de explicar como o cristianismo é a resposta.
  1. Inoculação anticristã
A cultura dominante agora se inocula especificamente contra o Cristianismo e os pré-requisitos do Cristianismo. Ele fornece argumentos prontos, fundamentados no hedonismo materialista moderno, para serem usados ​​contra todas as evidências ou etapas de argumentação que possam levar ao Cristianismo, se rigorosamente seguidas. A apologética cristã não pode avançar um passo sem eliciar esses slogans, e a impaciência moderna, a distração e um curto espaço de atenção fazem o resto. Que esses argumentos materialistas hedônicos sejam circulares, incoerentes e infundados é irrelevante na prática; porque eles efetivamente bloqueiam o desenvolvimento de uma metafísica alternativa da qual sua invalidade seria aparente.
3- http://edwardfeser.blogspot.com/2011/09/modern-biology-and-original-sin-part-ii.html
submitted by BlindEyeBill724 to ApologeticaCrista [link] [comments]


2020.11.19 17:53 janos-leite Implicações éticas das novas tecnologias da informação

As tecnologias da informação produzem diversas mudanças na vida social. Por exemplo, novas formas de interação social entre indivíduos distantes fisicamente, porém conectados pela internet. Esses efeitos podem parecer inofensivos, mas eles podem se tornar um assunto bastante controverso. A tecnologia não apenas expande o alcance da ação humana, ela pode alterar permanentemente o modo como as pessoas se relacionam e também o que elas esperam de uma interação social. A leitura que se faz da pessoa com quem se está interagindo, por exemplo, é diferente quando não se pode avaliar suas reações emocionais e componentes não-verbais da comunicação.
Com o avanço da análise de dados, é provável que os aplicativos consigam ler sinais gestuais ou analisar sentenças e tom de voz de uma pessoa, usando câmera e microfone, para compreender o comportamento de usuários melhor do que eles mesmos compreendem. Quais seriam as implicações éticas desse tipo de tecnologia?
Algumas técnicas de avaliação psicológica deveriam ser usadas apenas com consentimento, por uma pessoa qualificada e somente num contexto terapêutico. Usar certas técnicas de psicologia fora dessas condições é eticamente questionável, pois as consequências podem ser desastrosas. Infelizmente tais técnicas são rotineiramente usadas por praticantes de coaching, e podem ser aplicadas para novas tecnologias de interação também.
Em 1936, Dale Carnegie lançou um livro chamado Como fazer amigos e influenciar pessoas, que se tornou um dos mais vendidos e mais influentes de todos os tempos, sendo o grande responsável pelo estabelecimento do gênero conhecido como “auto-ajuda”. No livro, Carnegie enumera uma série de dicas para ser melhor sucedido nas interações. Mais recentemente, o livro recebeu uma atualização para o contexto da era digital, mostrando que ele permanece relevante nas interações via internet.
Essas técnicas podem realmente ajudar a lidar com pessoas, mas também podem dar ferramentas perigosas nas mãos de pessoas com traços sociopatas. Num artigo de 2013, Diane Brady lembra que Jeff Guinn, autor de um livro sobre Charles Manson, afirmou que “foi o treinamento de Carnegie que auxiliou a transformação de Manson de ‘um cafetão de baixo nível’ para um ‘sociopata assustadoramente eficaz’, que criou um culto de assassinos no final dos anos 1960”. Quando tais técnicas estão facilmente disponíveis para serem usadas por qualquer pessoas e para qualquer fim, problemas irão surgir.
A normalização de certas tecnologias sociais antes que compreendamos seu efeito na subjetividade também pode ser um problema. Isso já está acontecendo nas redes sociais, quando as técnicas para “ganhar mais seguidores” alteram a lógica das interações cotidianas. Fica pior ainda quando as novas gerações já tem sua socialização primária mediada por estas disposições.
Outro problema diz respeito à nossa relação com inteligências artificiais. O problema de convivermos com simulações pode ser observado no efeito de “dating sims” (simuladores de encontros) na sociabilidade. Estes softwares oferecem interações simuladas para pessoas que podem nunca ter experimentado interações daquele tipo na vida real, o que pode moldar suas disposições afetivas na vida real.
No artigo Should Children Form Emotional Bonds With Robots? (Crianças deveriam formar laços afetivos com robôs?), Alexis Madrigal cita Sherry Turkle para criticar essa mediação tecnológica logo na infância, afirmando que crianças precisam de conexões com pessoas reais para amadurecer emocionalmente. “Empatia simulada não é suficiente. Se os relacionamentos com brinquedos inteligentes nos afastam daqueles com amigos ou familiares, mesmo parcialmente, poderemos ver crianças crescendo sem as condições necessárias para uma conexão empática. Você não pode aprender isso com uma máquina”.
Mas será que nossa sociedade providencia um ambiente onde as relações com pessoas reais podem acontecer sem serem mediadas por tecnologias? Será que as condições para o amadurecimento emocional estão igualmente disponíveis para todas as pessoas? Será que adultos são emocionalmente maduros o suficiente para lidar com as novas tecnologias da informação?
Existe um risco de se perder referências sociais e emocionais, na medida em que a distinção entre uma reação humana real e uma simulada se dissipa. As relações emocionais maduras são resultado de uma construção social. Quando se interage com um robô dizendo “é só um robô, posso fazer o que quiser”, uma parte da empatia para com pessoas reais pode ser comprometida. Um fenômeno semelhante ocorre com a banalização da violência, quando se diz “é só um filme”. O efeito dessa perda de empatia afeta principalmente certo arranjo de gênero, classe e etnia, o que significa que essa perda de empatia se reflete principalmente numa intolerância racista, sexista e elitista.
No artigo Not every kid-bond matures (Nem todo vínculo infantil amadurece), Gabriel Winant, resenhando o livro Kids These Days: Human Capital and the Making of Millennials (Crianças nos dias de hoje: capital humano e a geração dos millennials), de Malcolm Harris, argumenta:
“A crise generalizada do capitalismo (…) impôs uma enorme pressão competitiva aos jovens para produzir ‘capital humano’. Esse conceito, essencial no pensamento econômico neoliberal, quantifica o conjunto de qualidades humanas economicamente valiosas, educação, habilidades, disciplina, acumuladas ao longo de uma vida. Está no subtítulo do livro porque é a chave do argumento de Harris. A mão oculta que molda millennials, produzindo nossos atributos estereotipados aparentemente diversos e até contraditórios, é o imperativo de intensificação, tanto exterior como também profundamente internalizado, da maximização do nosso próprio valor econômico potencial. (…) O capitalismo está comendo nossos jovens. É só nos alimenta com abacates para nos engordar primeiro.”
É possível deduzir uma relação entre a mediação tecnológica da interação e o conceito de capital humano? Isso exigiria mais pesquisa, porém permita-me adicionar mais um ingrediente nesta sopa e problematizar um pouco mais.
Num artigo de 2018, chamado How the Self-Driving Dream Might Become a Nightmare (Como o sonho da auto-direção pode se tornar um pesadelo), David Alpert pergunta: “O que acontecerá se aceitarmos que um certo número de mortes de pedestres é uma parte inevitável da adoção de veículos autônomos?”. Este problema ético não é tão simples quanto parece. Não basta, por exemplo, dizer que os pilotos automáticos são mais seguros que os motoristas humanos, porque há outros fatores nessa questão. Por exemplo: quem será responsabilizado por esses acidentes? A reflexão foi estimulada pela notícia da primeira morte num acidente com veículo auto-dirigido. A conclusão do autor é que, provavelmente, os próprios pedestres podem ser responsabilizados.
Alpert oferece o seguinte experimento mental: imagine que duas empresas concorrentes ofereçam o mesmo serviço de transporte com veículos autônomos. Uma delas tem um algoritmo um pouco mais cuidadoso para evitar acidentes, e a outra tem um algoritmo mais “ousado”, que resulta em tempos de viagens significativamente menores. Uma pessoa atrasada para uma reunião importante escolhe o serviço que oferece mais rapidez, e no caminho uma pessoa é atropelada. Qual a responsabilidade da pessoa que, sinceramente, só queria chegar mais rápido ao seu compromisso?
A tendência das empresas é dizer que há “pessoas demais na rua”, e as mortes de pessoas podem acabar sendo justificadas em nome da velocidade, do mesmo modo como já são quando se escolhe locomover-se de carro e não com transporte público.
As reflexões éticas em relação a veículos autônomos podem ser aplicadas a outras tecnologias. De quem seria a responsabilidade pela insensibilização e perda da referência emocional com o uso de tecnologias sociais, por exemplo?
Em What Do We Know About Autonomous Vehicles?, Carl Anderson defende que veículos autônomos terão muito impacto em nossas vidas, mas essa tecnologia “está chegando”, não há nada que possamos fazer para impedi-la de ser desenvolvida, e nossas reflexões éticas deveriam se restringir a pensar em como conviver com ela. Essa posição me parece irrazoável, determinista e eticamente injustificável.
A afirmação de que certa tecnologia “já está aqui” e não pode ser resistida implica num posicionamento ético que dá um valor intrínseco ao desenvolvimento tecnológico. É uma atitude determinista afirmar que algo será feito independente das nossas considerações éticas. É também um tipo de otimismo injustificado, que pressupõe que nenhum problema ainda desconhecido se colocará no caminho desse desenvolvimento, como de fato ocorreu em diversos momentos da história, em que se construiu uma imagem de futuro que na verdade não se realizou.
Anderson reduz as questões éticas relacionadas à essa tecnologia dizendo: “As pessoas morrerão à medida que desenvolvemos as capacidades de veículos autônomos – assim como as pessoas morreram durante o desenvolvimento de aeronaves, viagens espaciais ou submarinas. As grandes inovações sempre têm um custo humano, mas a tecnologia sem motorista deve resultar em uma redução significativa das mortes anuais de automóveis”.
O que acontece quando assumimos a validade dessa justificação? Pessoas irão morrer, mas essas mortes são apenas o “custo humano” de todas as tecnologias. Cientistas tem o direito de sacrificar vidas em nome do progresso científico? Se há uma linha que separa a ética da ciência da realidade do avanço científico, como traçá-la?
Anderson diz que:
“Inevitavelmente, os veículos se deparam com o “problema do bonde”, um dilema ético em que o veículo precisa decidir entre duas ou mais ações, cada uma com algum custo – por exemplo, o que é pior: desviar para a esquerda e matar quatro avós ou desviar à direita e matar uma mãe e seu bebê? Alguém tem que programar esses comportamentos ou desenvolver uma IA que aprenda a tomar essa decisão. Não temos certeza de quem tomará essas decisões éticas e quem as regulamentará.”
O problema é que, assumir que tal programação seria eticamente válida é um equívoco. Como Brianna Rennix e Nathan J. Robinson argumentam em The Trolley Problem Will Tell You Nothing Useful About Morality (O problema do bonde não lhe dirá nada útil sobre a moralidade), reduzir a ética a esse experimento mental não apenas é equivocado em termos filosóficos, como pode ser prejudicial à saúde mental, reduzindo nossa capacidade empática.
Outra afirmação de Carl Anderson: “Assim como os smartphones dissolvem a separação entre vida profissional e doméstica, os veículos autônomos também dissolvem a separação entre vida doméstica, de transporte e de escritório”. Em outras palavras, as pessoas poderão trabalhar enquanto comutam. E como exatamente este autor pensa que isso seria bom para a sociedade?
O mesmo tipo de problema ético vem à tona quando se considera o estudo dos algoritmos e técnicas de mineração de dados para maximização da influência em redes sociais. O que acontece quando descobrimos as técnicas mais eficazes de “incentivar pessoas a adotar uma linha de pensamento”? Na prática isso significa manipulação. A ideia de que precisamos “manipular ou ser manipulados” pode estar se popularizando na internet, com efeitos desastrosos para a ética.
Eu não vou tentar solucionar este problema aqui. Mas as implicações éticas complexas das novas tecnologias são um dos motivos que devem nos levar a questionar a lógica inerente ao progresso tecnológico de modo ainda mais fundamental do que temos feito até agora. A radicalização das críticas à modernidade pode transformar a filosofia num incômodo para entusiastas do progresso científico, mas pode também evitar a perda de aspectos fundamentais da nossa humanidade.
submitted by janos-leite to Filosofia [link] [comments]


2020.11.19 03:23 9-Cortes Rede globolixo tentando "homossexualizar" os adolescentes!

Enquanto eu tava mudando de canal aqui, acabei passando pela globolixo. Eu não assisto a globolixo, mas tava tocando, na malhação, a seguinte música:https://www.vagalume.com.bmalhacao/garotas-do-vagao-o-amor-dos-bichos-vale-tudo.html
A letra da música é completamente imbecil e vou explicar o porque, é importante pq ideias são cementes, se acham um chão favorável elas crescem. Mesma coisa acontecem com ideias na cabeça de gente despreparada, por isso exploram tanto o público mais jovem, pq eles não tem bagagem intelectual para reagir.
Pq essa letra é imbecil e cheia de falácias:
No mundo animal as relações não são baseadas em AMOR, (pelo menos em 99% dos casos), é apenas instinto sexual, libido, tesão, então usar a palavra amor para falar de sexo entre o animais é uma falácia.Aqui vou fazer uma esclarecimento que vai ser útil para muita gente: Amor é sentimento, e tesão é sensação. Sensação é físico, ta ligado ao corpo. Se vc sente algo quente ou frio tocando o seu corpo vc sabe exatamente em que parte do seu corpo isso está acontecendo, se vc sente fome vc sabe qual parte do seu corpo está sentindo isso.Sentimento não está ligado ao corpo. Se vc sente medo, ou esperança, que parte do corpo está sentindo isso? Nenhuma!
Ou ponto que é imbecil é que os animais não são uma referência para o comportamento humano. Eles agem por instinto, ele não tem senso moral (a capacidade de diferenciar o bem do mal), nós temos e isso é muito superior ao comportamento animal. Se fossemos nos basear no comportamento animais, então iriamos justificar o canibalismo por exemplo, pq existem várias espécies que praticam canibalismo (algumas serpentes, por exemplo, como a música cita).
Conclusão: A rede globolixo continua sendo uma bosta imbecil!
P.S. Usei o termo "homossexualizar" num sentido de tornar alguém favorável ao homossexualismo, não necessariamente transformar alguém em gay.
submitted by 9-Cortes to Bolsonaro [link] [comments]


2020.11.19 03:22 9-Cortes Rede globolixo tentando homossexualizar os adolescentes!

Enquanto eu tava mudando de canal aqui, acabei passando pela globolixo. Eu não assisto a globolixo, mas tava tocando, na malhação, a seguinte música:https://www.vagalume.com.bmalhacao/garotas-do-vagao-o-amor-dos-bichos-vale-tudo.html
A letra da música é completamente imbecil e vou explicar o porque, é importante pq ideias são cementes, se acham um chão favorável elas crescem. Mesma coisa acontecem com ideias na cabeça de gente despreparada, por isso exploram tanto o público mais jovem, pq eles não tem bagagem intelectual para reagir.
Pq essa letra é imbecil e cheia de falácias:
No mundo animal as relações não são baseadas em AMOR, (pelo menos em 99% dos casos), é apenas instinto sexual, libido, tesão, então usar a palavra amor para falar de sexo entre o animais é uma falácia.Aqui vou fazer uma esclarecimento que vai ser útil para muita gente: Amor é sentimento, e tesão é sensação. Sensação é físico, ta ligado ao corpo. Se vc sente algo quente ou frio tocando o seu corpo vc sabe exatamente em que parte do seu corpo isso está acontecendo, se vc sente fome vc sabe qual parte do seu corpo está sentindo isso.Sentimento não está ligado ao corpo. Se vc sente medo, ou esperança, que parte do corpo está sentindo isso? Nenhuma!
Ou ponto que é imbecil é que os animais não são uma referência para o comportamento humano. Eles agem por instinto, ele não tem senso moral (a capacidade de diferenciar o bem do mal), nós temos e isso é muito superior ao comportamento animal. Se fossemos nos basear no comportamento animais, então iriamos justificar o canibalismo por exemplo, pq existem várias espécies que praticam canibalismo (algumas serpentes, por exemplo, como a música cita).
Conclusão: A rede globolixo continua sendo uma bosta imbecil!
P.S. Usei o termo "homossexualizar" num sentido de tornar alguém favorável ao homossexualismo, não necessariamente transformar alguém em gay.
submitted by 9-Cortes to conservadorismo [link] [comments]


2020.11.14 04:41 futebolstats A Carreira de Christopher Nkunku em Números

Quando cita-se um dos melhores meias europeus da atualidade, Christopher Nkunku que atualmente joga pelo RB Leipzig da Alemanha e com passagens pelas seleções de base da França, deve ser levado em conta.
Christopher Alan Nkunku nasceu em 14/11/1997 em Lagny-sur-Marne, na França. Nkunku deu os seus primeiros passos no futebol no AS Marolles. Porém, o que mais se sabe sobre este meia? Por quais clubes atuou até aqui? Quais feitos atingiu na carreira até aqui?

Juvenil

Como já foi dito acima, Christopher Nkunku nasceu em Lagny-sur-Marne, uma comuna da região oeste dos subúrbios de Paris, capital da França. Ele é filho de congoleses – do Congo, um país do continente africano – e no ano de 2003, quando tinha apenas 5 anos de idade, deu seus primeiros passos no futebol no AS Marolles.
Em 2009, ingressou nas categorias de base do RCP Fontainebleau e no ano seguinte (2010), ingressou nas categorias de base do Paris Saint-Germain.
A Carreira de Christopher Nkunku em Números

Paris Saint-Germain

Categorias de base

A partir de 2010, Nkunku evoluiu e na temporada 2014-15, jogou 4 partidas da UEFA Youth League – Liga dos Campeões Sub-20 – e fez 1 gol e proveu uma assistência. Ao término desta temporada, Nkunku foi descoberto por Laurent Blanc e sendo assim, passou a treinar com o time principal e fez parte da pré-temporada 2015-16 do Paris Saint-Germain nos Estados Unidos.

2015-16

Como foi dito acima, Nkunku foi descoberto por Blanc que era o técnico do time principal do PSG nessa época e sendo assim, o técnico o selecionou para participar com os profissionais na preparação da pré-temporada. Ele fez seu primeiro amistoso com o time profissional contra o Wiener Sport-Club (vitória por 3-0). Posteriormente, Nkunku teve um bom desempenho que convenceu Blanc a trazê-lo aos Estados Unidos para participar da Copa dos Campeões Internacionais. Participou nomeadamente em jogos frente ao Benfica de Portugal (vitória por 3-2) e ao Manchester United da Inglaterra (vitória por 2-0). O Paris Saint-Germain venceu esta competição.
Durante a temporada 2015-2016, ele participa regularmente de treinamentos com os profissionais, enquanto continua a evoluir no Championnat National 2 – 4ª divisão do futebol francês -, ou em competições juvenis como a UEFA Youth League. Apesar de ser um dos jogadores mais jovens do grupo, mostrou-se decisivo em vários momentos.
Em 8 de dezembro de 2015, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), Nkunku fez sua estreia como profissional quando entrou em campo aos 42 minutos da segunda etapa no lugar de Lucas Moura na vitória por 2-0 sobre o Shakhtar Donetsk da Ucrânia. Aos 18 anos e 24 dias, ele se tornou o 6º jogador mais jovem da história do Paris Saint-Germain a estrear numa competição continental, atrás de Mamadou Sakho, Bartolomeu Ogbeche, Nicolas Anelka, Adrien Rabiot e David N’Gog. Duas semanas depois, ele assinou seu primeiro contrato profissional que o ligou ao Paris Saint-Germain até o ano de 2018.
Em 5 de março de 2016, em jogo da 29ª rodada da Ligue 1 (Campeonato Francês), o jovem meia de 18 anos fez a sua estreia como titular no empate em 0-0 com o Montpellier no Parc des Princes. Uma semana depois, o Paris Saint-Germain é oficialmente coroado campeão da França, a oito dias do final do campeonato, que é o título obtido com mais antecedência em uma temporada de Ligue 1.
Em suma, na sua 1ª temporada como profissional, Christopher Nkunku disputou 6 partidas. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi campeão de todas as competições que disputou – Ligue 1, Copa da França, Copa da Liga Francesa e Supercopa da França -, salvo a Liga dos Campeões, onde foi eliminado nas quartas de final.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
1533001120
Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj* – Minutos jogados

2016-17

Após o fim da temporada 2015-16, Laurent Blanc não teve seu contrato renovado e com a saída dele, Unai Emery assume o comando do clube parisiense.
Depois de observar o bom desempenho de Nkunku na UEFA Youth League e no Championnat National, Unai Emery resolveu integrá-lo ao time principal novamente e sendo assim, em 14 de dezembro de 2016, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa da Liga Francesa, o jovem meia de 19 anos iniciou entre os titulares e proveu assistência para 1 dos 2 tentos marcados por Lucas Moura na vitória por 3-0 sobre o Lille.
Em 7 de janeiro de 2017, em confronto válido pela 1ª fase da Copa da França, o camisa 24 do clube parisiense – Nkunku – marcou seu primeiro tento como profissional na goleada por 7-0 sobre o Bastia.
Pela 29ª rodada do Campeonato Francês em 12/03/2017, Nkunku marcou seu 2º e último tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Lorient.
Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa do clube parisiense, Christopher Nkunku disputou 16 partidas, fez 2 gols e proveu duas assistências. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi campeão da Supercopa da França, Copa da França e da Copa da Liga Francesa. Vice-campeão do Campeonato Francês e foi eliminado nas oitavas de final da UEFA Champions League.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
2294201487
9 gols dos quais 5 foram pela UEFA Youth League, 2 pelo Championnat National 2, 1 pela Ligue 1 e 1 pela Copa da França

2017-18

Em 29 de julho de 2017, em confronto válido pela Supercopa da França, Nkunku jogou o último minuto deste jogo, ao qual o Paris Saint-Germain venceu o Monaco por 2-1 e iniciou essa temporada celebrando a conquista de mais um título.
Durante a primeira metade desta temporada, Nkunku teve poucos minutos em campo, mas a partir da segunda metade da temporada, passou a ter mais oportunidades.
Em 3 de março de 2018, em jogo da 28ª rodada da Ligue 1, o camisa 24 do clube parisiense teve a chance de iniciar entre os titulares e fez seu primeiro tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Troyes. Na rodada seguinte, em 10/03/2018, o jovem meia de 20 anos marcou seu primeiro doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – na goleada por 5-0 sobre o Metz no Parc des Princes.
Pela semifinal da Copa da França, em 18/04/2018, Nkunku entrou em campo aos 47 minutos da segunda etapa no lugar de Ángel Di María e 2 minutos depois, fez o gol que fechou o placar da partida; vitória do PSG por 3-1 sobre o Caen.
Em 04/05/2018, em jogo da 36ª rodada da Ligue 1, o camisa 24 do clube parisiense marcou seu 5º e último tento nessa temporada no empate em 2-2 com o Amiens.
Em suma, em sua 3ª temporada com a camisa do PSG, Christopher Nkunku marcou 5 tentos em 27 partidas disputadas. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi campeão de todas as competições que disputou – Ligue 1, Supercopa da França, Copa da França e Copa da Liga Francesa -, salvo a Liga dos Campeões, onde chegou às oitavas de final.
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
275000684
5 gols dos quais 4 foram pela Ligue 1 e 1 pela Copa da França

2018-19

Após o fim da temporada 2017-18, Unai Emery foi demitido do cargo de treinador do PSG e com a saída do técnico espanhol, assume um treinador alemão, trata-se de Thomas Tuchel.
Em 4 de agosto de 2018, o novo técnico escalou Nkunku entre os titulares na decisão da Supercopa da França e o jovem meia de 20 anos marcou o segundo gol da goleada por 4-0 sobre o Monaco. Assim como ocorreu nas temporadas anteriores, o PSG iniciou esta temporada celebrando a conquista de mais um título em solo francês.
Na estreia do Paris Saint-Germain nesta edição da Ligue 1, em 12/08/2018, o camisa 24 iniciou entre os titulares novamente e não decepcionou e proveu assistência para o gol de Neymar na vitória por 3-0 sobre o Caen no Parc des Princes.
Pela 8ª rodada do Campeonato Francês, em 29/09/2018, o jovem meia de 20 anos marcou seu 2º tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Nice na Allianz Riviera.
Em 20 de fevereiro de 2019, em jogo adiado da 17ª rodada da Ligue 1, Nkunku marcou seu 3º tento nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Montpellier no Parc des Princes. Três dias depois, em jogo da 26ª rodada do campeonato nacional, atuando entre os titulares novamente, o camisa 24 do clube parisiense marcou seu 4º e último tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Nîmes. Além do gol marcado, deu o passe para 1 dos 2 gols de Kylian Mbappé.
Ao longo desta temporada, Nkunku teve mais minutos de jogo, contudo em 27/04/2019, em confronto válido pela final da Copa da França, após um empate em 2-2 com o Rennes no tempo regulamentar, este placar persistiu na prorrogação e no último minuto do jogo, o jovem meia de 21 anos entrou no lugar de Moussa Diaby e na disputa por pênaltis, na primeira e última cobrança alternada, desperdiçou sua penalidade e com isso, o time adversário venceu o PSG por 6-5 nas penalidades e se sagrou campeão.
Em suma, na sua última temporada com a camisa do clube parisiense, Christopher Nkunku disputou 29 partidas, fez 4 gols e proveu duas assistências. Quanto ao Paris Saint-Germain, foi campeão do Campeonato Francês e da Supercopa da França, foi vice-campeão da Copa da França, eliminado nas quartas de final da Copa da Liga Francesa e caiu nas oitavas de final da UEFA Champions League.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
2942001503
4 gols dos quais 3 foram pela Ligue 1 e 1 pela Supercopa da França
Títulos que conquistou pelo Paris Saint-Germain - Ligue 1: 2015-16, 2017-18 e 2018-19 - Supercopa da França: 2016 e 2018 - Copa da França: 2016-17 e 2017-18 - Copa da Liga Francesa: 2016-17 e 2017-18
- O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de Nkunku com a camisa do PSG nas temporadas 2016-17 e 2017-18 - Este vídeo foi publicado no YouTube em 16 de março de 2018por ZA45 Fútbol

RB Leipzig

2019-20

RB Leipzig publicando em seu site oficial a contratação de Christopher NkunkuNa sua última atuação com a camisa do Paris Saint-Germain, Nkunku perdeu um pênalti e na janela de transferências de verão, mais precisamente em 18 de julho de 2019, o meia de 21 assinou um contrato de 5 temporadas com o RB Leipzig da Alemanha. Esta transferência girou em torno de 13 milhões de euros (cerca de 82,9 milhões de reais), mais 2 milhões de bônus.
Em 11/08/2019, em confronto válido pela 1ª fase da Copa da Alemanha, Julian Nagelsmann – técnico do RB Leipzig – promoveu a estreia do meia francês entre os titulares na vitória por 3-2 sobre o Osnabrück. Na semana seguinte, em 18/08/2019, na estreia do Leipzig nesta edição da Bundesliga (Campeonato Alemão), Nkunku entrou em campo aos 20 minutos da segunda etapa no lugar de Timo Werner e 4 minutos depois, fez o gol que definiu o resultado do jogo; goleada do Leipzig por 4-0 sobre o Union Berlin no estádio do time adversário.
Em 05/10/2019, em jogo da 7ª rodada da Bundesliga, o novo camisa 18 do RB Leipzig – Nkunku – entrou em campo aos 14 minutos da segunda etapa no lugar de Timo Werner e 19 minutos depois, fez seu 2º tento pelo novo clube e com isso, evitou a derrota do Leipzig ante o Bayer Leverkusen, em outras palavras, as duas equipes empataram em 1-1 na BayArena.
Pela 10ª rodada do Campeonato Alemão em 02/11/2019, o meia francês iniciou entre os titulares e foi um dos destaques da goleada por 8-0 sobre o Mainz 05 na Red Bull Arena com 1 gol e assistência para 2 dos 3 gols marcados por Werner.
Em 1º de fevereiro de 2020, em jogo da 20ª rodada da Bundesliga, Nkunku marcou seu 4º tento nessa temporada no empate em 2-2 com o Borussia Mönchengladbach na Red Bull Arena.
Pela 23ª rodada do Campeonato Alemão em 22/02/2020, o camisa 18 do RBL foi um dos principais destaques da goleada por 5-0 sobre o Schalke 04 com 4 assistências; os contemplados pelas assistências foram Timo Werner, Marcel Halstenberg, Angeliño e Emil Forsberg respectivamente.
Em 07/03/2020, em jogo da 25ª rodada da Bundesliga, o meia francês jogou os 90 minutos do empate em 0-0 com o Wolfsburg na Red Bull Arena. Após este jogo, o Campeonato Alemão e a maioria dos campeonatos ao redor do mundo foram paralisados devido à pandemia de COVID-19 (Novo Coronavírus) e após um hiato de 2 meses, o campeonato retornou em 16/05/2020, jogo no qual RB Leipzig e Freiburg empataram em 1-1.
Pela 29ª rodada do Campeonato Alemão em 01/06/2020, Nkunku fez seu 5º e último gol nessa temporada no triunfo por 4-2 sobre o Colônia fora de casa.
Em suma, na sua 1ª temporada na Alemanha, Christopher Nkunku disputou 44 partidas, fez 5 gols e proveu 16 assistências, sendo 13 destas na Bundesliga 2019-20, o que fez dele o 3º jogador com mais assistências no campeonato ao lado de Thorgan Hazard do Borussia Dortmund e atrás apenas de Thomas Müller do Bayern de Munique (21 assistências) e de Jadon Sancho do Borussia Dortmund (16 assistências). Quanto ao RB Leipzig, terminou em 3º lugar no Campeonato Alemão, chegou à semifinal da UEFA Champions League e caiu nas oitavas de final da Copa da Alemanha.
PdGmACACVMj na temporada 2019-20
44516302598
Gols marcados na Bundesliga

2020-21

Em 3 de outubro de 2020, em jogo da 3ª rodada da Bundesliga, Nkunku proveu sua primeira assistência nessa temporada; assistência para o tento marcado por Angeliño na goleada por 4-0 sobre o Schalke 04 na Red Bull Arena.
Em 04/11/2020, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o camisa 18 do RBL fez valer da “lei do ex” e marcou seu primeiro tento na temporada no triunfo por 2-1 sobre o Paris Saint-Germain na Red Bull Arena.
Até aqui, Christopher Nkunku marcou 1 tento e proveu 3 assistências em 11 partidas disputadas.
PdGmACACVMj na temporada 2020-21
111320699
Gol marcado na UEFA Champions League

Números de Nkunku na Seleção Francesa

França

Seleções de Base

Christopher Nkunku participou de 3 amistosos com a Seleção Francesa Sub-16 em 2012. Ele jogou contra Noruega, Croácia e por fim, Holanda.
Voltou a ser convocado para os jogos da seleção de base em maio de 2016, onde jogou pela seleção sub-19. Ele fez parte de um torneio amistoso em que a França enfrentou Japão, Coreia do Sul e Brasil.
Nkunku ainda não foi convocado para os jogos da seleção principal da França, mas certamente deve estar no radar de Didier Deschamps, técnico da seleção principal da França.
Prêmios individuais - 48º melhor jovem do ano de 2017 (FourFourTwo)

Considerações Finais

Com base em tudo o que foi apresentado nesta matéria pode-se concluir que Christopher Nkunku é um atleta formado nas categorias de base do Paris Saint-Germain, mas que não teve sequência no clube e no RB Leipzig da Alemanha, mostrou uma grande evolução a ponto de ser um dos jogadores com mais assistências na Bundesliga 2019-20.
E para vocês? Christopher Nkunku irá ser um dos meias titulares da Seleção Francesa no futuro?
O post A Carreira de Christopher Nkunku em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/36xKfZn
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.12 03:41 futebolstats Bahia supera Fortaleza e ultrapassa rival na Série A do Brasileiro

Em duelo atrasado pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Bahia recebeu o Fortaleza nesta quarta-feira (11), na Arena Fonte Nova, em Salvador, e venceu por 2 a 1. A partida deveria ter sido realizada no último dia 24, mas foi postergada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) devido ao jogo de ida entre o time cearense e o São Paulo, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.
Foi o primeiro compromisso do Leão desde a saída do técnico Rogério Ceni, contratado pelo Flamengo na última terça-feira (10). O Tricolor do Pici agiu rápido e, já nesta quarta, acertou com Marcelo Chamusca, que dirigia o Cuiabá na Série B. No duelo contra o Bahia, a equipe visitante foi comandada interinamente pelo auxiliar Marconne Montenegro.
Com a vitória, o Bahia atingiu 25 pontos e assumiu o nono lugar do Brasileirão. Apesar de ter a mesma pontuação, a equipe baiana supera o Sport no saldo de gols e o Corinthians pelo número de vitórias. Já o Fortaleza, que sofreu a terceira derrota seguida pela competição, caiu para o 12º lugar com os mesmos 24 pontos do rival Ceará, mas ficando à frente no saldo.
Apesar de não estar mais no banco do Fortaleza, a filosofia de jogo de Rogério Ceni permanecia ali. O Leão do Pici manteve o controle da posse de bola em 64% do tempo no primeiro tempo. Foram 267 passes trocados nos primeiros 45 minutos, com 90% de eficiência, segundo o site Sofascore – quase o dobro do Bahia.
O time da casa, porém, foi objetivo. Finalizou cinco vezes, contra apenas dois chutes do rival. Em uma das chegadas, o Tricolor de Aço abriu o placar. Aos 24 minutos, o goleiro Felipe Alves saiu mal da meta para cortar um cruzamento que veio da esquerda e o zagueiro Juninho, de cabeça, mandou para as redes.
O Bahia voltou do intervalo apostando no contra-ataque, deixando a bola ainda mais com o Fortaleza. O Leão superou os 70% de posse até metade da segunda etapa. A equipe baiana continuava mais perigosa, mas, desta vez, os cearenses acertaram a transição. Aos 19 minutos, o atacante Oswaldo cruzou e o também atacante Bergson marcou de cabeça.
Só que a resposta do Tricolor de Aço demorou três minutos, em pênalti cometido pelo zagueiro Felipe em Gilberto. O próprio atacante bateu e converteu, recolocando o Bahia na frente. A partida ficou tensa, com divididas ríspidas e reclamações nos dois bancos de reservas. Melhor para o time da casa, que assegurou os três pontos na Arena Fonte Nova.
O Fortaleza volta a campo neste sábado (14), às 19h (horário de Brasília), contra o São Paulo, na Arena Castelão. O Bahia só joga na segunda-feira (16), às 18h, contra o Coritiba, no Couto Pereira. Os duelos valem pela 21ª rodada da competição.
Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.
O post Bahia supera Fortaleza e ultrapassa rival na Série A do Brasileiro apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3eSJ8qR
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.11 23:22 Kyra_A Madre e hijo con derecho me golpean por defender a mis amigos

Abro Hilo de Madre con derecho y Hijo con dercho me golpean por defender a mis amigos Elenco:Hijo con derecho, Ex de hijo con derecho, Madre con derecho, Policia, Mi mejor amigo, Su novio y Yo
Bueno yo fui a la escuela a con mi mejor amigo y hice un par de anotaciones asi que llevaba un lapiz y un sacapuntas (el lapiz sera importante, recuerdalo). Entonces acabamos y fuimos un rato al parque que estaba al lado de la escuela mientras hablabamos de que hariamos ese dia por que me habia dicho que ibamos a pasear por la plaza y que seria una cita de parejas y que me presentaria a su novio (Yo me puse muy feliz de saber que él ya tenia novio y pos nada a conocerlo) mientras le mostre que me me habia encontrado un telefono la semana pasada y espere a que volvieran por el pero nadie vino asi que me lo quede. Entonces llego la hora y fuimos a la plaza, y casi no habian personas por el bicho pero no me importaba por que hace 9 meses que no salia de mi casita y ya queria salir. Entonces paso 30 minutos y conocí a su novio, se ve buena onda y pos quise ser su amiga tambien Yo -Hola Él -Hola y seguimos esperando a que mi acompañante llegue y no llego mega F me dejo plantada (no era mi novio pero ese dia le iba a pedir que fuera mi novio y sé que le gusto y alchile si me deprimio un poco) entonces nos fuimos a pasear uno de los lugares que habiamos tachado de plano y no ir era el cine por que no nos queriamos arriesgar tanto a contagiarnos asi que paseamos por la plaza, hablamos y nos la pasamos bien Llego el momento en el que ya teníamos mucha hambre y en vez de un McDonald's decidimos pedir una piza en la parte de arriba de la plaza que antes de la pandemia mi mejor amigo y yo nos encantaba ir allí por que era al horno y estaban bien buenas. entonces a la hora de ir vimos a un chico siendo cortado por una chica muy molesta y diciendole que ya no lo aguantaba y se fue molesta. Solo vimos que el chico se puso muy triste y casi llorando pero lo ignoramos por que no era nuestra pelea y ya queriamos comer entonces subimos y nos sentamos en una mesa y la desinfectamos y se desinfectaron la mano Yo ademas del desinfectante me lavo las manos asi que fue al baño a lavarme lad manos. Mientras me fui Ellos pidieron el combo de pizza y refresco y de sentaron a esperarme mientras servian el refresco y acomodaban los platos de plastico, en eso llega el chico que fue cortado (vamos a llamarlo Alan) Entonces Alan llego a la parte de arriba y vio a mi mejor amigo agarrado de la mano y dandose un beso con su novio lo cual esto enfurecio a Alan y llega gritandoles Alan: Oigan que hacen?! No ven que este es un lugar publico y no pueden hacer esas cosas que no deberían estar haciendo los niños los pueden ver y querer copiarlos ¡Dan asco! Es ese entonces yo iba saliendo del baño y mientras les gritaba les tiro encima los refrescos y se comio una rebanada de pizza a tres bocados y despues les tiro la pizza ensima mientras les seguia gritando que se larguen que este no era su lugar y los insultaban Eso me emperro y fui corriendo hacia la mesa Yo: QUE ESTA PASANDO AQUIIIIIIIIIIII Alan: Esta escoria se estaba haciendo cariños enfrente de todos Yo: Y en que carajos te afecta? Alan solo me ignoro creyendo que los trataria igual pero ademas del hambre por que ya no teniamos dinero para otra cosa me controlo la furia y fui tras él Yo: oye! Ves a esos chicos de ahi? (Se voltio a verlos pero cuando regreso la mirada le di un putazo que me dolio horrible la mano por que nunca le he pegado a nadie) Alan:AAAAAA AAAAA estupida que te pasa Yo: normalmente me considero una chica muy tranquila y tolerable pero esto no lo voy a permitir por nada Creo que le rompí la nariz y procedí a retirarme Alan me alcanza a golpear por detras y me caigo Yo: no soy de pelear pero por esto procedere a romperte tu madre (perdonen las palabras pero ya estaba hasta el tope) Cada que me pega le araño le tiro del pelo y lo pateo y de pronto dice algo que que me hizo explotar por completo Alan: por eso las embolsan y cuando desaparescas nadie te va a extrañar ni buscar (En mi pais estamos viviendo por una situacion bien dificil que estan desapareciendo almenos 11 chicas al dia.) Mientras dice eso me trata de golpear pero le paso por abajo y que creen ¿recuerdan el lapiz? Pues lo saque tan rapido de mi bolzillo que se lo enterre en el brazo ya que estaba afilado y se le quedo clavado Alan: AAAAAAAAAaa Aaaaaaa maldita p*rra Mi brazoooo ooooooo Yo: ups ese no era mi plan pero creo q resulto Alan: vas a ver te voy a matar Yo: te hubieras ahorrado esto si no hubieras molestado a esos chicos Alan: molestare a todo el mundo por que quiero y puedo y no haras nada para evitarlo Yo: ahora entiendo por que te cortaron Alan solo se me queda viendo en silencio y de pronto llega un policia Policia: Que esta pasando aqui? Yo: oficial él- Alan: esta maldita me ataco y clavo un lapiz en el brazo (le muestra el brazo con el lapiz) Policia: hija por que agrediste al chico, en un momento lo resolveremos tenemos que llamar a una ambulancia para que te saque ese lapiz (y pocedio a llamar por radio) De pronto el cielo se oscurecio y el piso retumbo y desde el otro lado del area de comida la madre con derecho se acerca (vamos a ponerle MD) MD: mi bebeeee que te hicieroooon Alan: esta loca me clavo un lapiz por que si MD: Vas a ver maldita mal parida (y trata de golparme) La esquive pero de pronto agarro el telefono que me encontre una semana antes y me dice MD:ahora como compensacion me quedare con este celular Policia: señora calmese todavia no sabemos que paso y devuelvale el celular a la joven MD: Todos ya vieron que paso y ella es culpable. Mi mejor amigo y su novio que estuvieron grabando todo se lo muestran al policia Policia:Bueno entonces ya sabemos que paso, bueno muchacho vendras con nosotros y usted señora devuelvale el celular a la joven. La madre con dercho se enfurecio y tiro el telefono por el balcon distrayendo al policia gritándole Alan aprobecho y se levanto para darme otro tremendo golpe y desde atras alguien grito ???:ALAN NO! Volteamos a ver y era su exnovia con sus amigos Se acercó y le dio una santa cachetada que hasta a mi me dolio y que hizo que Alan cayera al piso Resulta que ella vio todo el espectaculo y ella fue quien llamo a la policia Chica: ya no soporto todo lo que haces y por eso pienso en demandarte esta fue la gota que derramo el vaso Mientras le gritaba el policia dijo Policia: quieren presentar cargos? Mi mejor amigo y yo solo nos quedamos viendo y la chica dijo claramente que si. Entonces tambien la apoyamos y dijimos que si. Alan fue acusado de Violencia, Agredir a un menor ( por que tengo 17 jajajajajaja y todavia soy menor, planeo de homicidio, agredir a un policia (por que en que se lo llevaban les golpeo a los oficiales), de su ex recibio una demanda por agresión por que a la pobre chica si la trataba muy muy mal a la pobre chica y otro chingamadral de cosas xd La cosa es que al chico le ordenaron arresto domiciliario por que no querian arriestgarse a que se contagie del bicho en una celda y por lo pronto tiene 8 años de arresto por que pagaron y su padre se haría cargo de ellos por que es policia y los mantendria arrestados en casa Y alfinal su papá me dio el telefono del chico ya reseteado y todo por que se lo confiscaria y hasta que él trabaje no tendria otro Y me lo dio por que madre con derecho tiro y rompio el otro teléfono desde el balcon Y pos no esta tan mal el niño si tiene un buen telefono
Chico si ves esto esta chingon tu celular
submitted by Kyra_A to padresconderecho [link] [comments]


2020.11.10 23:43 futebolstats Apresentado, Rogério Ceni cita Zico e promete Flamengo ofensivo

Apresentado à torcida e à imprensa como técnico do Flamengo, Rogério Ceni prometeu um time agressivo, "com o máximo de atacantes possível". Na entrevista coletiva que concedeu nesta terça-feira (10) à tarde, pouco antes de comandar a primeira atividade no Ninho do Urubu, o treinador enalteceu o elenco que terá à disposição para trabalhar.
@rogerioceni chegou e conheceu todas as instalações do Ninho do Urubu. #CeniÉDoMengãopic.twitter.com/4uDI4WYRt7
Flamengo (@Flamengo) November 10, 2020
"O que importa é que os atletas se sintam à vontade. A longo prazo, temos que seguir o estilo do Flamengo, que é de um time ofensivo, que marca à frente e gosta da posse de bola. Se tenho bons jogadores em uma mesma posição, tenho de encontrar um jeito de colocá-los para jogar. O problema é que aqui tem muitos bons em várias posições, então alguém acaba ficando fora. Você pode usar o [Giorgian De] Arrascaeta e o Everton [Ribeiro] pelos lados. Pode usar Bruno [Henrique], Gabriel [Barbosa, o Gabigol] na frente. Ainda tem Vitinho, Pedro, Pedro Rocha, Michael. Essa [ataque] é a área que mais gosto de mexer, pois libera a criatividade. Além de um meio-campo que tem Gerson, [Thiago] Maia, [William] Arão e outros tantos jovens da base", descreveu Ceni.
Se no ataque sobram opções, a defesa tem sido uma dor de cabeça no Flamengo. O time carioca sofreu 29 gols em 20 partidas pela Série A do Campeonato Brasileiro – oito apenas nas duas últimas partidas do torneio, nas derrotas por 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG. Somente o Goiás, que é o último colocado, foi mais vazado que o Rubro-Negro, que ocupa o terceiro lugar.
"Só amanhã [quarta-feira, dia 11] é que vamos poder responder, mas acho que erro defensivo é fruto de [erros de] sistema de jogo. A crítica existe a um determinado jogador ou outro, principalmente zagueiros, goleiros, enfim. Quando se tem um número elevado de gols sofridos, temos que tentar ajustar, com a colaboração de todos. Aqui a gente vem para gerar ideias e colocar situações para os atletas. São eles que vão resolver dentro de campo", avaliou o técnico, já projetando a possível estreia no comando do Rubro-Negro, diante do São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil.
Ceni é o substituto do catalão Domènec Torrent, demitido após a goleada sofrida para o Atlético-MG no último domingo (8). O ex-goleiro deixou o comando do Fortaleza após cerca de três temporadas no clube – com uma rápida passagem pelo Cruzeiro no período. Pelo Leão do Pici, foi bicampeão cearense e conquistou os títulos da Copa do Nordeste e da Série B do Brasileirão, com 60% de aproveitamento em 153 jogos.
"Primeiro, sou muito agradecido ao Fortaleza. Eu sei que o torcedor fica triste e eu, logicamente, deixo parte do meu coração em Fortaleza. Mas acho que ele compreende o tamanho do desafio. Um convite do Flamengo, no momento que o Flamengo vive, é difícil de recusar", disse o treinador, que revelou ter contatado o ex-jogador Zico, maior ídolo rubro-negro, antes de assumir o cargo.
"Esse é meu 30º ano trabalhando com futebol. Já enfrentei muitas vezes o Flamengo. Vi Maracanã com casa cheia, vi Zico, Júnior, e tantos craques da história do Flamengo. Até mandei uma mensagem ao Zico antes de chegar aqui, se ele me permitia a entrada. É um cara por quem tenho um fanatismo grande, talvez pela relação com as faltas. É um ícone do futebol brasileiro, um cara único. Ele me respondeu do Japão. Então, eu me sinto com permissão de sentar nessa cadeira", declarou Ceni, que assinou contrato até dezembro do ano que vem.
Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiroaqui.
O post Apresentado, Rogério Ceni cita Zico e promete Flamengo ofensivo apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/2IpOj5L
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.10 04:41 futebolstats A Carreira de João Félix em Números

Quando cita-se uma das maiores promessas do futuro do futebol mundial, o nome de João Félix que atualmente joga pelo Atlético de Madrid da Espanha e que também vêm sendo presença constante na seleção de Portugal, deve ser levado em conta.
João Félix Sequeira nasceu em 10/11/1999 em Viseu, Portugal. Antes de chegar aonde chegou, João deu seus primeiros passos no futebol em 2007 e depois disso, ingressou nas categorias de base de um grande clube do seu país. Porém, o que mais se sabe sobre João Félix? Onde iniciou sua carreira? Por quais clubes atuou até aqui?

Juvenil

Nascido em Viseu, Félix começou a jogar futebol no ano de 2007 – antes de completar 8 anos – em um clube com o nome de “Os Pestinhas”.
No ano seguinte (2008), ingressou nas categorias de base do “Futebol Clube do Porto”, clube que é popularmente conhecido como Porto e é um dos times mais tradicionais de Portugal. Depois que João Félix se transferiu para o Porto, enfrentou alguns desafios, tais como o tempo que levava de transporte entre Viseu e Porto. Saiu da casa dos seus pais, aos 12 anos de idade, para ficar mais próximo do campo de treinos das categorias de base dos “Dragões” (Porto). Numa entrevista posterior, Félix revelou que durante esta época considerou a hipótese de abandonar o futebol por falta de tempo e também porque estava atrapalhando nos estudos, mas o seu pai o convenceu a ir atrás dos seus sonhos.
Em 2014, João Félix foi dispensado pelo Porto. O clube alegou que tomou esta atitude devido à sua estatura e também a fragilidade do garoto e sendo assim, jogou por empréstimo de uma temporada no Padroense e no ano seguinte (2015), mudou-se para Lisboa – capital de Portugal – e assinou com o Sport Lisboa e Benfica, clube que é popularmente conhecido como Benfica.

A Carreira de João Félix em Números

Benfica

Categorias de Base

Na temporada 2015-16, João Félix passou a atuar pela equipe sub-17 dos “Encarnados” – Benfica – e na temporada seguinte, logo depois de ser efetivado no time sub-19, também passou a jogar pelo Benfica B, time que disputava a LigaPro (2ª divisão do Campeonato Português).

Benfica B (2016-18)

Em 17 de setembro de 2016, em jogo da 7ª rodada da LigaPro, Hélder Cristóvão – técnico do Benfica B nessa época – promoveu a estreia de João Félix como profissional quando o colocou em campo aos 38 minutos da segunda etapa no lugar de Aurélio Buta. Apesar da tentativa do técnico de mudar o placar, empate em 0-0 com o Freamunde. Com a sua estreia como profissional ainda aos 16 anos de idade, Félix se tornou o jogador mais jovem da história do clube a estrear pelo Benfica B.
Em 15 de fevereiro de 2017, em partida válida pela 27ª rodada da 2ª divisão do Campeonato Português, o atacante de 17 anos entrou em campo aos 23 minutos da segunda etapa no lugar de Florentino e 23 minutos depois, fez o único gol do Benfica B no revés por 2-1 ante o Académico Viseu. Vale destacar que o primeiro gol de João Félix como profissional foi contra um time da sua cidade natal. Em suma, na sua 1ª temporada como profissional – temporada 2016-17-,, João Félix marcou 3 gols em 13 partidas disputadas. Quanto ao Benfica B, terminou em 4º lugar na 2ª divisão do Campeonato Português.
Já na temporada seguinte (2017-18), em 30 de janeiro de 2018, em jogo da 22ª rodada da LigaPro, o jovem atacante de 18 anos marcou seu primeiro hat-trick – ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols numa mesma partida – na goleada por 5-0 sobre o Famalicão. Além de ter feito 3 gols, também contribuiu com assistência para o gol de Nuno Santos. Ao final da temporada 2017-18, João Félix marcou 4 tentos e proveu 5 assistências em 17 partidas disputadas. Quanto ao Benfica B, terminou em 13º na 2ª divisão do Campeonato Português.
Durante as temporadas 2016-17 e 2017-18, além de ter atuado pelo Benfica B, João Félix também jogou a UEFA Youth League – Liga dos Campeões Sub-20 – pelos “Encarnados” e foi um dos destaques do time na campanha da temporada 2016-17, quando o clube lisboeta – Benfica – chegou à final do torneio, perdendo por 2-1 para o Red Bull Salzburg da Áustria na decisão. João Félix marcou 6 gols na UEFA Youth League 2016-17 e apenas 1 gol na temporada 2017-18.

2018-19

Após as atuações pelo time sub-20 na UEFA Youth League e pelo Benfica B, Rui Vitória – técnico do Benfica nessa época – promoveu João Félix ao time principal dos “Encarnados” e em 18 de agosto de 2018, em jogo da 2ª rodada da Primeira Liga (1ª divisão do Campeonato Português), João Félix fez a sua estreia como profissional após substituir Franco Cervi aos 42 minutos da segunda etapa na vitória por 2-0 sobre o Boavista.
Na semana seguinte, em 25/08/2018, o jovem atacante de 18 anos entrou em campo aos 26 minutos do segundo tempo no lugar de Pizzi e 15 minutos depois, fez o gol que evitou a derrota no Benfica no “derby de Lisboa” – nome dado ao clássico entre Benfica e Sporting -, em outras palavras, as duas equipes empataram em 1-1 no Estádio da Luz (estádio do Benfica).
Em 23/09/2018, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Português, o camisa 79 dos Encarnados – João Félix – ganhou a chance de iniciar entre os titulares e no seu primeiro jogo como titular, fez o primeiro gol da vitória por 2-0 sobre o Desportivo Aves no Estádio da Luz, contudo teve de ser substituído aos 8 minutos da segunda etapa porque se lesionou.
Depois de se recuperar de uma lesão no tornozelo, no início, Félix não conseguiu repetir o mesmo desempenho de outrora e ficou um tempo sem balançar as redes, até que no dia 05/12/2018, em confronto válido pela 2ª rodada da fase de grupos da Taça da Liga, jogou os 90 minutos da vitória por 2-0 sobre o Paços de Ferreira e foi o autor do segundo gol do time na partida.
Em 3 de janeiro de 2019, o Benfica anunciou a demissão de Rui Vitória após uma sequência de resultados ruins e com a saída dele, Bruno Lage assume o comando do time. Três dias depois, assim que o novo técnico assumiu o cargo de treinador do Benfica, a sua primeira decisão foi usar Félix com mais regularidade, fazendo parceria com Haris Seferović no ataque e na sua estreia no comando do clube, em jogo da 16ª rodada da Primeira Liga, João Félix marcou seu primeiro doblete da carreira – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – no triunfo por 4-2 sobre o Rio Ave no Estádio da Luz.
Pela 20ª rodada do Campeonato Português, em 03/02/2019, o camisa 79 dos Encarnados foi um dos destaques do Derby de Lisboa ao marcar 1 tento e também ao sofrer o pênalti que foi convertido pelo meia Pizzi numa partida na qual os Encarnados venceram por 4-2 no José Alvalade. Na rodada seguinte, em 10/02/2019, se destacou na goleada por 10-0 sobre o Nacional da Madeira com 1 gol e com assistência para 1 dos 2 gols marcados por Seferović.
Em 25/02/2019, em jogo da 23ª rodada da Primeira Liga, o jovem atacante de 19 anos marcou seu 10º tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Chaves no Estádio da Luz. Na rodada seguinte, em 02/03/2019, o camisa 79 dos Encarnados marcou o primeiro gol do triunfo por 2-1 sobre o Porto em pleno Estádio do Dragão.

No primeiro confronto das quartas de final da UEFA Europa League contra o Eintracht Frankfurt da Alemanha, em 11/04/2019, João Félix marcou um hat-trick na vitória por 4-2 sobre a equipe alemã no Estádio da Luz. Além dos 3 tentos marcados, proveu assistência para o gol de Rúben Dias. Contudo, no segundo confronto entre as duas equipes na semana seguinte, vitória do time alemão por 2-0 e com o critério dos gols fora de casa, o Eintracht Frankfurt avançou para a fase seguinte. Ao marcar um hat-trick, Félix se tornou o jogador mais jovem de todos os tempos (com 19 anos e 152 dias) a fazer tal feito na competição, quebrando o recorde de Marko Pjaca por 67 dias.
Em 22/04/2019, em jogo da 30ª rodada da Primeira Liga, Félix marcou seu 2º e último doblete nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o Marítimo. Além de ter feito 2 gols, deu o passe para 1 dos 2 gols marcados por Franco Cervi.
Na última rodada desta edição do Campeonato Português, em 18/05/2019, o camisa 79 dos Encarnados encerrou a sua passagem pelo clube marcando o segundo gol da goleada por 4-1 no Santa Clara no Estádio da Luz.
Entre as 7 maiores ligas da Europa, João Félix ficou em 3º lugar entre os adolescentes em gols e assistências, atrás apenas de Kai Havertz do Bayer Leverkusen e de Jadon Sancho do Borussia Dortmund, respectivamente.
Em suma, na sua única temporada com a camisa do time principal dos Encarnados, João Félix disputou 43 partidas, fez 20 gols – sendo 15 tentos marcados na Primeira Liga 2018-19, o que fez dele o 4º maior goleador do campeonato ao lado de Bas Dost do Sporting, Dyego Sousa do Braga e de Tiquinho Soares do Porto e atrás apenas de Haris Seferović, seu companheiro de clube que marcou 23 gols, de Bruno Fernandes do Sporting (20 gols) e de Rafa Silva, outro companheiro de clube (17 gols) – e proveu 11 assistências.
Quanto ao Benfica, foi campeão do Campeonato Português, chegou às semifinais da Taça de Portugal e da Taça da Liga, terminou em 3º lugar na fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões) e com isso, herdou vaga automática na fase de mata-mata da UEFA Europa League, onde foi eliminado nas quartas de final.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
432011602866
Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj* – Minutos jogados
Títulos que conquistou pelo Benfica - Primeira Liga: 2018-19
- O vídeo abaixo mostra todos os gols de João Félix com a camisa do Benfica - Este vídeo foi publicado no YouTube em 30 de maio de 2020por Dominio FIFA

Atlético de Madrid

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
3693602483
9 gols dos quais 6 foram pela La Liga e 3 pela UEFA Champions League

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
107310756
7 gols dos quais 5 foram pela La Liga e 2 pela UEFA Champions League
** a temporada 2020-21 está em andamento

Números de João Félix na Seleção Portuguesa

Portugal

Seleções de Base


Seleção Principal


Liga das Nações da UEFA A 2018-19


PdGmACACVMj
1000070

Eliminatórias da Euro 2020


Liga das Nações da UEFA A 2020-21


PdGmACACVMj
41110342

Títulos que conquistou pela Seleção Portuguesa - Liga das Nações da UEFA: 2018-19
- O vídeo abaixo mostra o gol e os melhores momentos de João Félix na goleada por 4-1 sobre a Croácia* - Este vídeo foi publicado no YouTube em 5 de setembro de 2020por DF11HD

Prêmios individuais - Equipe do Ano da Liga Europa da UEFA: 2018–19 - Jogador do mês da Primeira Liga de 2018–19: Janeiro de 2019 - Jovem Jogador do mês da Primeira Liga de 2018–19 (SJPF): Janeiro de 2019 - Futebolista Revelação do Ano em Portugal: 2018–19 - Jovem Jogador do Ano da Liga: 2018–19 - Golden Boy: 2019

Considerações Finais


O post A Carreira de João Félix em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3lszj5q
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.06 03:41 futebolstats A Carreira de Achraf Hakimi em Números

Quando cita-se um dos melhores laterais direitos da atualidade, o nome de Achraf Hakimi que atualmente defende a Internazionale da Itália e também atua pela Seleção Marroquina, deve ser levado em conta.
Achraf Hakimi Mouh nasceu em 04/11/1998 em Madri, na Espanha. Antes de chegar ao estrelato, o lateral-direito que optou por jogar pela Seleção Marroquina deu seus primeiros passos no modesto Club Deportivo Colonia Ofigevi e como já do conhecimento de todos, defende as cores da Internazionale neste momento. Porém, o que mais se sabe sobre Hakimi? Por quais clubes atuou até aqui? Quais feitos atingiu na carreira até aqui?

Juvenil

Apesar de ter nascido em solo espanhol, Hakimi é filho de imigrantes marroquinos que chegaram ao país muito antes de seu nascimento. Assim sendo, Achraf possui origens africanas, mas foi criado em solo europeu. Os pais de Hakimi, o mesmo e os 2 irmãos – Nabil e Widad – passaram seus primeiros anos de vida em Getafe, nos subúrbios do sul de Madri.
O jovem Hakimi era um garoto enérgico e sua mãe já estava adivinhando o que iria acontecer, pois o via como um futuro atleta. Apesar das muitas dificuldades que esta família passou, os pais de Hakimi – o pai era vendedor e a mãe era faxineira – ajudaram no que puderam para que o garoto pudesse realizar seu sonho de um dia se tornar jogador de futebol.
Aos 7 anos de idade, em 2005, Achraf Hakimi ingressou nas categorias de base do Ofigevi, clube local deu seus primeiros passos e foi aí que ele encontrou seu propósito e a sua disposição nos treinos e nos jogos fez com que no auge de sua formação no Ofigevi, Hakimi tornou-se um jogador promissor aos olhos de um scout – olheiro – do Real Madrid. Desse modo, aos 8 anos de idade, Hakimi ingressou na academia do time merengue – Real Madrid -, onde começou a treinar em uma das instalações do clube antes de ter idade o suficiente para ser admitido no sistema juvenil do clube, La Fábrica.

A Carreira de Achraf Hakimi em Números

Real Madrid

Categorias de Base

Depois de queimar uma etapa atrás da outra na “Fábrica”, Hakimi chegou ao time sub-20 do Real Madrid e sendo assim, disputou a UEFA Youth League – Liga dos Campeões Sub-20 – na temporada 2015-16. Na edição 2015-16 da UEFA Youth League, o time merengue chegou até a semifinal, sendo eliminado pelo Paris Saint-Germain da França. Dois meses após o término deste torneio, em junho de 2016, Zinedine Zidane – técnico do time principal – o convocou para a pré-temporada do clube nos Estados Unidos.
Posteriormente, Achraf passou a treinar pelo time b – Real Madrid Castilla – sob o comando de Santiago Solari e em 20/08/2016, fez sua estreia na 1ª rodada da 2ªB – 3ª Divisão do Futebol Espanhol – contra a Real Sociedad B, jogo no qual o Castilla venceu por 3-2.
Em 25/09/2016, marcou seu primeiro e único tento pelo time b do Real Madrid no empate em 1-1 com o Fuenlabrada.
Em suma, Achraf Hakimi disputou 28 partidas da 3ª Divisão do Campeonato Espanhol, campeonato no qual o Castilla terminou em 11º lugar. No final da temporada, ele ainda tinha idade o suficiente para retornar às categorias de base para jogar a final da Copa do Rei Juvenil 2017.

2017-18

Em 19 de agosto de 2017, Hakimi foi promovido ao time principal do Real Madrid como reserva de Dani Carvajal e de Nacho Fernández. Além disso, o jovem lateral-direito de apenas 18 anos, recebeu a camisa de número 19.
Em 01/10/2017, em jogo da 7ª rodada da La Liga (Campeonato Espanhol), Zidane escalou Hakimi entre os titulares pela primeira vez e na estreia do jovem lateral-direito pelo time principal do Real Madrid, jogou os 90 minutos da vitória por 2-0 sobre o Espanyol no Santiago Bernabéu (estádio do Real Madrid).
Em 17/10/2017, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), Hakimi jogou os 90 minutos do empate em 1-1 com o Tottenham da Inglaterra no Bernabéu.
Pela 15ª rodada do Campeonato Espanhol em 15/12/2017, Hakimi ganhou mais uma oportunidade de jogar como titular e fez seu primeiro gol como profissional no triunfo por 2-0 sobre o Sevilla no Santiago Bernabéu.
Em 12 de maio de 2018, em jogo da penúltima rodada (37ª) da La Liga, o camisa 19 do time merengue iniciou entre os titulares e marcou seu 2º e último tento nessa temporada na goleada por 6-0 sobre o Celta de Vigo.
Na UEFA Champions League 2017-18, o lateral-direito de 19 anos fez duas aparições na conquista do título do Real Madrid, a terceira consecutiva e a 13ª no geral. Embora não estivesse no elenco que disputou a final da competição, ele recebeu uma medalha e é creditado como o primeiro jogador marroquino a ter feito parte de uma conquista de título de Liga dos Campeões.
Em suma, em sua única temporada com o time principal dos “Blancos” – Real Madrid -, Achraf Hakimi disputou 17 partidas, fez 2 gols e proveu uma assistência. Quanto ao Real Madrid, além de ter sido campeão da UEFA Champions League, também sagrou-se campeão do Mundial Interclubes da FIFA, da Supercopa da Uefa e da Supercopa da Espanha; terminou em 3º lugar no Campeonato Espanhol e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
1721001315
Pd* – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados
Títulos que conquistou pelo Real Madrid - Copa do Rei Juvenil: 2017 - UEFA Champions League: 2017-18 - Mundial Interclubes da FIFA: 2017 - Supercopa da Espanha: 2017
- O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de Hakimi com a camisa do Real Madrid - Este vídeo foi publicado no YouTube em 7 de fevereiro de 2020por Nino Productions

Borussia Dortmund

2018-19

Hakimi sendo apresentado como novo reforço do Borussia DortmundEm 11 de julho de 2018, o Borussia Dortmund da Alemanha anunciou que havia assinado com Achraf Hakimi um contrato de empréstimo de 2 anos.
No início, Lucien Favre – técnico do Borussia Dortmund – não utilizou o lateral-direito marroquino, pois quem estava jogando nessa posição era Łukasz Piszczek. Em 26/09/2018, em jogo da 5ª rodada da Bundesliga (Campeonato Alemão), Favre escalou Hakimi entre os titulares pela primeira vez e logo na sua estreia pelo novo clube, marcou o terceiro gol da goleada do BVB – Borussia Dortmund – por 7-0 sobre o Nuremberg no Signal Iduna Park (estádio do BVB). Após este jogo, o marroquino não saiu mais do time.
Em 24/10/2018, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Hakimi foi um dos destaques da goleada por 4-0 sobre o Atlético de Madrid da Espanha com 3 assistências; passe para os gols de Axel Witsel, Jadon Sancho e para 1 dos 2 tentos marcados por Raphaël Guerreiro.
Em 26 de janeiro de 2019, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga, o lateral-direito marroquino marcou seu 2º tento nessa temporada na goleada por 5-1 sobre o Hannover 96. Além de ter feito 1 gol, contribuiu com assistência para o tento marcado por Marco Reus.
Pelo confronto válido pelas oitavas de final da Copa da Alemanha em 05/02/2019, Hakimi marcou seu 3º e último tento nessa temporada no empate em 3-3 com o Werder Bremen na prorrogação. Com a persistência do empate nessa partida, houve disputa por pênaltis, a qual o Werder levou a melhor e venceu por 4-3.
Em 30/03/2019, em jogo da 27ª rodada da Bundesliga, o camisa 5 do BVB – Hakimi – entrou em campo aos 5 minutos da segunda etapa no lugar de Abdou Diallo, contudo com uma fratura no metatarso, teve de dar lugar a Jacob Bruun Larsen aos 39 minutos do segundo tempo e com isso, fim de temporada para o lateral-direito marroquino. Quanto ao resultado do jogo, vitória do Borussia Dortmund por 2-0 sobre o Wolfsburg no Signal Iduna Park.
Em suma, em sua 1ª temporada na Alemanha, Achraf Hakimi disputou 28 partidas, fez 3 gols e proveu 7 assistências. Quanto ao Borussia Dortmund, foi vice-campeão do Campeonato Alemão e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League e Copa da Alemanha.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
2837502379
3 gols dos quais 2 foram pela Bundesliga e 1 pela Copa da Alemanha

2019-20

Em 3 de agosto de 2019, no primeiro jogo do Borussia Dortmund nessa temporada – decisão da Supercopa da Alemanha -, Hakimi jogou os últimos 15 minutos da vitória por 2-0 sobre o Bayern de Munique e com este resultado, o BVB iniciava essa temporada celebrando a conquista de um título, o primeiro e único que o lateral-direito marroquino conquistou por este clube.
Em 23/08/2019, em jogo da 2ª rodada da Bundesliga, o jovem lateral-direito de 20 anos entrou em campo aos 17 minutos da segunda etapa no lugar de Nico Schulz e 24 minutos depois, fez o segundo gol da vitória por 3-1 sobre o Colônia no RheinEnergie Stadion (estádio do Colônia). Na rodada seguinte do campeonato, iniciou pela primeira vez entre os titulares nessa temporada, contudo os “Schwarzgelben” – Borussia Dortmund – perderam por 3-1 para o Union Berlin.
Pela 2ª rodada da fase de grupos da Champions League em 02/10/2019, Hakimi marcou seu primeiro doblete da carreira – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – e sendo assim, o BVB venceu o Slavia Praga da República Checa por 2-0 fora de casa. Três dias depois, o time de Dortmund estava em campo novamente, desta vez em jogo válido pela 7ª rodada da Bundesliga, atuando como ala esquerdo, o marroquino marcou um dos gols do empate em 2-2 com o Freiburg.
Em 05/11/2019, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o lateral-direito marroquino marcou seu 2º e último doblete nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre a Internazionale da Itália no Signal Iduna Park.
Em 1º de fevereiro de 2020, em jogo da 20ª rodada da Bundesliga, Hakimi estabeleceu um novo recorde de velocidade no campeonato ao atingir 36,5 km/h contra o Union Berlin no Signal Iduna Park, jogo no qual o Borussia Dortmund venceu por 5-0. Além disso, o marroquino bateu o antigo recorde da liga que havia estabelecido contra o RB Leipzig três meses antes, quando atingiu a velocidade de 36,2 km/h.
Pela 25ª rodada do Campeonato Alemão em 07/03/2020, atuando como ala direito, o marroquino marcou o gol que fechou o placar da partida; vitória do BVB por 2-1 sobre o Borussia Mönchengladbach fora de casa. Após essa partida, a Bundesliga e a maioria dos campeonatos ao redor do mundo foram paralisados devido à pandemia de COVID-19 (Novo Coronavírus) e após um hiato de 2 meses, o Campeonato Alemão foi retomado em 16/05/2020. No primeiro jogo do BVB após a paralisação, goleada por 4-0 sobre o Schalke 04 no Signal Iduna Park.
Em 31/05/2020, em jogo da 29ª rodada da Bundesliga, Hakimi marcou seu 9º e último tento nessa temporada na goleada por 6-1 sobre o Paderborn em plena Benteler-Arena. Depois de marcar seu gol, ele tirou a camisa do clube, mas havia outra camisa por baixo com a seguinte mensagem “Justiça por George Floyd”, um homem negro de Minneapolis, nos Estados Unidos, que havia morrido na semana anterior depois que um policial manteve seu joelho em um Floyd já imobilizado até que ele parou de respirar. Seu companheiro de equipe, Jadon Sancho, revelou uma camisa semelhante após marcar o último gol desta goleada.
Em 27/06/2020, em partida válida pela última rodada desta edição do Campeonato Alemão, o camisa 5 jogou o segundo tempo do revés por 4-0 ante o Hoffenheim em pleno Signal Iduna Park na sua despedida do clube.
Em suma, na sua 2ª e última temporada na Alemanha, Achraf Hakimi disputou 45 partidas, fez 9 gols e proveu 10 assistências, proveu estas assistências na Bundesliga 2019-20 e isso fez dele o 6º jogador com mais assistências no campeonato, ao lado de Alassane Pléa do Borussia Mönchengladbach e de Serge Gnabry do Bayern de Munique. Quanto ao Borussia Dortmund, foi campeão da Supercopa da Alemanha, vice-campeão do Campeonato Alemão e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da Alemanha.
PdGmACACVMj na temporada 2019-20
45910503571
9 gols dos quais 5 foram pela Bundesliga e 4 pela UEFA Champions League
Títulos que conquistou pelo Borussia Dortmund - Supercopa da Alemanha: 2019
- O vídeo abaixo mostra todos os gols e assistências de Hakimi com a camisa do Borussia Dortmund na temporada 2019-20 - Este vídeo foi publicado no YouTube em 7 de abril de 2020por RealMadrid.Universe

Internazionale

2020-21

Hakimi sendo apresentado como novo reforço da Inter de MilãoEm 2 de julho de 2020, a Internazionale da Itália anunciou a assinatura de Hakimi em um contrato de 5 temporadas, com uma taxa relatada de 40 milhões de euros (cerca de 264,3 milhões de reais).
Em 26/09/2020, em jogo da 2ª rodada da Serie A (Campeonato Italiano), Antonio Conte – técnico da Inter – promoveu a estreia de Hakimi quando o colocou em campo aos 19 minutos da segunda etapa no lugar de Ashley Young e pouco antes dos acréscimos, deu o passe para o gol de Romelu Lukaku na vitória por 4-3 sobre a Fiorentina no Giuseppe Meazza (estádio da Internazionale). Quatro dias depois, em jogo adiado da 1ª rodada da Serie A, Conte promoveu a estreia do lateral-direito marroquino entre os titulares e na sua estreia como titular, foi um dos destaques da goleada por 5-2 sobre o Benevento com 1 gol e assistência para 1 dos 2 tentos marcados por Lukaku.
Até aqui, Achraf Hakimi fez 1 gol e proveu duas assistências em 8 partidas disputadas pelo novo clube.
PdGmACACVMj na temporada 2020-21
81210586
Gol marcado na Serie A
** a temporada 2020-21 está em andamento


Números de Hakimi na Seleção Marroquina

Marrocos

Seleções de Base

Apesar de ter nascido em Madrid, capital da Espanha, Hakimi era filho de marroquinos e esta foi uma das razões que o levou a escolher a Seleção Marroquina, mas antes de jogar pela seleção principal deste país, ele teve passagens pelas seleções de base; jogou duas partidas pela seleção sub-20 e fez sua estreia pela seleção olímpica – sub-23 – em 5 de junho de 2016, jogo no qual o Marrocos venceu um amistoso sobre Camarões por 1-0.

Seleção Principal

Em 31/08/2016, Achraf Hakimi viu o amistoso contra a Albânia – as duas seleções empataram em 0-0 – do banco. Depois de ficar de fora dos 2 jogos eliminatórios seguintes, em 11/10/2016, Hervé Renard – técnico da seleção do Marrocos nessa época – promoveu a estreia de Hakimi quando o colocou em campo aos 22 minutos da segunda etapa no lugar de Fouad Chafik. Na estreia de Hakimi na seleção principal do Marrocos, goleada por 4-0 no amistoso sobre o Canadá.

Copa do Mundo FIFA de 2018


PdGmACACVMj
30010270

Copa das Nações Africanas de 2019


PdGmACACVMj
40000390

Eliminatórias da Copa das Nações Africanas de 2021


TOTAL

PdGmACACVMj
2925202367
Prêmios individuais - Calouro do Mês da Bundesliga: setembro e novembro de 2018 - Melhor Jogador Sub-21 Africano: 2018 e 2019 - Seleção do Continente Africano de 2019 - Seleção de Jogadores Revelação da UEFA Champions League2018-19

Considerações Finais


O post A Carreira de Achraf Hakimi em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3mWwnhT
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.04 03:41 futebolstats A Carreira de Alphonso Davies em Números

Quando cita-se um dos melhores laterais esquerdos da atualidade, Alphonso Davies que atualmente defende o Bayern de Munique da Alemanha e a Seleção Canadense, deve ser levado em conta.
Alphonso Boyle Davies nasceu em 02/11/2000 em Buduburam, em Gana. Antes de chegar ao estrelato e jogar pelo Bayern de Munique, Davies enfrentou muitas adversidades. Porém, o que mais se sabe sobre a vida de Davies? Por quais clubes ele jogou? Quais feitos o jovem lateral-esquerdo atingiu até aqui?

Juvenil

Alphonso Davies é filho de pais liberianos – Libéria, país africano – e nasceu em Buduburam, um campo de refugiados em Gana. Seu pai, Debeah Davies, e sua mãe, Victoria Davies, viviam originalmente em Monróvia, capital da Libéria. Eles fugiram do país durante a Segunda Guerra Civil da Libéria, que deslocou mais de 450 mil liberianos. Quando Alphonso tinha apenas 5 anos de idade, ele e sua família mudaram-se para Edmonton, Canadá. Em 6 de junho de 2017, Davies recebeu a cidadania canadense; até então ele era um cidadão liberiano. Alphonso é o quarto filho mais novo de 6 irmãos.
Davies frequentou St Nicholas Catholic Junior High, um distrito escolar católico de Edmonton. Seu colega de time de futebol da escola, Onesphore Hamis, lembrou: “Futebol era o que ele queria, mas o idioma era um problema.”_Seu colega de classe de teatro, Chernoh Fahnbulleh, emigrado do mesmo país que Davies recordou: _“Ele falava inglês mas era, tipo, um inglês quebrado.”
Nesta mesma época, como já foi dito acima, a paixão de Davies era o futebol e curiosamente, Davies jogou futebol organizado pela primeira vez com a Free Footie, uma liga de futebol pós-escolar para alunos de escolas primárias que não tinham condições de pagar as taxas de inscrição e equipamentos, ou que não tinham transporte para os jogos.
Depois de jogar pelo Edmonton Internationals em 2005, ingressou nas categorias de base do Edmonton Strikers no ano seguinte (2006) e em 2015, Davies se juntou ao Whitecaps FC Residency com a idade de 14 anos e a partir deste ponto, o sucesso do garoto nascido em um campo de refugiados, começou a se desenhar.

A Carreira de Alphonso Davies em Números

Vancouver Whitecaps

Categorias de Base

Depois de ingressar nas categorias de base do Vancouver Whitecaps, durante uma turnê de pré-temporada da MLS 2016 – Principal Campeonato de Futebol dos Estados Unidos e do Canadá -, Davies assinou com o Whitecaps FC 2, time que disputava a USL – 2ª Divisão do Futebol Estadunidense – em 23 de fevereiro de 2016. Na época da sua assinatura, ele se tornou o jogador mais jovem a assinar um contrato com um time da USL; ele tinha apenas 15 anos e 3 meses de idade.
Davies fez sua estreia profissional pelo Whitecaps FC 2 com apenas 15 anos e 5 meses de idade em abril de 2016. Em 15/05/2016, ele marcou seu primeiro gol como profissional, tornando-se o atleta mais jovem da história da USL a marcar um tento, com 15 anos e 6 meses de idade. Este recorde foi mantido por Davies até o ano de 2020. Ele marcou 2 gols em 11 jogos disputados pelo Vancouver Whitecaps FC 2.

2016

Davies foi selecionado para os jogos do time principal do Vancouver Whitecaps para a disputa do Campeonato Canadense de 2016 em um contrato de curto prazo. Em 2 de junho, no primeiro confronto da semifinal do campeonato nacional, Carl Robinson – técnico do Whitecaps nessa época – promoveu a estreia de Alphonso como profissional quando o colocou em campo no lugar de Ben McKendry aos 27 minutos da segunda etapa, contudo esta foi uma estreia para se esquecer, pois o Ottawa Fury venceu o Whitecaps por 2-0. Na semana seguinte, mais precisamente em 09/06/2016, Davies iniciou entre os titulares e o Vancouver Whitecaps conseguiu reverter a desvantagem do jogo de ida e venceu por 3-0.
Posteriormente, o Vancouver Whitecaps enfrentou o Toronto FC na final e após um revés por 1-0 no primeiro confronto, venceu o segundo por 2-1, porém com o critério do gol fora de casa, o Toronto FC se sagrou campeão do Campeonato Canadense de 2016.
Em 15/07/2016, Davies assinou um novo contrato com o Whitecaps, contrato no qual estendia seu vínculo com o clube até o ano de 2018, com opções de renovação para as temporadas de 2019 e de 2020. Na época de sua assinatura, ele era o jogador ativo mais jovem na Major League Soccer – Campeonato que conta com times dos EUA e alguns clubes do Canadá – e o terceiro jogador mais jovem a assinar um contrato com a MLS. Davies fez sua estreia na MLS no dia seguinte, tornando-se o segundo jogador mais jovem a jogar por este campeonato, ficando atrás apenas de Freddy Adu.
Em 14/09/2016, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da CONCACAF Champions League (Liga dos Campeões da CONCACAF), Davies marcou seu primeiro tento como profissional na vitória por 3-1 sobre o Sporting Kansas City dos Estados Unidos.
Com o passar do tempo, o jovem garoto de 15 anos foi se aprimorando e com isso, conquistou seu espaço entre os titulares dos Caps – Vancouver Whitecaps – e consequentemente, se tornou o segundo titular mais jovem da história da MLS quando começou um jogo contra o Colorado Rapids em 25/09/2016.
Em 03/10/2016, em jogo da 32ª rodada da MLS, Davies jogou como titular novamente e sofreu o pênalti que foi convertido por Pedro Morales no revés por 2-1 ante o Seattle Sounders no BC Place Stadium (estádio do Whitecaps).
Em suma, na sua 1ª temporada como profissional, Alphonso Davies disputou 15 partidas, fez 1 gol e proveu uma assistência. Quanto ao Vancouver Whitecaps, foi vice-campeão do Campeonato Canadense, terminou em 16º lugar na Major League Soccer e se classificou para a fase de mata-mata da Liga dos Campeões da CONCACAF.
PdGmACACVMj no ano de 2016
2632101298
Pd* – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2017

Pelo segundo confronto das quartas de final da Liga dos Campeões da CONCACAF contra o New York Red Bulls dos Estados Unidos, em 3 de março de 2017, Davies marcou o primeiro gol da vitória dos Caps por 2-0 sobre o time estadunidense. Com um empate em 1-1 no primeiro confronto, a equipe canadense levou a melhor no placar agregado – 3 a 1 – e com isso seguiu adiante na competição. Posteriormente, o Vancouver Whitecaps foi eliminado pelo Tigres do México na semifinal.
Após o gol marcado contra o New York Red Bulls, o jovem lateral-esquerdo de apenas 16 anos de idade só voltou a balançar as redes em 24/05/2017 no primeiro confronto da semifinal do Campeonato Canadense, ao qual o Vancouver Whitecaps venceu o Montreal Impact por 2-1. Além de ter feito 1 gol, também contribuiu com assistência para o gol de Nicolás Mezquida. No segundo confronto entre as duas equipes na semana seguinte, em 31/05/2017, Davies entrou em campo logo após o intervalo no lugar de Mezquida e marcou o primeiro gol dos Caps no revés por 4-2 ante o Impact. Com o placar agregado de 5-4, o Montreal Impact se classificou para a final.
Em 24/08/2017, em jogo da 26ª rodada da MLS, o camisa 67 dos Caps – Davies – entrou em campo aos 11 minutos da segunda etapa no lugar de Cristian Techera e 8 minutos depois, deu o passe para o tento marcado por Fredy Montero no empate em 1-1 com o Seattle Sounders no BC Place Stadium.
Após suas primeiras aparições na MLS, Davies atraiu o interesse de alguns clubes europeus, tais como Manchester United, Chelsea e Liverpool – equipes inglesas – e também foi eleito um dos 60 melhores jovens talentos do futebol mundial em 2017.
Em suma, em sua 2ª temporada com a camisa dos Caps, Alphonso Davies disputou 33 partidas, fez 3 gols e proveu duas assistências. Quanto ao Vancouver Whitecaps, terminou em 8º lugar na Major League Soccer, foi eliminado nas semifinais da Liga dos Campeões da CONCACAF e do Campeonato Canadense e também caiu nas quartas de final da Copa da MLS.
PdGmACACVMj no ano de 2017
3332201532
3 gols dos quais 2 foram pelo Campeonato Canadense e 1 pela fase mata-mata da Liga dos Campeões da CONCACAF

2018

Na estreia dos Caps nessa edição da MLS em 5 de março de 2018, Davies iniciou entre os titulares e marcou seu primeiro tento neste campeonato no triunfo por 2-1 sobre o Montreal Impact. Além do tento marcado, proveu assistência para o gol de Kei Kamara.
Após o gol marcado contra o Montreal Impacts na 1ª rodada da Major League Soccer, Alphonso só voltou a balançar as redes em 10/06/2018, em jogo da 16ª rodada da MLS, ao qual o Vancouver Whitecaps impôs uma goleada de 5-2 sobre o Orlando City. Além do tento marcado, o camisa 67 dos Caps proveu assistências para os gols de Kei Kamara, Yordy Reyna e de Nicolás Mezquida.
Em 15/07/2018, em partida válida pela 20ª rodada da Major League Soccer, Davies marcou seu 3º tento nessa temporada no revés por 3-1 ante o DC United.
Pela 22ª rodada da MLS em 29/07/2018, o camisa 67 dos Caps marcou seu primeiro doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – como profissional na vitória por 4-2 sobre o Minnesota United. Além dos tentos marcados, contribuiu com assistências para os gols de Reyna e de Kamara.
Em 29 de junho de 2018, Davies foi incluído no elenco da MLS All-Star para a disputa da MLS All-Star Game 2018 que teve início em 1º de agosto e logo de cara, o Vancouver Whitecaps jogou contra a Juventus da Itália. Davies fez uma aparição durante a partida, que terminou com uma derrota nos pênaltis por 5-3 diante do time italiano após um empate por 1-1 no tempo regulamentar.
Posteriormente, Davies foi eleito o “Jogador do Ano” do Vancouver Whitecaps FC em 24/10/2018 e também recebeu o prêmio de Gol do Ano do Whitecaps. No último jogo de Davies com a camisa do Vancouver Whitecaps em 28/10/2018, partida válida pela última rodada (34ª) dessa edição da MLS, ele marcou os gols da vitória por 2–1 sobre o Portland Timbers no BC Place Stadium.
Em suma, em sua última temporada com a camisa dos Caps, Alphonso Davies disputou 33 partidas, fez 8 gols e proveu 10 assistências. Quanto ao Vancouver Whitecaps, foi vice-campeão do Campeonato Canadense e terminou em 14º lugar na Major League Soccer.
PdGmACACVMj no ano de 2018
33810202558
Gols marcados na Major League Soccer

Bayern de Munique

2018-19

Alphonso Davies sendo apresentado como novo reforço do Bayern de MuniqueEm 25 de julho de 2018, o Vancouver Whitecaps anunciou que havia chegado a um acordo com o Bayern de Munique da Alemanha, uma transferência multimilionária de Davies para o clube alemão. Acordou-se que o jovem lateral-esquerdo naturalizado canadense se apresentaria ao Bayern em janeiro de 2019 e com isso, ele jogaria até o fim daquele ano (2018) com a camisa dos Caps. A taxa básica para a transferência foi de 13,5 milhões de dólares (cerca de 77,4 milhões de reais) com bônus relacionados ao desempenho totalizando US$ 22 milhões (cerca de 126,1 milhões de reais), um recorde para a MLS na época, mais tarde o valor desta transferência foi superado pela compra de Miguel Almirón junto ao Newcastle United da Inglaterra.
Davies teve sua primeira sessão de treinos com o Bayern em 21/11/2018 e fez sua estreia pelo novo clube em 12 de janeiro de 2019 contra o Borussia Mönchengladbach na final da Telekom Cup, a qual o time bávaro – Bayern de Munique – venceu nos pênaltis após um empate sem gols no tempo regulamentar e na prorrogação.
Em 27/01/2019, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga (Campeonato Alemão), Niko Kovač promoveu a estreia de Davies quando o colocou em campo aos 41 minutos da segunda etapa no lugar de Kingsley Coman de um jogo no qual o Bayern venceu o Stuttgart por 4-1 na Allianz Arena (estádio do Bayern).
Pela 26ª rodada do Campeonato Alemão, em 17/03/2019, o lateral-esquerdo canadense entrou em campo aos 14 minutos da segunda etapa no lugar de David Alaba e 11 minutos depois, fez seu primeiro gol pelo novo clube, um gol que selou o resultado da partida; goleada do time bávaro por 6-0 sobre o Mainz 05. Ao fazê-lo, e com a idade de 18 anos, 4 meses e 15 dias de idade, Davies tornou-se o jogador mais jovem desde Roque Santa Cruz, 20 anos antes, a marcar pelo clube. Ele é o primeiro jogador canadense a marcar um tento com a camisa do Bayern.
Em 18/05/2019, Davies conquistou seu primeiro título da carreira – Bundesliga – com o time bávaro terminando 2 pontos na frente do Borussia Dortmund. Uma semana depois, o canadense conquistou seu segundo título pelo novo clube – Copa da Alemanha – na vitória do Bayern por 3-0 sobre o RB Leipzig. Davies viu o Bayern se sagrar campeão do banco de reservas.
Em suma, em sua 1ª temporada na Alemanha, Alphonso Davies marcou 1 tento em 6 partidas disputadas. Quanto ao Bayern de Munique, além de ter sido campeão do Campeonato Alemão, da Copa da Alemanha e da Supercopa da Alemanha, foi eliminado nas oitavas de final da UEFA Champions League (Liga dos Campeões da Europa).
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
111110524
Gol marcado na Bundesliga

2019-20

Em 3 de agosto de 2019, na decisão da Supercopa da Alemanha, Davies entrou no lugar de Thomas Müller aos 21 minutos do segundo tempo, mas ainda assim o Borussia Dortmund foi superior e venceu o Bayern por 2-0 e consequentemente, sagrou-se campeão desta edição da Supercopa da Alemanha.
Em 31/08/2019, em jogo da 3ª rodada da Bundesliga, o camisa 19 do time bávaro – Davies – entrou em campo aos 22 minutos da segunda etapa no lugar de Ivan Perišić e 14 minutos depois, fez o gol que fechou o placar da partida; goleada por 6-1 sobre o Mainz 05 na Allianz Arena.
Pela 9ª rodada do Campeonato Alemão em 26/10/2019, Niko Kovač promoveu a estreia do lateral-esquerdo canadense entre os titulares e no seu primeiro jogo como titular, vitória do Bayern por 2-1 sobre o Union Berlin. Na rodada seguinte, em 02/11/2019, no seu 19º aniversário, Davies proveu assistência para o gol de Robert Lewandowski na derrota por 5-1 contra o Eintracht Frankfurt fora de casa. Este resultado culminou com a demissão de Kovač e com isso, Hans-Dieter Flick, até então técnico auxiliar, assume o comando do time bávaro.
Em 06/11/2019, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Champions League, Flick escalou Davies entre os titulares e na estreia do canadense em um jogo neste torneio, vitória dos bávaros por 2-0 sobre o Olympiacos da Grécia na Allianz Arena. Ao longo desta temporada, o canadense jogou como lateral-esquerdo e em decorrência disso, David Alaba teve de fazer outra função e sendo assim, passou a atuar como zagueiro. Davies recebeu muitos elogios durante seu tempo nessa função, ganhando uma reputação precoce como um dos melhores laterais esquerdos do mundo.

PdGmACACVMj na temporada 2019-20
46310513676
Gols marcados na Bundesliga

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
80100390
a temporada 2020-21 está em andamento
Títulos que conquistou pelo Bayern de Munique - UEFA Champions League: 2019-20 - Supercopa da UEFA: 2020 - Bundesliga: 2018-19 e 2019-20 - Copa da Alemanha: 2018-19 e 2019-20 - Supercopa da Alemanha: 2020
- O vídeo abaixo mostra todos os gols e assistências de Davies com a camisa do Bayern na temporada 2019-20 - Este vídeo foi publicado no YouTube em 17 de agosto de 2020pela Bundesliga

Números de Davies na Seleção Canadense

Canadá

Seleções de Base


Seleção Principal


Copa Ouro 2017


PdGmACACVMj
43000258

Copa Ouro 2019


PdGmACACVMj
40300320

Liga das Nações da CONCACAF A


PdGmACACVMj
42100325

Prêmios individuais - Chuteira de Ouro da Copa Ouro da CONCACAF de 2017 - Melhor Jogador Jovem da Copa Ouro da CONCACAF de 2017 - Seleção da Copa Ouro da CONCACAF de 2017 - 60 jovens promessas do futebol mundial de 2017 (The Guardian) - Equipe ideal da Liga dos Campeõesda UEFA: 2019–20
Artilharias - Copa Ouro da CONCACAF de 2017 (3 gols)

Considerações Finais


O post A Carreira de Alphonso Davies em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/2TTjBUS
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.11.02 03:41 futebolstats A Carreira de Marcus Rashford em Números

Quando cita-se um dos melhores atacantes da atualidade, Marcus Rashford que joga pelo Manchester United da Inglaterra e que também atua pela Seleção Inglesa, deve ser levado em conta.
Marcus Rashford nasceu em 31/10/1997 em Manchester, na Inglaterra. Antes do sucesso de Rashford no time principal do Manchester United, o garoto se destacou nas categorias de base do Fletcher Moss Rangers e do próprio United. Porém, o que mais se sabe sobre ele? Quais feitos a joia do United obteve até aqui?

Juvenil

Filho de Robert e Melanie Rashford, Marcus tocou numa bola de futebol pela primeira vez quando tinha apenas 2 anos de idade e sempre “batia uma bola” com os seus irmãos, fosse no jardim, na garagem, em qualquer lugar da casa.
Aos 5 anos de idade, em 2003, Rashford ingressou nas categorias de base do Fletcher Moss Rangers. O menino começou a atuar como goleiro e citou um ex-goleiro do United – Tim Howard – como seu ídolo. Posteriormente, ele passou uma semana treinando com o Manchester City antes de ingressar no sistema acadêmico do Manchester United aos sete anos de idade – em 2005 -, em meio a interesses de Everton e Liverpool. Ele creditou a seus irmãos por ajudá-lo na decisão de ingressar nas categorias de base do Manchester United.

A Carreira de Marcus Rashford em Números

Manchester United

Categorias de Base

Na época em que ingressou nas categorias de base dos Red Devils – Manchester United -, Rashford atuava em outra posição e não mais como goleiro e enquanto crescia, Marcus admitiu que o jogador que ele tentava imitar era o atacante brasileiro Ronaldo Fenômeno, depois de assisti-lo marcar um hat-trick pelo Real Madrid nas quartas de final da Champions LeagueLiga dos Campeões – na primeira partida que assistiu ao vivo em Old Trafford (estádio do Manchester United). Sobre Ronaldo, Rashford disse: “Eu cresci assistindo muito a ele e seus jogos. Ele sempre jogava livre e com vontade. Não importava onde ele estava jogando, ele jogava despreocupado e ia lá e se expressava. Quando você faz isso, isso é quando você joga o seu melhor futebol.”
Rashford disse que Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney eram jogadores do Manchester United que ele idolatrava em sua juventude, por tê-los visto ingressar no time desde pequenos e assistido muitos de seus jogos ao vivo. Além disso, Rashford disse o seguinte sobre CR7: _“não há maior inspiração no futebol!_“. Posteriormente, Rashford começou sua própria carreira profissional.
Em 2012, Marcus Rashford fez parte do time sub-15 do Manchester United, que terminou em 2º lugar no 23º torneio anual da Marveld. Em 2014, o famoso jornal “The Guardian” o nomeou como a melhor perspectiva do Manchester United no Next Generation 2014, dizendo que seu “estilo futebolístico total lhe dava uma chance de ir até o fim”. Em outras palavras, que ele podia chegar no profissional e se destacar.

2015-16

Depois de se destacar em algumas partidas da UEFA Youth League – Liga dos Campeões Sub-20 -, Rashford foi relacionado pela primeira vez por Louis van Gaal – técnico do Manchester United nessa época – para o jogo do dia 21 de novembro de 2015, jogo válido pela 13ª rodada da Premier League (Campeonato Inglês), ao qual o United venceu o Watford por 2-1.
Em 25 de fevereiro de 2016, no segundo confronto da fase de 16 avos da UEFA Europa League contra o Midtjylland da Dinamarca, Rashford foi relacionado para jogar entre os titulares de última hora após Anthony Martial se lesionar durante o aquecimento e no seu primeiro jogo como profissional, o jovem atacante marcou 2 gols na goleada por 5-1 sobre o time dinamarquês no Old Trafford. Com um placar agregado a favor de 6-3 – o United perdeu o primeiro jogo por 2-1 -, o clube inglês avançou para a fase seguinte deste torneio. Os gols de Rashford fizeram dele o artilheiro mais jovem do Manchester United em competições europeias, batendo um recorde anteriormente detido por George Best, e que mais tarde foi quebrado por Mason Greenwood na temporada 2019-20.
Rashford fez sua estreia na Premier League contra o Arsenal em 28/02/2016 – jogo válido pela 27ª rodada do campeonato nacional -, o jovem atacante de 18 anos marcou seu 2º doblete consecutivo – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – no triunfo por 3-2 sobre os Gunners (Arsenal). Além dos 2 tentos marcados, proveu assistência para o gol de Ander Herrera. Também é importante mencionar que Rashford se tornou o 3º artilheiro mais jovem do United na história da Premier League, depois de Federico Macheda e Danny Welbeck, após os gols marcados contra os Gunners.
Em 20/03/2016, em jogo da 31ª rodada da Premier League, o camisa 39 dos Red Devils – Rashford – marcou o único gol do “Dérbi de Manchester” – nome dado ao clássico entre Manchester City e Manchester United – e com isso, o United venceu o rival no Etihad Stadium pela primeira vez desde 2012. Com apenas 18 anos e 141 dias, Rashford deixou sua marca como o artilheiro mais jovem em um clássico de Manchester na era da Premier League.
Durante o replay das quartas de final da Copa da Inglaterra contra o West Ham em 13/04/2016, Rashford marcou um fantástico gol na vitória por 2–1 sobre a equipe londrina e sendo assim, os Red Devils avançaram à semifinal.
Em 17/05/2016, em partida válida pela última rodada desta edição do Campeonato Inglês, o camisa 39 dos Red Devils marcou seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o Bournemouth no Old Trafford. Quatro dias depois, o Manchester United e o Crystal Palace disputaram o título da Copa da Inglaterra, ao qual Rashford entrou em campo aos 28 minutos do segundo tempo no lugar de Ashley Young e após um empate em 1-1 no tempo regulamentar, Jesse Lingard marcou o gol da vitória dos Red Devils na prorrogação e com isso, o clube se sagrou campeão desta competição pela 12ª vez na sua história.
Marcus Rashford encerrou sua 1ª temporada como profissional com 8 gols em 18 partidas, apesar de ter estreado apenas em fevereiro, além de ter vencido o Jimmy Murphy Young Player of the Year. Quanto ao Manchester United, além de ter sido campeão da FA Cup – Copa da Inglaterra -, terminou em 5º lugar no Campeonato Inglês e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Europa League e da Copa da Liga Inglesa.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
31122102101
Pd* – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2016-17

Após o fim da temporada 2015-16, Louis van Gaal não teve seu contrato renovado e com a saída do treinador holandês, o Manchester United resolveu apostar suas fichas em um técnico português, José Mourinho.
Antes do início desta temporada, Rashford ganhou uma nova numeração, ele vestia a camisa de número 39 na temporada anterior e nessa passou a usar a camisa de número 19.
Em 7 de agosto de 2016, na estreia do novo técnico – na decisão da FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra) -, Rashford jogou os últimos 20 minutos da vitória por 2-1 sobre o Leicester.
Em 27/08/2016, em jogo da 3ª rodada da Premier League, o novo camisa 19 dos Red Devils entrou em campo aos 26 minutos do segundo tempo no lugar de Juan Mata e 21 minutos depois, antes do apagar das luzes, fez o gol da vitória do time sobre o Hull City.
Pela 5ª rodada do Campeonato Inglês, em 18/09/2016, Rashford atuou como titular e marcou o único tento do United no revés por 3-1 ante o Watford. Três dias depois, em confronto válido pela 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa, o jovem atacante de 18 anos entrou em campo aos 10 minutos da segunda etapa no lugar de Fosu-Mensah e deu o passe para Ander Herrera fazer o segundo gol dos Red Devils na partida e em seguida, fez o gol que fechou o placar da partida; vitória do United por 3-1 sobre o Northampton Town.
Em 24/09/2016, em jogo da 6ª rodada da Premier League, Rashford iniciou entre os titulares e marcou o terceiro gol dos Red Devils na goleada por 4-1 sobre o Leicester no Old Trafford.
Em 24/10/2016, Marcus Rashford foi eleito o vice-campeão no prêmio Golden Boy de melhor jogador europeu com menos de 21 anos de idade, o jogador eleito o campeão foi o português Renato Sanches.
Após o gol marcado contra o Leicester na 6ª rodada da Premier League, Rashford passou por uma longa “seca de gols” que teve fim em 7 de janeiro de 2017 em partida válida pela 3ª rodada da Copa da Inglaterra, a qual fez 2 gols na goleada por 4-0 sobre o Reading.
Em 26/02/2017, Rashford conquistou seu 3º troféu pelo clube após a vitória por 3-2 sobre o Southampton na final da Copa da Liga Inglesa. Vale ressaltar que ele jogou os últimos 13 minutos desta decisão.
Pela 33ª rodada do Campeonato Inglês, em 16/04/2017, Rashford foi um dos destaques do triunfo por 2-0 sobre o Chelsea ao marcar o primeiro gol dos Red Devils na partida. Rashford foi o principal destaque da vitória por 2-1 sobre o Anderlecht da Bélgica – segundo confronto válido pelas quartas de final da Europa League – ao dar o passe para Henrikh Mkhitaryan abrir o placar e na prorrogação, fez o gol que classificou os Red Devils para a fase seguinte.
Em 04/05/2017, no primeiro confronto da semifinal da Europa League contra o Celta de Vigo da Espanha, o camisa 19 do United marcou o único gol da vitória do time fora de casa. Por conseguinte, proveu assistência para o gol de Marouane Fellaini no empate em 1-1 com o time espanhol no Old Trafford e com um placar agregado de 2-1 a favor, o Manchester United se classificou para a final da UEFA Europa League 2016-17. A trajetória dos Red Devils rumo a conquista do título desta competição foi assim> após o sorteio dos grupos, definiu-se que o Manchester United integraria o grupo A juntamente com o Feyenoord da Holanda, Zorya Luhansk da Ucrânia e do Fenerbahçe da Turquia. Ao final da fase de grupos, o time inglês somou 12 pontos – 4 vitórias e duas derrotas – e com tal campanha, terminou em 2º lugar e se classificou para a fase de mata-mata deste torneio.
Na fase de 16 avos, os Red Devils enfrentaram o Saint-Étienne da França e com uma vantagem de 4-0 no placar agregado – vitórias por 3-0 e 1-0 respectivamente -, classificaram-se para a fase seguinte.
Nas oitavas de final, o United enfrentou o Rostov da Rússia e com uma vitória por 1-0 no primeiro confronto e um empate em 1-1 no segundo, seguiu adiante no torneio.
Nas quartas de final, o Manchester United enfrentou o Anderlecht da Bélgica e após o empate em 1-1 no primeiro confronto, este placar se repetiu no segundo confronto no Old Trafford, mas com o gol de Rashford na prorrogação, os Red Devils se classificaram para a fase seguinte.
Na semifinal, o United enfrentou o Celta de Vigo da Espanha e após uma vitória por 1-0 no Balaídos – estádio do time espanhol -, as duas equipes empataram em 1-1 no Old Trafford e com a vantagem no placar agregado, os Red Devils se classificaram para a final desta edição da Europa League.
Em 24/05/2017, a Friends Arena em Estocolmo, na Suécia, foi o palco da final entre Ajax da Holanda e Manchester United da Inglaterra e com gols de Paul Pogba e de Henrikh Mkhitaryan, o time inglês venceu esta decisão – por 2-0 – e sagrou-se campeão da UEFA Europa League 2016-17. Vale ressaltar que Rashford jogou como titular e ficou em campo até os 39 minutos da segunda etapa, quando foi substituído por Anthony Martial.
Rashford e Lingard celebrando a conquista do título da UEFA Europa League 2016-17Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa dos Red Devils, Marcus Rashford disputou 53 partidas, fez 11 gols e proveu 7 assistências. Quanto ao Manchester United, além de ter sido campeão da Europa League, da Copa da Liga Inglesa e da Supercopa da Inglaterra, terminou em 6º lugar no Campeonato Inglês e foi eliminado nas quartas de final da Copa da Inglaterra.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
53117303068
11 gols dos quais 5 foram pela Premier League, 3 pela Copa da Inglaterra, 2 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa da Liga Inglesa

2017-18


PdGmACACVMj na temporada 2017-18
521310702676
13 gols dos quais 7 foram pela Premier League, 3 pela UEFA Champions League, 2 pela Copa da Liga Inglesa e 1 pela Copa da Inglaterra

2018-19


PdGmACACVMj na temporada 2018-19
47139613291
13 gols dos quais 10 foram pela Premier League, 2 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Inglaterra

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
442211403473
22 gols dos quais 17 foram pela Premier League, 4 pela Copa da Liga Inglesa e 1 pela UEFA Europa League

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
107210689
7 gols dos quais 4 foram pela UEFA Champions League, 2 pela Premier League e 1 pela Copa da Liga Inglesa
** a temporada 2020-21 está em andamento
Títulos que conquistou pelo Manchester United - UEFA Europa League: 2016-17 - Copa da Inglaterra: 2015-16 - Copa da Liga Inglesa: 2016-17 - FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra): 2016
- O vídeo abaixo mostra 62 dos 74 gols que Rashford marcou com a camisa do Manchester United até aqui - Este vídeo foi publicado no YouTube em 22 de janeiro de 2020por best football videos

Números de Rashford na Seleção Inglesa

Inglaterra

Seleções de Base


Seleção Principal


Euro 2016


PdGmACACVMj
2000021

Copa do Mundo FIFA de 2018


PdGmACACVMj
60000211

Liga das Nações da UEFA A 2018-19


PdGmACACVMj
53100389

Eliminatórias da Euro 2020


Liga das Nações da UEFA A 2020-21


PdGmACACVMj
21000162
- O vídeo abaixo mostra 10 dos 11 gols de Rashford com a camisa da Seleção Inglesa - Este vídeo foi publicado no YouTube em 31 de maio de 2020por Corinthian Productions

Prêmios individuais - 89º melhor jogador do ano de 2016 (Marca) - 3º melhor jovem do ano de 2017 (FourFourTwo)

Considerações Finais


O post A Carreira de Marcus Rashford em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3oLIsIw
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.10.29 19:37 altovaliriano Influenciados por GRRM

Eu já ouvi falar muito das influências de Martin, mas pouco sobre os influenciados.
É claro que indiretamente toda a literatura fantástica agora terá influência de Game of Thrones (Sim, da série mais do que das Crônicas, pois foi o que mais pessoas tiveram acesso). Entretanto, eu queria uma lista de gente que está escrevendo como George R. R. Martin inspirado em suas obras. Em minha pesquisa achei os seguintes:

Daniel Abraham

Daniel foi o roteirista da adaptação do primeiro livro para HQ, escreveu para a série Wild Cards e hoje escreve uma série de ficção científica com o primeiro assistente de GRRM, Ty Franck. A amizadee e cooperação com GRRM naturalmente o faria de alguma forma ser influenciado na escrita.
A série de fantasia escrita por Abraham se chama The Dagger and the Coin e é muito recomendada pelo próprio Martin. Outra pessoa que afirmava ver clara influência de ASOIAF nos livros de Abraham era Gardner Dozois, amigo e parceiro editorial de Martin.
Não é difícil achar quem concorde.

Joe Abercrombie

O próprio autor escreveu um texto em seu site falando como ASOIAF é uma grande influencia para ele e para sua saga A Primeira Lei. Martin recomenda especificamente os livros Better Served Cold e The Heroes.

Scott Lynch

Muito embora eu não tenha encontrado uma menção de Lynch ao impacto da obra de GRRM, ele está listado como influenciado pela Wiki of Ice and Fire e alguns autores de fantasia o acham similar a George.
Dos livros de Lynch, Martin recomenda especificamente As Mentiras de Locke Lamora, da saga Os Nobres Vigaristas.

R. Scott Baker

Outro declaradamente influenciado e que muitos autores veem similaridades. Normalmente é recomendada a série Prince of Nothing.

Marlon James

James cita GRRM como um dos ícones da fantasia que o influenciaram, mas sua temática foge muito à fantasia medieval clássica. Mesmo assim, seu saga The Dark Star Trilogy recebeu a alcunha de "Game of Thrones africano".
Martin já recomendou a leitura de Marlon James, chegando mesmo a ter uma entrevista conjunta com ele no Jean Cocteau Theatre.

David Anthony Durham

É outro autor de Wild Cards sobre quem GRRM só tem elogios, a ponto de ter surgido uma conversa meio sem sentido sobre ele ser o sucessor de Martin. Durham está listado como influenciado na Wiki of Ice and Fire, mas não consegui apurar exatamente o porquê. Normalmente, a saga Acácia é tratado como seu trabalho de maior projeção.

Mark Lawrence

Outro que admite a influência de GRRM, ainda que não na escrita em si. A recomendação normalmente é pela saga Triologia dos Espinhos.

K.J. Parker

Pseudônimo de Tom Holt. A saga dele que Gardner Dozois afirma ser parecido com ASOIAF é The Engineer trilogy.

Dragon Age: Origins (jogo)

Bem, ao menos é o que se diz por aí.
---------------------------------------------
Algumas pessoas ainda veem influencias de Martin em "O Livro Malazano dos Caídos", de Steven Erikson , "The Chronicles of Amber", de Roger Zelazny, e "The Book of the New Sun", de Gene Wolfe.
Mas eu não saberia dizer.
Quais outros autores que vocês conhecem que foram influenciados por GRRM?
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.10.27 17:29 cidopina Estou enojado com esse trecho do livro "A Classe média no espelho", do Jessé Souza. Não que eu não soubesse que isso acontecia, mas não imaginava que era tão "normalizado" assim.

Sérgio: o CEO de um banco explica como se compra o mundo

Sérgio não é um CEO qualquer. Muito inteligente, culto, leitor de psicanálise nas horas vagas – a mulher é psicóloga –, ele é dessas pessoas que têm prazer numa sinceridade desconcertante. Sérgio tinha plena consciência de quem era e do que fazia. Se no passado teve algum problema com isso, agora não deixava transparecer nenhum incômodo.

Desde a adolescência, ele era grande amigo de João Carlos. Filho de banqueiros, havia acumulado fortuna própria na década de 1990, durante o governo de FHC, administrando fundos de investimento estrangeiros que ganharam uma grana preta com as privatizações levadas a cabo no período. Segundo Sérgio, João Carlos começou como um hábil representante de bancos estrangeiros e abriu inúmeras portas de investimento para os parceiros por meio de suas relações nos meios financeiros paulistanos, bem como no poder político e no Poder Judiciário, tanto em Brasília como em São Paulo. Lucrou tanto se utilizando do dinheiro alheio que fundou o próprio banco.

Nessa época, Sérgio frequentava uma faculdade de Direito nos Estados Unidos. Depois passou um ano em Londres, estudando finanças e ciência política e, por indicação de amigos do pai, estagiando num escritório que lidava com o mercado financeiro. Morou também em Sevilha, na Espanha, onde descobriu sua área jurídica de predileção: o direito administrativo.

No início dos anos 2000, quando voltou ao Brasil depois de quatro anos de pós-graduação no exterior, com pouco mais de 30 anos, o amigo João Carlos já era um multimilionário por “esforço próprio” e apenas naquele ano tinha ganhado mais dinheiro do que o pai durante toda a vida. Como o negócio do banco – aliás, o de todos os bancos hoje em dia – dependia da intersecção entre mercado e Estado, João precisava de alguém de confiança para cuidar da parte jurídica, antes terceirizada em diversos escritórios. Sérgio recebeu então carta branca para montar sua equipe de trabalho. Hoje o departamento jurídico é o centro nervoso do banco, com tudo passando pelas mãos de Sérgio, e ocupa um andar inteiro de um prédio moderno, decorado com luxo e bom gosto.

Quando lhe perguntei qual era seu trabalho, Sérgio não titubeou.

O João é o gênio, sabe onde estão o dinheiro e as oportunidades, pensa nisso o tempo todo. Eu só faço comprar as pessoas necessárias para que as coisas aconteçam como ele quer. Não fui eu que inventei o mundo como ele é, só procuro sobreviver da melhor maneira possível. O mais importante no Direito é conhecer os meandros da linha cinzenta entre o legal e o ilegal. Meu trabalho é expandir ao máximo a margem da legalidade a serviço dos interesses do banco.

Como já existe toda uma legalidade paralela que cuida dos interesses do setor financeiro, meu trabalho é fazer com que o nosso banco fique com o melhor pedaço da torta. Nossa equipe tem mais de vinte advogados escolhidos a dedo e bem pagos. Mas eles fazem o ramerrão do trabalho jurídico. O dia a dia. Eu faço os contatos com juízes, políticos e jornalistas e cuido dos clientes estrangeiros. Com o serviço jurídico, no sentido tradicional, meu trabalho não tem nada a ver. É mais gestão de clientes, dar a eles o que querem, dizer o que querem ouvir, beber o que eles querem beber e ser discreto e sóbrio em tudo.

E o que eles querem?

Aqui em São Paulo o que move tudo é o dinheiro e todo mundo quer viver bem. As pessoas são compradas com dinheiro vivo e com depósitos em paraísos fiscais criados para isso. A gente sabe fazer bem feito. Sem deixar rastro. A cidade é toda comprada, não se iluda, toda licitação pública e todo negócio lucrativo, sem exceção, é repartido e negociado.

Todo mundo tem um preço. Até hoje não conheci quem não tivesse. E para todo negócio é necessário uma informação privilegiada aqui, um amigo no Banco Central ali, uma sentença comprada ali ou a influência de um ministro em Brasília acolá.

Além da compra direta, em dinheiro vivo ou depósito no exterior, a gente tem que paparicar constantemente os caras. Uma forma eficaz são os presentes constantes, sem a expectativa imediata de contrafavores. Isso gera simpatia. Às vezes você ganha até um “amigo”.

Todo mundo adora vinhos caros, e as mulheres desses caras adoram essas bolsas que custam 50, 60 mil reais. Se é alguém com conhecimentos técnicos, você pode promover seminários e palestras, e pagar muito além do que se paga nesse tipo de mercado. Para cada tipo de cliente e de gente existe um jeito mais conveniente de comprar sem parecer que está comprando.

Não fazemos isso em troca de um serviço concreto. Isso é muito importante. O que construímos é um círculo de amigos. Temos uma lista grande de pessoas que simplesmente presenteamos no aniversário e em diversas outras ocasiões, ano após ano. Presentes bons e caros. Não economizamos nisso. Aí, quando você precisa, pode contar com a boa vontade do cara. Isso é o que chamo de criar relações de confiança.

E o pagamento direto por serviços específicos?

Obviamente isso também existe. Aí pagamos em paraísos fiscais, por meio de transferências sucessivas entre dezenas de empresas de fachada, de tal modo que nem Sherlock Holmes consegue refazer o caminho original.

Hoje em dia existem meios ainda mais eficazes de eliminar os riscos, mas este é nosso pulo do gato, e não posso lhe contar. Mas não fica rastro, posso assegurar. Esta, afinal, é a nossa mercadoria: a segurança no investimento. E, sendo um banco, tudo fica mais fácil. Não é só no caso do nosso banco: todos os bancos, inclusive os maiores, fazem a mesma coisa.

A mina de ouro de qualquer banco comercial ou de investimento é o Banco Central. Ali só entra gente nossa. E o país é gerido a partir do Banco Central, que decide tudo de importante na economia. É lá que a zona cinzenta entre legalidade e ilegalidade define a vida de todos. Isso não aparece em nenhum jornal.

Podemos fazer qualquer tipo de especulação com o câmbio, como nos swaps cambiais, por exemplo. Se der errado, o Banco Central cobre o prejuízo. Não existe negócio melhor. Se der errado, o famoso Erário paga a conta. Quem controla toda a economia somos nós e a nosso favor, o Congresso nem apita sobre isso. Quando, muito eventualmente, decide sobre algo, apenas assina o que nós mandamos, essa é verdade que ninguém conhece porque não sai em nenhuma TV.

Claro que tudo é justificado como mecanismo de combate à inflação, e não para enriquecer os ricos. Para quem vê isso tudo funcionar a partir de dentro, como no meu caso, é até engraçado.

Essa é a estrutura legalizada pela opacidade do Banco Central e da dívida pública. Mas e os negócios ilegais mesmo?

Não existe negócio que não seja intermediado por um banco, seja legal ou ilegal. Essa história de operador e doleiro é coisa da Lava Jato e da imprensa para desviar a atenção da participação dos agentes financeiros. Os bancos são completamente blindados porque inventaram um meio infalível de distribuir dinheiro para quem já tem muito poder e dinheiro. Falam de todo mundo menos de nós, que comandamos tudo.

Para mim, aí é que está o poder real, o poder do dinheiro. Na verdade, são os bancos os operadores e os doleiros, e todo o dinheiro sai de bancos, seja dinheiro limpo – na realidade, sempre dinheiro que foi tornado limpo –, seja dinheiro sujo. A não ser que você fabrique dinheiro em casa.

Aliás, parte do lucro dos bancos vem de lavar dinheiro e intermediar transações. Mas o grosso da grana vem do Banco Central, das remunerações de sobras de caixa – que são ilegais, mas sobre as quais ninguém diz nada –, das operações de swap cambial, dos títulos da dívida – enfim, o Banco Central é nossa mãe. É tudo escancarado, mesmo com inflação zero e o país na ruína.

Nosso lucro é legal, ou seja, legalizado, já que somos intocáveis e ninguém se mete conosco. Boa parte dos juízes e ministros de tribunais superiores, como todo mundo no meio sabe, advogam por interposta pessoa, e nós somos os principais clientes de alguns e de quem paga melhor. São os bancos que pagam as eleições do Congresso quase inteiro. Aí você pode legalizar qualquer coisa, qualquer papel sujo que a gente mande ao Congresso os caras assinam. Nesse contexto, onde se pode tudo, as operações abertamente ilegais são uma parte menor dos lucros, mas obviamente existem.

Se ninguém imprime notas de dinheiro no quintal, é óbvio que todo o dinheiro, inclusive todo dinheiro sujo, vem dos bancos, que retiram parte do seu lucro real intermediando essas relações e lavando esse dinheiro. Os bancos controlam o que você vai fazer com o dinheiro e todo dinheiro pode ser rastreado.

Toda transferência bancária tem um chip e, se você quiser saber de onde o dinheiro vem, dá para saber. Inclusive nas transações internacionais. Se a transferência é em dólar, tudo passa por Nova York e recebe um número. Mas ninguém quer saber, essa é a verdade. Como os bancos mandam na imprensa, nos juízes e nos políticos, a intermediação de todo dinheiro ilegal jamais é denunciada. E se for denunciar, você é que acaba preso. Isso eu garanto.

Como funciona mandar dinheiro para propinas no exterior, por exemplo, para comprar gente em Angola, na companhia de petróleo?

Você liga para o presidente de um banco [e cita, testando minha reação, o nome do presidente de um grande banco] e pergunta qual a comissão dele para fazer remessa.

“Assim, na cara de pau?”, pergunto. “E como você acha que funciona?”, indaga Sérgio, rindo e se divertindo com minha surpresa.

Lembra daquelas malas do Geddel? Como você acha que aquele dinheiro chegou naquele apartamento? Dinheiro não dá em árvore. Quem tem a possibilidade de fazer o dinheiro circular de um lugar para outro são os bancos, mais ninguém.

Não há nenhum caso de corrupção em que o dinheiro não venha de um banco. Ou seja, os bancos são os intermediários, sempre. A imprensa nunca toca nisso porque é tabu. Afinal, a imprensa é nossa.

Como assim?

Vou lhe contar um caso. Assim que cheguei no banco, o João Carlos estava com problemas com um jornalista, metido a investigador, que publicava todo dia uma notinha chata sobre negócios nossos aqui em São Paulo. O João ofereceu milhões ao cara para apoiar projetos dele se aliviasse a pressão, mas o cara não aceitou. Foi um caso raro, pois era uma grana e tanto na época. O que fizemos? Compramos o jornal, um dos maiores do Brasil, e demitimos o fulano.

Agora decidimos o que sai ou não, pois somos os donos do jornal. Não precisamos pedir nada a ninguém. O jornal é literalmente nosso. Toda a imprensa hoje em dia é assim, de um modo ou de outro. Ou eles devem os olhos da cara aos bancos ou os bancos são os donos diretamente. Por isso não sai nada na imprensa contra os bancos. A imprensa é toda nossa: televisão, jornais, internet, o que você pensar.

E com os políticos e os juízes, como funciona?

Com os políticos você paga a eleição do cara e o que sobrar, se sobrar, porque toda eleição é mais cara do que se imagina de início, ele embolsa. Aí cobramos e montamos a agenda do cara. Ou então pagamos por serviço, como expliquei, normalmente uma parte em dinheiro vivo e outra em depósito sigiloso. Às vezes, num caso ou outro mais complicado, que precisa ser resolvido para os negócios andarem, você faz um depósito no exterior para vários ao mesmo tempo.

A coisa funciona do mesmo modo em Brasília e em São Paulo, e com todos os partidos políticos. Aquilo que aquele maluco da Odebrecht fez, ao criar um departamento de propina, todo banco tem, é como os negócios andam, não tem outro jeito. Mas a gente não deixa rastro como fizeram esses malucos. Ninguém é “santo” [referindo-se à suposta alcunha de Alckmin no livro da Odebrecht], pode acreditar.

E com o Poder Judiciário?

Com os juízes os presentes funcionam que é uma beleza. O cara termina incorporando ao salário – afinal, é a mania deles. A coisa que mais irrita um juiz é saber que um advogado ganha muito mais do que ele. Na verdade, quando o advogado é muito rico, pode ter certeza que também enfia a mão na merda. Como advogado, para enriquecer de verdade, você tem que saber comprar promotores e juízes, além de advogados de outras empresas, para que escolham o seu escritório quando houver necessidade. A Lava Jato está cheia disso. Cansei de ver um colega fodendo o outro para depois ficar com a conta da empresa. Talento muita gente tem, mas construir um círculo de poder e dinheiro e saber gerir isso, mesclando cuidado e ousadia, poucos sabem.

É por saberem disso que muitos juízes ficam putos com o dinheiro que os caras ganham. Sempre acham que merecem ganhar ainda mais do que os advogados mais bem pagos, porque os riscos maiores seriam deles, e não dos advogados. Mas a verdade, e todo mundo sabe, é que a maior punição que um juiz recebe é aposentadoria compulsória, e mesmo para chegar a isso tem que aprontar um monte e fazer muito mal feito.

E como vocês recompensam os juízes?

É um pouco diferente, porque os caras são muito vaidosos, alguns se acham intelectuais. Quando o cara é muito vaidoso, o melhor método é pagar uma palestra com 100, 200 ou 300 mil reais, e ainda faz o cara se convencer de que é por sua cultura jurídica. Ou fazemos seminários internacionais com grandes jornais e revistas comentando e fotografando – aí eles piram. Nesse meio, você tem que saber comprar a vaidade dos caras, fazer com que se sintam mais importantes do que são. Ou então compramos diretamente a sentença.

Você pergunta o preço da sentença e paga, assim, na cara de pau?

“Como você acha que funciona?”, retruca Sérgio, sempre se divertindo muito por estar dando aulas de sociologia prática da vida real.

Vou lhe contar um caso que vai fazer você entender como tudo funciona. O João queria abrir uma casa noturna em Florianópolis, só para se divertir. O diabo é que encasquetou de construir a boate num lugar que era área de proteção ambiental, o MP [Ministério Público] local encrencou e a história virou uma pendenga judicial. Aí tive que ir lá para acertar com o juiz. Quando deixei tudo combinado, o João mandou uma loura – que foi favorita dele durante um tempo e depois passou a trabalhar com a gente, dessas muito bonitas e de 1,80 de altura, como só tem no Sul – levar, numa bolsa grande dessas de marca, um milhão de reais, misturando reais e dólares.

A ordem do João foi mais ou menos assim: “Põe aquele vestido vermelho justinho da Armani que te dei, entrega a mala e faz o juiz feliz.” O fulano passou um fim de semana com a loura, ficou com o dinheiro e a mala, e o João construiu a boate bem onde queria. É assim que funciona com o Judiciário.

Mas não foi uma experiência agradável, vou confessar, já que a moça foi humilhada de um modo meio violento. Fomos ela e eu levar a mala com dinheiro vivo para o juiz. Começamos a discutir o modus operandi jurídico do caso com o juiz e mais dois auxiliares na própria sala do juiz, depois do expediente.

Betina, era assim que a moça se chamava, era estudante de Direito e de vez em quando arriscava um palpite sobre o caso. A certa altura, o juiz se irritou e disse que ela não era advogada, mas puta, e estava ali para outro serviço. Na mesma hora, botou o pau para fora, na minha presença e de outros dois, e mandou a moça chupar.

Depois mandou que fizesse o mesmo com os dois funcionários. Em seguida entra um terceiro assistente, todos obviamente de confiança do juiz e de sua equipe “privada”. Ao ver a moça ainda de joelhos e já com o belo vestido meio rasgado, lança um olhar entre divertido e intrigado à cena, e então o juiz o interpela: “Quer também?” Ato contínuo, a moça cumpre pela quarta vez o mesmo ritual. Esse pessoal adora um abuso, quase tanto quanto dinheiro.

As mulheres sempre participam desse jogo?

Nem todo mundo gosta de misturar putaria e trabalho, mas se você for carente e cair nessa, está fodido. Aí fica na mão mesmo. E o diabo é que o que mais existe é gente carente afetivamente, que sem perceber cai nessa armadilha. Eu, por exemplo, não participo. Como tenho mulher parceira, não tenho este tipo de carência. Não digo que não tenha participado uma vez ou outra, nesses quase 20 anos em que trabalho aqui, mas não é a minha praia.

Mas tem muitos que gostam. Os estrangeiros, por exemplo, adoram. Passei um ano em Londres trabalhando como estagiário na área jurídica do mercado financeiro e lá a putaria é mais pesada. Onde tem muito dinheiro tem muita putaria. Pesada mesmo, todo tipo de coisa que você for capaz de imaginar. Tipo alugar castelo do século XVII para um fim de semana com muita droga e muita festa para todo tipo de gosto.

Afinal, todas as máfias do mundo estão por lá, russos, árabes, africanos, brasileiros. Londres é uma grande lavanderia atrás da fachada da realeza. Comparados com eles, somos amadores. Mas o João sabe fazer esse jogo, não é nenhum amador. Por exemplo, para funcionar, não pode parecer putaria barata, e o João é um gênio nesse jogo.

Outro dia tivemos um cara, um norueguês, da companhia de petróleo deles. O cara sabe tudo de prospecção de petróleo. O João se encarregou pessoalmente de armar a festa. Ele tem uma ilha em Angra só para isso, com heliporto e um iate lindo. Tudo encoberto pela mata atlântica, privacidade total. É um fim de semana de sonho.

A gente tem de 15 a 20 mulheres lindas, que podemos chamar a qualquer hora, algumas ganham presentes caros todos os meses, outras a gente paga mesmo, e nenhuma delas você diria que é puta. São lindas, elegantes, sabem conversar, usam roupas caras, se comportam e não destoam em nenhum ambiente. Algumas você deve conhecer, aparecem na internet, mas isso eu não posso contar. O norueguês, por exemplo, ficou tão louco que queria levar uma delas para a Noruega.

O João aproveita e chama ainda um juiz, um político, um amigo do mercado ou um procurador mais chegado, chama também alguns daqui do banco mesmo, que sabem criar o ambiente mais relaxado e agradável possível, tudo para criar um clima de festa normal. O segredo é forjar “amizades”. Às vezes montamos negócios inteiros com todos os interessados participando, mas sem parecer negócio, como se fossem amigos se divertindo.

Você tem que saber misturar e montar para parecer diversão entre os “parça”, entende? Lá as meninas sabem fazer o trabalho do melhor modo possível. Tudo parece a coisa mais natural do mundo, como uma festa normal e animada entre conhecidos. Nisso de criar uma relação de confiança, o João é impagável. Eu só faço o meio de campo. O astro é ele.

E cabe a você comprar as pessoas para os negócios andarem?

Quem existe neste mundo que não é comprado de alguma forma? Comprar alguém bem comprado não envolve só dinheiro. Você tem que comprar uma relação de confiança. Sem isso, todo o dinheiro do mundo não conta. E isso é um talento.

João costuma dizer que quem manda no Brasil, a elite, não soma mais do que 800 pessoas, e que ele e eu conhecemos cada uma delas. Dessas 800 pessoas, 600 estão em São Paulo, 100 em Brasília e 100 no resto do Brasil. Temos uma relação excelente com boa parte desse pessoal, e diria que, com pelo menos umas 100 dessas 800 pessoas, temos uma relação de confiança construída ao longo dos anos.

Um banco, como qualquer empresa, vive de oportunidades de negócios que a conjuntura econômica e política cria. Se você é realmente um bom empresário, não pode ficar apenas esperando que a oportunidade surja com a conjuntura, pois aí vai ter muitos rivais e concorrentes.

Um bom empresário ou banqueiro é o que percebe a oportunidade quando ela aparece. Mas se você é muito bom, melhor que os outros, como no caso do João, então você tem que fazer com que a oportunidade aconteça só para você ou que você possa aproveitá-la antes dos outros.

Este é o segredo do nosso negócio. Se deixa passar uma janela de oportunidade, você não é bom no que faz. Mas nós somos muito bons no que fazemos. Nós criamos a oportunidade de tal modo que ela caia no nosso colo. Para isso servem as relações de confiança cultivadas ao longo dos anos.
submitted by cidopina to brasil [link] [comments]


2020.10.27 05:41 futebolstats A Carreira de Dayot Upamecano em Números

Quando cita-se um dos zagueiros mais promissores para o futuro, o nome de Dayot Upamecano que atualmente defende o RB Leipzig da Alemanha e que está no radar de Didier Deschamps – técnico da Seleção Francesa -, deve ser levado em conta.
Dayotchanculle Oswald Upamecano nasceu em 27/10/1998 em Évreux, região da Normandia, na França. Antes de jogar pelo RB Leipzig, o jovem defensor francês jogou nas categorias de base de alguns clubes da França e depois, foi jogar na Áustria. Porém, o que mais se sabe sobre Upamecano? Por quais clubes ele jogou até aqui? Quais feitos atingiu até aqui?

Juvenil

Dayot Upamecano é filho de um casal de origem africana, seus pais são da Guiné-Bissau, um país tropical na costa atlântica da África Ocidental, um país conhecido por seus parques nacionais e pela vida selvagem. Ele é o segundo de 3 filhos, tem uma irmã mais velha e um irmão mais novo. Os pais de Dayot Upamecano deram a ele o nome “Dayotchanculle” em homenagem a um bisavô, rei de uma aldeia da Guiné-Bissau.
Upamecano teve um início difícil no futebol, pois ele chegou onde está graças a insistência do pai que garantiu que ele fosse aceito em uma academia de futebol decente. Também é importante mencionar que o defensor costumava passar sua infância jogando futebol e às vezes futsal com Ousmane Dembélé, jogador que atualmente atua pelo Barcelona da Espanha. Posteriormente, no ano de 2004 – quando tinha apenas 6 anos de idade -, Upamecano passou nos testes e ingressou as categorias de base do Vaillante Sports Angers.
Em 2008, Dayot ingressou nas categorias de base do FC De Prey e no ano seguinte, deu outro passo para atingir seus objetivos.

A Carreira de Dayot Upamecano em Números

Valenciennes

Categorias de Base

O ano de 2009 foi um grande ano para Upamecano e para os jogadores de seu bairro. Naquele ano, o “Évreux Football Club 27” iniciou operações não muito longe da casa onde morava e sendo assim, ele e um de seus melhores amigos – Ousmane Dembélé – estavam entre os que compareceram e passaram nos testes.
Para Dayot, a vida em Évreux não foi fácil no começo e com isso, ele chegou a afirmar que trabalhou mais do que os outros para chegar aonde queria e finalmente colheu os frutos pelo seu esforço e em 2013, ingressou as categorias de base do Valenciennes.
Enquanto esteve no Valenciennes, Upamecano desempenhou várias funções: jogou como meia, como volante e como zagueiro, onde se firmou. Não importa onde o treinador o colocava, ele jogava e sempre dava o máximo de si e na época em que atuava pelo time sub-17, foi convocado para a fase final da Eurocopa Sub-17 de 2015, vencida pela Seleção Francesa.

Red Bull Salzburg

Categorias de Base II

Aos 16 anos de idade, no verão de 2015, o jovem defensor francês tomou uma decisão ousada: depois de atrair a atenção de uma série de grandes clubes da Europa, incluindo o Manchester United da Inglaterra, Upamecano aceitou a oferta do Red Bull Salzburg da Áustria e sendo assim, deixou sua família e seu país. O clube austríaco desembolsou 2,2 milhões de euros (cerca de 14,6 milhões de reais). Os pais do jovem defensor francês aprovaram a decisão dele; jogar no exterior.
Em 29 de julho de 2015, no primeiro confronto da 3ª fase pré-eliminatória da UEFA Champions League (Liga dos Campeões) contra o Malmö da Suécia, Upamecano viu do banco a vitória do seu novo time por 2-0 sobre o time sueco na Red Bull Arena. Contudo, na partida seguinte, em 05/08/2015, revés por 3-0 ante o Malmö e sendo assim, o time austríaco teve de se contentar com a fase pré-eliminatória da UEFA Europa League. Vale ressaltar que o defensor francês não estava nem no banco no segundo jogo entre as duas equipes, pois em 31/07/2015, foi integrado ao time B do Red Bull Salzburg, o Liefering FC.

Liefering

2015-16

Em 31 de julho de 2015, em jogo da 2ª rodada da Este Liga (2ª divisão do Campeonato Austríaco), Thomas Letsch – técnico do Liefering nesta época – promoveu a estreia de Upamecano como profissional e o escalou entre os titulares, contudo logo no seu primeiro jogo da carreira, teve de dar lugar a Luan aos 29 minutos do primeiro tempo devido à uma pancada, mas nada que o tirou dos gramados por um longo período. Quanto ao resultado do jogo, vitória do Liefering por 2-1 sobre o SKN St Pölten. Recuperado, já na rodada seguinte da Erste Liga, em 04/08/2015, contra o SV Kapfenberg, jogou os 90 minutos, porém perdeu este jogo por 5-2.
Pela 5ª rodada da Erste Liga, em 14/08/2015, o defensor francês levou seu primeiro cartão vermelho na carreira. Além disso, o Liefering perdeu essa partida pelo placar de 4-1 para o FC Wacker.
Em suma, na sua 1ª temporada como profissional, Dayot Upamecano jogou 16 partidas, a maioria como titular. Quanto ao FC Liefering, terminou em 4º lugar na 2ª divisão do futebol austríaco. Logo após o término da primeira metade desta temporada, o jovem defensor francês foi integrado ao time principal do Red Bull Salzburg.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
1600411323
Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

Red Bull Salzburg

2015-16

Depois de atuar pelo Liefering e pelo time sub-19 do Red Bull Salzburg na UEFA Youth League (Liga dos Campeões Sub-20), Upamecano foi integrado ao time principal dos “Roten Bullen” – Red Bull Salzburg – e em 19 de março de 2016, o defensor francês fez sua estreia em jogo da 28ª rodada da Bundesliga Austríaca (1ª divisão do Campeonato Austríaco), ao qual Óscar García – técnico do Red Bull Salzburg nessa época – o escalou como titular e ele jogou os 90 minutos do triunfo por 2-1 sobre o SV Mattersburg.
Pela última rodada (36ª) desta edição do Campeonato Austríaco, em 15/05/2016, Upamecano jogou os 90 minutos da vitória por 1-0 sobre o Wolfsberger.
Em suma, na sua 1ª temporada com a camisa dos “Roten Bullen”, Dayot Upamecano disputou duas partidas. Quanto ao Red Bull Salzburg, foi campeão do Campeonato Austríaco e da Copa da Áustria e sequer chegou às fases de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League, caindo na fase pré-eliminatória destes 2 torneios.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
20000180

2016-17

A partir desta temporada, o defensor francês finalmente obteve uma vaga entre os titulares e a partir daí, não jogou mais tanto pelo Liefering quanto pelo time sub-19 do Red Bull Salzburg.
Em 15 de julho de 2016, no primeiro jogo do Red Bull Salzburg nesta temporada – confronto válido pela 1ª fase da Copa da Áustria -, Upamecano jogou os 90 minutos da vitória por 3-1 sobre o Vorwärts Steyr na Red Bull Arena.
Em 23/07/2016, na estreia dos “Roten Bullen” nessa edição do Campeonato Austríaco, o jovem defensor francês deu o passe para o gol de Fredrik Gulbrandsen no revés por 3-1 ante o Sturm Graz fora de casa.
Pela 5ª rodada do Campeonato Austríaco, em 20/08/2016, Upamecano proveu assistência para o gol de Stefan Lainer na vitória por 3-1 sobre o SV Mattersburg na Red Bull Arena.
Em 11/12/2016, em jogo da 14ª rodada da Bundesliga Austríaca, o beque francês jogou pela última vez com a camisa dos “Roten Bullen” na vitória por 1-0 sobre o Sturm Graz. Contudo, na sua última partida com a camisa do time, acabou sendo expulso aos 25 minutos da segunda etapa.
Upamecano também conseguiu a sua primeira experiência internacional nessa temporada, já que jogou 4 partidas da fase de grupos da Europa League, porém os “Roten Bullen” não passaram da fase de grupos.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
2102621813

Títulos que conquistou pelo Red Bull Salzburg - Österreichische Fußball-Bundesliga:2015-16 e 2016-17 - Copa da Áustria: 2015-16 e 2016-17
- O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de Upamecano com a camisa do Red Bull Salzburg - Este vídeo foi publicado no YouTube em 11 de janeiro de 2017por FOOT SCOUT

RB Leipzig

2016-17

Dayot Upamecano sendo apresentado como novo reforço do RB LeipzigEm 13 de janeiro de 2017, Upamecano juntou-se ao RB Leipzig da Alemanha em um acordo no qual o jovem zagueiro francês assinaria por 4 temporadas e meia por uma taxa de 10 milhões de euros (cerca de 66,4 milhões de reais).
Depois de acompanhar os jogos contra o Eintracht Frankfurt e Hoffenheim do banco, aos quais o RB Leipzig obteve vitórias por 3-0 e 2-1 respectivamente, em 04/02/2017, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga (Campeonato Alemão), Ralph Hasenhüttl – técnico do Leipzig nessa época – promoveu a estreia de Upamecano quando o colocou em campo aos 21 minutos da segunda etapa no lugar de Rani Khedira. No entanto, esta foi uma estreia para se esquecer, pois o RBL perdeu por 1-0 para o Borussia Dortmund.
Em 18/03/2017, em jogo da 25ª rodada da Bundesliga, Upamecano fez sua estreia como titular, contudo foi um jogo para se esquecer, pois o RBL perdeu por 3-0 para o Werder Bremen.
Após o jogo contra o Werder Bremen, o defensor francês jogou mais 5 partidas como titular.
Em suma, na sua 1ª temporada na Alemanha, Dayot Upamecano disputou 12 partidas. Quanto ao RB Leipzig, foi vice-campeão do Campeonato Alemão e foi eliminado na 1ª fase da Copa da Alemanha.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
120030665

2017-18


PdGmACACVMj na temporada 2017-18
4130513395
Gols marcados na Bundesliga

2018-19


PdGmACACVMj na temporada 2018-19
2200601852

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
38021013182

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
71030579
Gol marcado na Bundesliga
** a temporada 2020-21 está em andamento

Números de Upamecano na Seleção Francesa

França

Seleções de Base


Seleção Principal


Liga das Nações da UEFA A 2020-21


PdGmACACVMj
21010180
competição em andamento

Prêmios individuais - Equipe do torneio da Eurocopa Sub-17 de 2015 - 18º melhor jovem do ano de 2017 (FourFourTwo) - Seleção da Liga dos Campeõesda UEFA: 2019–20

Considerações Finais


O post A Carreira de Dayot Upamecano em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/31NV8Vr
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.10.26 22:29 StudyItAgain Perda do cargo público por condenação criminal judicial transitada em julgado

📷
  1. Localização do tema: Direito Penal: Sentença penal condenatória. Efeitos.
  2. Objetivo: entender as situações nas quais o agente público perderá o cargo que ocupa após ser condenado criminalmente.
  3. Marco normativo: art. 92, do Código Penal
Art. 92 - São também efeitos da condenação: I - a perda de cargo, função pública ou mandato eletivo: a) quando aplicada pena privativa de liberdade por tempo igual ou superior a um ano, nos crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever para com a Administração Pública; b) quando for aplicada pena privativa de liberdade por tempo superior a 4 (quatro) anos nos demais casos. [...] Parágrafo único - Os efeitos de que trata este artigo não são automáticos, devendo ser motivadamente declarados na sentença. (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)
  1. E se o agente praticou o crime no cargo X, mas atualmente ocupa o cargo Y? Poderá perder esse último?
Segundo Masson (Direito Penal - Parte Geral, v. 1, p. 698)
"Via de regra, esse efeito da condenação restringe-se ao cargo, função pública ou mandato eletivo ocupado pelo funcionário público na data em ue o crime foi praticado. No caso concreto, entretanto, o magistrado pode estendê-lo a cargo, função ou mandato eletivo diverso, exercido pelo agente ao tempo da condenação, caso entenda que o novo posto guarda relação com as atribuições anteriores".
O professor Masson cita como referência o REsp. 1.452.935.
Todavia, o STJ, julgando ação de improbidade administrativa (portanto, não se trata de condenação penal), decidiu mais recentemente que:
"... a penalidade de perda da função pública imposta em ação de improbidade administrativa atinge tanto o cargo que o infrator ocupava quando praticou a conduta ímproba quanto qualquer outro que esteja ocupando ao tempo do trânsito em julgado da sentença condenatória".
A fundamentação para essa perda é, segundo o relator do voto vencedor:
"que a perda de cargo é aplicável à função exercida pelo agente público no momento do trânsito em julgado da ação. Segundo ele, a sanção – prevista no artigo 12 da Lei 8.429/1992 – visa afetar o vínculo jurídico que o agente mantém com a administração pública, seja qual for sua natureza, uma vez que a improbidade não está ligada ao cargo, mas à atuação na administração pública. Francisco Falcão observou que essa questão tem sido amplamente discutida no STJ, e a Segunda Turma possui jurisprudência firme no sentido de que a sanção de perda da função pública pretende extirpar da administração aquele que exibiu inidoneidade (ou inabilitação) moral e desvio ético para o exercício do cargo – o que abrange qualquer atividade que o agente esteja exercendo ao tempo do trânsito em julgado (REsp 924.439). "Quem exerce um cargo público e, se aproveitando da função pública, se locupleta do poder que exerce sobre essa atividade, merece ser punido com rigor. Assim, qualquer que seja a atividade que o agente esteja exercendo ao tempo da condenação irrecorrível, ele deve ser afastado", afirmou."
Parece, pois, que a mesma ratio poderia ser aplicável às ações penais. Mas... não é!
Com efeito o STJ tem acórdão oriundo de ação penal afirmando que só se pode perder o cargo que houver conexão com o delito:
"A perda do cargo público, por violação de dever inerente a ele, necessita ser por crime cometido no exercício desse cargo, valendo-se o envolvido da função para a prática do delito. No caso, a fundamentação utilizada na origem para impor a perda do cargo referiu-se apenas ao cargo em comissão ocupado pelas pacientes na comissão de licitação quando da prática dos delitos, que não guarda relação com o cargo efetivo, ao qual também foi, sem fundamento idôneo, determinada a perda" – afirmou o relator, ministro Sebastião Reis Júnior. (STJ. HC 482458 )
  1. Requisitos
Como se nota da leitura do art. 92, há duas situações diferentes: a primeira, mais grave, trata do agente que praticou ato com abuso de poder ou violação de dever para com a Administração Pública. Veja que, como se trata de crime praticado com ligação com as funções do agente, que age com abuso de poder ou violação de dever público, a sanção mínima exigida para perda do cargo é mais baixa: apenas 1 ano. A segunda situação não exige essa proximidade com a Administração Pública, de modo que o crime precisa ter pena mais alta para que o agente corra o risco de perder o cargo: o que somente ocorrerá se a condenação for a pena privativa de liberdade por tempo superior a 4 anos! Há, assim, certa racionalidade na sanção.
O artigo fala em "pena privativa de liberdade" o que nos faz questionar sobre as penas restritivas de direitos.
Em acórdão com o qual tenho certa dificuldade em concordar (foda-se, minha opinião não conta, lembre-se), o STJ afirmou que mesmo que a pena privativa de liberdade tenha sido substituída por restritiva de direitos a sanção é aplicável, vez que "a perda do cargo não está adstrita à efetiva privação da liberdade do réu" (STJ AgRg no Resp 1208940).
  1. Casos específicos
6.1. A perda do mandato dos deputados federais e senadores
Não se pode aplicar o art. 92, do Código Penal sem antes analisar o art. 55, §2º, da CF:
Art. 55. Perderá o mandato o Deputado ou Senador: [...] III - que deixar de comparecer, em cada sessão legislativa, à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada; [...] VI - que sofrer condenação criminal em sentença transitada em julgado. § 1º - É incompatível com o decoro parlamentar, além dos casos definidos no regimento interno, o abuso das prerrogativas asseguradas a membro do Congresso Nacional ou a percepção de vantagens indevidas. § 2º Nos casos dos incisos I, II e VI, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
O STF assim interpreta a questão, equalizando os incisos III e VI acima:
Perda do mandato parlamentar. É da competência das Casas Legislativas decidir sobre a perda do mandato do congressista condenado criminalmente (art. 55, VI e § 2º, da CF). Regra excepcionada – adoção, no ponto, da tese proposta pelo eminente revisor, ministro Luís Roberto Barroso – quando a condenação impõe o cumprimento de pena em regime fechado, e não viável o trabalho externo diante da impossibilidade de cumprimento da fração mínima de 1/6 da pena para a obtenção do benefício durante o mandato e antes de consumada a ausência do congressista a 1/3 das sessões ordinárias da Casa Legislativa da qual faça parte. Hipótese de perda automática do mandato, cumprindo à Mesa da Câmara dos Deputados declará-la, em conformidade com o art. 55, III, § 3º, da CF. Precedente: MS 32.326 MC/DF, rel. min. Roberto Barroso, 2-9-2013. [AP 694, rel. min. Rosa Weber, j. 2-5-2017, 1ª T, DJE de 31-8-2017.] AP 565, rel. min. Cármen Lúcia, j. 8-8-2013, P, DJE de 23-5-2014 Vide AP 996, rel. Min. Edson Fachin, j. 29-5-2018, 2ª T, DJE de 8-2-2019
Ou seja: regra: a Casa decide sobre a perda do mandato; exceção: se a condenação em regime fechado impossibilitar o comparecimento à terça parte das sessões ordinárias da Casa.
Entre a perda por decisão da Casa e a perda por impossibilidade de comparecimento ao mínimo das sessões temos o que gera uma das figuras mais estapafúrdias do direito brasileiro: o parlamentar presidiário. O sujeito foi condenado, por exemplo, a uma pena a ser cumprida em regime semiaberto, o que o permite trabalhar, mas deve dormir no presídio. Assim, o parlamentar pode durante o dia influenciar nos rumos da nação, votando matérias da mais alta importância, desde que, à noite, se recolha ao cárcere :)
6.2. Membros do MP
A questão aqui é simples: para que um membro do MP perca seu cargo são necessárias duas condenações, uma em ação penal e outra em ação cível específica, ou basta uma só?
A controvérsia surge da leitura do art. 38, §1º, I a III, da LONMP:
Art. 38. Os membros do Ministério Público sujeitam-se a regime jurídico especial e têm as seguintes garantias: [...] § 1º O membro vitalício do Ministério Público somente perderá o cargo por sentença judicial transitada em julgado, proferida em ação civil própria, nos seguintes casos: I - prática de crime incompatível com o exercício do cargo, após decisão judicial transitada em julgado; II - exercício da advocacia; III - abandono do cargo por prazo superior a trinta dias corridos.
Veja que a lei expressamente cita "ação civil" própria.
A doutrina de Mazzili, referência dentro do próprio MP, considera a norma excessivamente protetiva e argumenta que se a lei poderia prever outras hipóteses de perda do cargo respeitando a necessidade de trânsito em julgado para tanto, sendo aplicável, pois, a sanção do art. 92, do CP.
Porém, o STJ faz uma interpretação mais próxima da literalidade do artigo e afirma serem necessárias duas ações: uma penal e, posteriormente, outra cível (REsp 1251621).
submitted by StudyItAgain to direito [link] [comments]


2020.10.26 21:32 StudyItAgain Perda do cargo público por condenação criminal judicial transitada em julgado

  1. Localização do tema: Direito Penal: Sentença penal condenatória. Efeitos.
  2. Objetivo: entender as situações nas quais o agente público perderá o cargo que ocupa após ser condenado criminalmente.
  3. Marco normativo: art. 92, do Código Penal
Art. 92 - São também efeitos da condenação:
I - a perda de cargo, função pública ou mandato eletivo:
a) quando aplicada pena privativa de liberdade por tempo igual ou superior a um ano, nos crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever para com a Administração Pública;
b) quando for aplicada pena privativa de liberdade por tempo superior a 4 (quatro) anos nos demais casos.
[...]
Parágrafo único - Os efeitos de que trata este artigo não são automáticos, devendo ser motivadamente declarados na sentença. (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)

  1. E se o agente praticou o crime no cargo X, mas atualmente ocupa o cargo Y? Poderá perder esse último?
Segundo Masson (Direito Penal - Parte Geral, v. 1, p. 698)
"Via de regra, esse efeito da condenação restringe-se ao cargo, função pública ou mandato eletivo ocupado pelo funcionário público na data em ue o crime foi praticado. No caso concreto, entretanto, o magistrado pode estendê-lo a cargo, função ou mandato eletivo diverso, exercido pelo agente ao tempo da condenação, caso entenda que o novo posto guarda relação com as atribuições anteriores".
O professor Masson cita como referência o REsp. 1.452.935.
Todavia, o STJ, julgando ação de improbidade administrativa (portanto, não se trata de condenação penal), decidiu mais recentemente que:
"... a penalidade de perda da função pública imposta em ação de improbidade administrativa atinge tanto o cargo que o infrator ocupava quando praticou a conduta ímproba quanto qualquer outro que esteja ocupando ao tempo do trânsito em julgado da sentença condenatória".
A fundamentação para essa perda é, segundo o relator do voto vencedor:
"que a perda de cargo é aplicável à função exercida pelo agente público no momento do trânsito em julgado da ação.
Segundo ele, a sanção – prevista no artigo 12 da Lei 8.429/1992 – visa afetar o vínculo jurídico que o agente mantém com a administração pública, seja qual for sua natureza, uma vez que a improbidade não está ligada ao cargo, mas à atuação na administração pública.
Francisco Falcão observou que essa questão tem sido amplamente discutida no STJ, e a Segunda Turma possui jurisprudência firme no sentido de que a sanção de perda da função pública pretende extirpar da administração aquele que exibiu inidoneidade (ou inabilitação) moral e desvio ético para o exercício do cargo – o que abrange qualquer atividade que o agente esteja exercendo ao tempo do trânsito em julgado (REsp 924.439).
"Quem exerce um cargo público e, se aproveitando da função pública, se locupleta do poder que exerce sobre essa atividade, merece ser punido com rigor. Assim, qualquer que seja a atividade que o agente esteja exercendo ao tempo da condenação irrecorrível, ele deve ser afastado", afirmou."
Parece, pois, que a mesma ratio poderia ser aplicável às ações penais. Mas... não é!
Com efeito o STJ tem acórdão oriundo de ação penal afirmando que só se pode perder o cargo que houver conexão com o delito:
"A perda do cargo público, por violação de dever inerente a ele, necessita ser por crime cometido no exercício desse cargo, valendo-se o envolvido da função para a prática do delito. No caso, a fundamentação utilizada na origem para impor a perda do cargo referiu-se apenas ao cargo em comissão ocupado pelas pacientes na comissão de licitação quando da prática dos delitos, que não guarda relação com o cargo efetivo, ao qual também foi, sem fundamento idôneo, determinada a perda" – afirmou o relator, ministro Sebastião Reis Júnior. (STJ. HC 482458 )

  1. Requisitos
Como se nota da leitura do art. 92, há duas situações diferentes: a primeira, mais grave, trata do agente que praticou ato com abuso de poder ou violação de dever para com a Administração Pública. Veja que, como se trata de crime praticado com ligação com as funções do agente, que age com abuso de poder ou violação de dever público, a sanção mínima exigida para perda do cargo é mais baixa: apenas 1 ano. A segunda situação não exige essa proximidade com a Administração Pública, de modo que o crime precisa ter pena mais alta para que o agente corra o risco de perder o cargo: o que somente ocorrerá se a condenação for a pena privativa de liberdade por tempo superior a 4 anos! Há, assim, certa racionalidade na sanção.
O artigo fala em "pena privativa de liberdade" o que nos faz questionar sobre as penas restritivas de direitos.
Em acórdão com o qual tenho certa dificuldade em concordar (foda-se, minha opinião não conta, lembre-se), o STJ afirmou que mesmo que a pena privativa de liberdade tenha sido substituída por restritiva de direitos a sanção é aplicável, vez que "a perda do cargo não está adstrita à efetiva privação da liberdade do réu" (STJ AgRg no Resp 1208940).

  1. Casos específicos
6.1. A perda do mandato dos deputados federais e senadores
Não se pode aplicar o art. 92, do Código Penal sem antes analisar o art. 55, §2º, da CF:
Art. 55. Perderá o mandato o Deputado ou Senador:
[...]
III - que deixar de comparecer, em cada sessão legislativa, à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada;
[...]
VI - que sofrer condenação criminal em sentença transitada em julgado.
§ 1º - É incompatível com o decoro parlamentar, além dos casos definidos no regimento interno, o abuso das prerrogativas asseguradas a membro do Congresso Nacional ou a percepção de vantagens indevidas.
§ 2º Nos casos dos incisos I, II e VI, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.

O STF assim interpreta a questão, equalizando os incisos III e VI acima:
Perda do mandato parlamentar. É da competência das Casas Legislativas decidir sobre a perda do mandato do congressista condenado criminalmente (art. 55, VI e § 2º, da CF). Regra excepcionada – adoção, no ponto, da tese proposta pelo eminente revisor, ministro Luís Roberto Barroso – quando a condenação impõe o cumprimento de pena em regime fechado, e não viável o trabalho externo diante da impossibilidade de cumprimento da fração mínima de 1/6 da pena para a obtenção do benefício durante o mandato e antes de consumada a ausência do congressista a 1/3 das sessões ordinárias da Casa Legislativa da qual faça parte. Hipótese de perda automática do mandato, cumprindo à Mesa da Câmara dos Deputados declará-la, em conformidade com o art. 55, III, § 3º, da CF. Precedente: MS 32.326 MC/DF, rel. min. Roberto Barroso, 2-9-2013. [AP 694, rel. min. Rosa Weber, j. 2-5-2017, 1ª T, DJE de 31-8-2017.] AP 565, rel. min. Cármen Lúcia, j. 8-8-2013, P, DJE de 23-5-2014 Vide AP 996, rel. Min. Edson Fachin, j. 29-5-2018, 2ª T, DJE de 8-2-2019
Ou seja: regra: a Casa decide sobre a perda do mandato; exceção: se a condenação em regime fechado impossibilitar o comparecimento à terça parte das sessões ordinárias da Casa.
Entre a perda por decisão da Casa e a perda por impossibilidade de comparecimento ao mínimo das sessões temos o que gera uma das figuras mais estapafúrdias do direito brasileiro: o parlamentar presidiário. O sujeito foi condenado, por exemplo, a uma pena a ser cumprida em regime semiaberto, o que o permite trabalhar, mas deve dormir no presídio. Assim, o parlamentar pode durante o dia influenciar nos rumos da nação, votando matérias da mais alta importância, desde que, à noite, se recolha ao cárcere :)
6.2. Membros do MP
A questão aqui é simples: para que um membro do MP perca seu cargo são necessárias duas condenações, uma em ação penal e outra em ação cível específica, ou basta uma só?
A controvérsia surge da leitura do art. 38, §1º, I a III, da LONMP:
Art. 38. Os membros do Ministério Público sujeitam-se a regime jurídico especial e têm as seguintes garantias:
[...]
§ 1º O membro vitalício do Ministério Público somente perderá o cargo por sentença judicial transitada em julgado, proferida em ação civil própria, nos seguintes casos:
I - prática de crime incompatível com o exercício do cargo, após decisão judicial transitada em julgado;
II - exercício da advocacia;
III - abandono do cargo por prazo superior a trinta dias corridos.

Veja que a lei expressamente cita "ação civil" própria.
A doutrina de Mazzili, referência dentro do próprio MP, considera a norma excessivamente protetiva e argumenta que se a lei poderia prever outras hipóteses de perda do cargo respeitando a necessidade de trânsito em julgado para tanto, sendo aplicável, pois, a sanção do art. 92, do CP.
Porém, o STJ faz uma interpretação mais próxima da literalidade do artigo e afirma serem necessárias duas ações: uma penal e, posteriormente, outra cível (REsp 1251621).
submitted by StudyItAgain to ConcursosBR [link] [comments]


2020.10.26 17:40 Pablogelo Você sabe que tá complicado o enfrentamento do Bolsonaro quando a maior oposição que ele tá tendo é o Doria

Vale dizer que isso não é um elogio ao Doria e sim um desabafo, ele é um ex-bolsonarista (não por realmente acreditar naquilo, só por cinismo de navegar na maior onda, mas isso não melhora ele, se um médico apoiar que se deve cortar a perna de alguém mesmo sabendo que não vai melhorar e só vai lucrar com aquilo, não o torna melhor que o médico que acredita erroneamente naquilo, enfim analogias)
Nos últimos 1-2 meses, o nome em específico que o bolsonaro mais tem dado atenção e criticado, é o do Doria, percebam: Não é nenhum opositor de esquerda, bolsonaro quase não perde tempo com dilma, lula, haddad mais. No final do ano de 2019, podia-se dizer que a maior oposição que bolsonaro tinha era o Rodrigo Maia, era até o alvo mais frequentes do bots no twitter, mesmo ele apoiando medidas pelo governo. Mas vocês veem a decadência que tá quando a maior oposição que bolsonaro vê era alguém de centro-direita e agora migrou pra alguém da própria direita. Me pergunto, será assim até 2022? Ninguém na esquerda tá conseguindo se consolidar tanto no popular nacionalmente ao ponto do bolsonaro se preocupar em perder pra essa pessoa e com isso precisar difamar ela diretamente? Caralho o que tá acontecendo pô?
Última vez que ele falou "Haddad" no twitter foi em 2019
Última vez que ele falou "Lula" no twitter foi 22 de janeiro
Última vez que ele falou "Rodrigo Maia" no twitter foi em maio
Doria teve um tweet agora em outubro mas antes disso tinha 0 também, então a preocupação com doria começou recentemente
Pode não parecer muito, mas Trump tweeta frequentemente sobre os opositores dele, pra manter o palanque de medo/ódio justamente porque infla os ânimos da base dele e é algo que ele foi precisando eleitoralmente cada vez mais. É o estilo dele e também é o estilo do bolsonaro.
Quer uma prova que esse também é o estilo do bolsonaro?
Quantidade de vezes que ele disse "esquerda" no twitter ou seja ele ainda faz isso de inflar medo/ódio porém ele não se preocupa em puxar nenhum nome específico pra difamar porque ninguém tá sendo uma ameaça real a ele. É triste que já vai chegar na metade do governo e isso não ocorreu ainda.
"Ah, não é período eleitoral": Olha a quantidade de tweets citando o nome do Biden que o trump fez já em 2019, em que nem saberia se ele seria o candidato: https://twitter.com/search?q=biden%20(from%3Arealdonaldtrump)%20until%3A2020-01-29%20since%3A2018-01-01%20-filter%3Areplies&src=typed_query&f=live
"Ah mas trump acreditava que o Biden iria ganhar": Discordo mas ok, AOC não tem idade pra disputar a presidência americana, veja quantas vezes ele citou ela já em 2019: https://twitter.com/search?q=AOC%20(from%3Arealdonaldtrump)%20until%3A2020-01-29%20since%3A2018-01-01%20-filter%3Areplies&src=typed_query&f=live
Pois eles são grande oposição pra ele, enquanto isso o único nome que o bolsonaro citou em oposição a ele nos últimos 4 meses? Doria... isso é decepcionante.
Porém um ponto importante: Quantidade de vezes que bolsonaro cita "Globo" e "Folha" é bem alto, então pelo menos eles tem feito ele se movimentar, se nem nosso jornalismo o fizesse, estaríamos verdadeiramente perdidos.
submitted by Pablogelo to brasil [link] [comments]


2020.10.24 20:27 goncaloperes Diagramas sobre o panorama legal português?

Cruzei-me à pouco com um artigo que cita o "Pai" da Constituição. Pelo que vi, os livros de ensino sobre direito constitucional são da sua autoria.
Isto fez-me considerar as minhas limitações a respeito do mundo de Direito. Sei que toda a coisa (processo, entidade,...) que existe tem, ou poder ter, um, ou vários, direito(s) associado(s), que podem ser objetivos ou subjetivos, dependendo se são gerais ou pessoais, no entanto, face ao meu pouco conhecimento desta área, por forma compreender melhor um pouco do panorama em Portugal, existe algum local onde possa encontrar diagramas, por exemplo de árvore, onde se possa visualizar coisas como os direitos (constitucional, público, privado,...)?
Obrigado.
submitted by goncaloperes to portugal [link] [comments]


2020.10.23 23:41 futebolstats A Carreira de Fabinho em Números

Quando cita-se um dos melhores volantes brasileiros que atua no futebol europeu, o nome de Fabinho que atualmente joga pelo Liverpool da Inglaterra e também joga pela Seleção Brasileira, deve ser levado em conta.
Fábio Henrique Tavares nasceu em 23/10/1993 em Campinas, interior do estado de São Paulo. Antes de atuar pelo Liverpool, Fábio teve passagens pelas categorias de base do Paulínia e do Fluminense e com apenas 19 anos de idade, saiu do Brasil para jogar na Europa. Porém, o que mais se sabe sobre Fabinho? Por quais clubes atuou? Quais feitos atingiu até aqui?

Juvenil

Filho de João Roberto Tavares e de Rosangela Tavares, Fabinho é o filho mais novo deste casal que além dele, teve mais 2 filhos. Desde a infância, Fábio almejava se tornar um jogador de futebol e a partir dos 7 anos de idade, deu seus primeiros passos rumo ao seu objetivo; ingressou nas categorias de base do Paulínia Futebol Clube.
Erick Martins – técnico das categorias de base do Paulínia nesta época – foi só elogios a Fabinho e disse que o garoto reunia grandes qualidades, tais como: determinação, dedicação, comprometimento, disciplina e versatilidade. Posteriormente, aos 12 anos de idade, Fabinho passou a jogar futsal antes de considerar a ideia de se tornar jogador de futebol profissional e em 2011, próximo de completar 18 anos de idade, foi fazer testes para ingressar nas categorias de base do Fluminense Football Club do Rio de Janeiro.

A Carreira de Fabinho em Números

Fluminense

Categorias de Base

Antes de ser convocado para os treinos com o time principal do Fluminense, Fabinho jogou pela equipe sub-20 do clube carioca em 2011 e em parte do ano seguinte. Logo no início do ano seguinte, Fabinho passou a treinar com o elenco principal do Tricolor Carioca – Fluminense – e em maio do mesmo ano (2012), foi relacionado pela primeira vez para uma partida oficial.
Fabinho sendo apresentado como novo reforço do Fluminense

2012

No dia 20 de maio de 2012, Abel Braga, técnico do Fluminense nesta época, relacionou Fabinho para o jogo contra o Corinthians – válido pela 1ª rodada do Brasileirão (Campeonato Brasileiro) -, ao qual o time carioca venceu por 1-0 no Pacaembu, em São Paulo. Vale ressaltar que Fabinho foi um substituto não utilizado por Abel nessa partida. Posteriormente, ele deixou o clube sem nunca ter entrado em campo pelo time principal do Fluminense.
PdGmACACVMj no ano de 2012
00000000

Real Madrid

2012-13

Em 8 de junho de 2012, Fabinho foi contratado pelo Rio Ave de Portugal, um contrato de 6 temporadas. Na época em que estava treinando pela equipe portuguesa, Fabinho conheceu o agente Jorge Mendes, o mesmo empresário que gerencia as carreiras de Cristiano Ronaldo, David De Gea, José Mourinho, Diego Costa, James Rodríguez e João Félix. Apesar de ser um jogador que acabará de ser contratado por um time profissional, o agente português o aconselhou a jogar pelo Real Madrid Castilla da Espanha – time B do Real Madrid – para que Fabinho pudesse alavancar sua carreira e sendo assim em 19/07/2012, foi anunciado o empréstimo do brasileiro para o Real Madrid Castilla.
Em 17/08/2012, na estreia do Real Madrid Castilla nessa edição da La Liga2 (2ª divisão do Campeonato Espanhol), Alberto Toril – técnico do Castilla nessa época – promoveu a estreia de Fabinho como titular, contudo esta foi uma estreia para se esquecer, pois o time B do Real Madrid foi derrotado por 2-1 pelo Villarreal.
Em 28 de abril de 2013, em jogo da 36ª rodada da La Liga2, Fabinho marcou seu primeiro gol como profissional no empate em 3-3 com o Numancia.
Em 08/05/2013, em partida válida pela 36ª rodada da La Liga (1ª divisão do Campeonato Espanhol), José Mourinho – técnico do time principal do Real Madrid nesta época – promoveu a estreia do então lateral-direito como profissional, quando o colocou em campo no lugar de Fabio Coentrão aos 31 minutos da segunda etapa e 15 minutos depois, deu o passe para Ángel Di María fechar o placar; goleada do Real Madrid por 6-2 sobre o Málaga.
Pela 40ª rodada da 2ª Divisão do Campeonato Espanhol, em 26/05/2013, Fabinho marcou seu 2º e último tento com a camisa do Real Madrid Castilla no empate em 1-1 com o Elche.
Em suma, na sua única temporada com a camisa do Real Madrid, Fabinho disputou apenas uma partida pelo time principal do clube, por outro lado, disputou 30 partidas pelo Real Madrid Castilla, onde fez 2 gols e proveu uma assistência. Quanto ao Real Madrid Castilla, terminou em 8º lugar na 2ª Divisão do Campeonato Espanhol.
PdGmACACVMj na temporada 2012-13
31221002512
Gols marcados na La Liga2

Monaco

2013-14

Fabinho sendo apresentado como novo reforço do MonacoEm 19 de julho de 2013, Fabinho transferiu-se para o Monaco num empréstimo com de duração de 1 ano.
Em 10/08/2013, na estreia do Monaco nesta edição da Ligue 1 (Campeonato Francês), Claudio Ranieri promoveu a estreia do lateral-direito brasileiro entre os titulares e no primeiro jogo de Fabinho pelo novo clube, vitória por 2-0 sobre o Bordeaux. Na rodada seguinte do Campeonato Francês, em 18/08/2013, o novo camisa 2 do Monaco – Fabinho – proveu assistência para 1 dos 3 gols de Emmanuel Rivière na goleada por 4-1 sobre o Montpellier no Stade Louis II (estádio do Monaco).
O primeiro e único gol de Fabinho pelo Monaco nesta temporada foi o quinto da goleada por 6-0 sobre o Lens nas quartas de final da Copa da França, em 26 de março de 2014. Na fase seguinte deste torneio, em 16/04/2014, o camisa 2 da equipe monegasca – Monaco – deu o passe para o gol de Dimitar Berbatov no empate em 1-1 com o Guingamp no tempo regulamentar, contudo a equipe adversária venceu o Monaco por 3-1 na prorrogação e com isso, o Monaco estava fora da final da Copa da França 2013-14.
Em suma, na sua 1ª temporada com a camisa do time monegasco, Fabinho disputou 31 jogos, fez 1 gol e proveu 4 assistências. Quanto ao Monaco, foi vice-campeão do Campeonato Francês, chegou à semifinal da Copa da França e caiu na 3ª fase da Copa da Liga Francesa.
PdGmACACVMj na temporada 2013-14
3114402420
Gol marcado na Copa da França

2014-15

Após o término da temporada 2013-14, Claudio Ranieri não teve seu contrato renovado e com a saída do técnico italiano, o clube monegasco resolveu apostar suas fichas em um técnico português, trata-se de Leonardo Jardim.
Após o término do vínculo com o Monaco no final da temporada 2013-14, Fabinho voltou em 2 de julho de 2014 ao time em outro empréstimo de uma temporada.
Em 09/12/2014, em partida válida pela última (6ª) rodada da fase de grupos da UEFA Champions League (Liga dos Campeões), o lateral-direito brasileiro marcou seu primeiro tento nesta temporada na vitória por 2-0 sobre o Zenit da Rússia no Stade Louis II. Com um total de 11 pontos somados em 6 rodadas, o Monaco terminou na liderança do grupo C e sendo assim, classificou-se para as oitavas-de-finais deste torneio.
Pela 30ª rodada do Campeonato Francês em 22 de março de 2015, o camisa 2 do time monegasco marcou seu 2º e último tento nessa temporada no triunfo por 3-1 sobre o Stade Reims fora de casa.
Nesta mesma temporada, Leonardo Jardim adiantou Fabinho em algumas partidas. Apesar de ter atuado em boa parte da temporada como lateral-direito, o brasileiro também atuou como volante.
Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa do time monegasco, Fabinho disputou 53 partidas, fez 2 gols e proveu uma assistência. Quanto ao Monaco, terminou em 3º lugar no Campeonato Francês, chegou à semifinal da Copa da Liga Francesa, foi eliminado nas quartas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da França.
PdGmACACVMj na temporada 2014-15
5321704629
2 gols dos quais 1 foi pela UEFA Champions League e o outro pela Ligue 1

2015-16

No dia 19 de maio de 2015, após duas temporadas emprestado ao Monaco, o clube monegasco e o Rio Ave chegaram a um acordo que selou a transferência definitiva de Fabinho ao clube que disputa a Ligue 1. Também é importante mencionar que o brasileiro assinou um contrato com o Monaco pelas próximas 4 temporadas.
Por ter terminado em 3º lugar na Ligue 1 2014-15, o Monaco teria de disputar a fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões e na estreia do time nesta fase, em 28/07/2015, Fabinho foi um dos destaques da vitória por 3-1 sobre o Young Boys da Suíça fora de casa ao dar o passe para o gol de Layvin Kurzawa. No segundo confronto entre as duas equipes, o time monegasco venceu a equipe suíça por 4-0 no Stade Louis II. Posteriormente, o Monaco enfrentou o Valencia da Espanha na última fase pré-eliminatória da Champions League e diferentemente da fase anterior, levou a pior e como consequência, teve de se contentar com uma vaga na fase de grupos da UEFA Europa League 2015-16.
Em 13/09/2015, em jogo da 5ª rodada da Ligue 1, Fabinho marcou de pênalti seu primeiro tento nessa temporada e com isso, o Monaco venceu o Ajaccio fora de casa por 1-0.
Pela 7ª rodada do Campeonato Francês, em 24/09/2015, o camisa 2 do time monegasco marcou de pênalti mais uma vez e com o tento marcado por ele no último minuto de partida, o Monaco venceu o Montpellier por 3-2.
Após o gol marcado contra o Montpellier na 7ª rodada da Ligue 1, Fabinho só voltou a balançar as redes em 13/12/2015, em jogo da 18ª rodada do campeonato nacional, ao qual o time monegasco venceu o Saint-Étienne por 1-0 no Stade Louis II.
Em 3 de janeiro de 2016, em confronto válido pela 1ª fase da Copa da França, o camisa 2 da equipe monegasca marcou de pênalti seu primeiro doblete da carreira – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – na goleada por 10-2 sobre o JS Beaulieu.
Em 20/03/2016, em jogo da 31ª rodada da Ligue 1, Fabinho ganhou a chance de bater um pênalti quando sofreu falta dentro da grande área, o autor da falta foi o compatriota David Luiz, e converteu a penalidade e fechou o placar do jogo; vitória do Monaco por 2-0 sobre o Paris Saint-Germain em pleno Parc des Princes. Vale ressaltar que esta foi a primeira derrota do PSG no seu estádio desde maio de 2014.
Pela última rodada (38ª) desta edição do Campeonato Francês, em 14/05/2016, o camisa 2 do time monegasco encerrou esta temporada marcando o gol que fechou o placar da partida; vitória do Monaco por 2-0 sobre o Montpellier no Stade Louis II.
Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa dos “Rouge et Blanc”, Fabinho disputou 47 partidas, fez 8 gols e proveu 5 assistências. Quanto ao Monaco, terminou em 3º lugar no Campeonato Francês, também terminou em 3º lugar na fase de grupos da UEFA Europa League – como consequência ficou de fora da fase mata-mata deste torneio – e caiu nas oitavas-de-finais da Copa da França e da Copa da Liga Francesa.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
47851404321
8 gols dos quais 6 foram pela Ligue 1 e 2 pela Copa da França

2016-17

Assim como ocorreu na temporada anterior, o Monaco terminou em 3º lugar no Campeonato Francês e com isso, teria de disputar vaga para a fase de grupos da Liga dos Campeões através da fase pré-eliminatória e depois de estrear com derrota por 2-1 ante o Fenerbahçe da Turquia em 27 de julho de 2016, venceu por 3-1 na semana seguinte e garantiu-se na última fase pré-eliminatória da Champions League.
Em 17/08/2016, no primeiro confronto da última fase pré-eliminatória contra o Villarreal da Espanha, atuando como volante, Fabinho marcou seu primeiro tento nessa temporada de pênalti na vitória por 2-1 sobre a equipe espanhola fora de casa. No segundo confronto contra o time espanhol, em 23/08/2016, mais uma vez de pênalti, o camisa 2 do Monaco marcou o único gol da vitória sobre o Villarreal no Stade Louis II. Com um placar agregado de 3-1, o time monegasco se classificou para a fase de grupos da UEFA Champions League 2016-17.
Na estreia do Monaco nesta edição do Campeonato Francês, em 12/08/2016, o volante brasileiro marcou seu 3º gol, de pênalti novamente, no empate em 2-2 com o Guingamp fora de casa.
Em 28/08/2016, em jogo da 3ª rodada da Ligue 1, Fabinho marcou o segundo gol do triunfo por 3-1 sobre o Paris Saint-Germain no Stade Louis II. Na rodada seguinte do campeonato, o camisa 2 do time monegasco marcou seu 5º tento nessa temporada na goleada por 4-1 sobre o Lille fora de casa.
Pelo primeiro confronto das oitavas de final da Champions League contra o Manchester City da Inglaterra, em 21 de fevereiro de 2017, Fabinho proveu assistências para 1 dos 2 gols marcados por Radamel Falcao e para o gol marcado por Kylian Mbappé na derrota por 5-3 para a equipe inglesa no Etihad Stadium. No segundo confronto entre as duas equipes no Stade Louis II em 15/03/2017, com um cruzamento rasteiro de Benjamin Mendy, o camisa 2 do time monegasco marcou o segundo gol da vitória por 3-1 sobre o time inglês e com o critério do gol fora de casa, os “Rouge et Blanc” seguiram adiante na competição.
Na última rodada desta edição do Campeonato Francês, em 20/05/2017, o volante brasileiro encerrou esta temporada marcando o primeiro gol do triunfo por 3-2 sobre o Rennes fora de casa.
Em suma, em mais uma temporada com a camisa do time monegasco, Fabinho disputou 56 partidas, fez 12 gols e proveu 6 assistências. Quanto ao Monaco, foi campeão do Campeonato Francês, foi vice-campeão da Copa da Liga Francesa e chegou às semifinais da UEFA Champions League e da Copa da França.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
561261504606
12 gols dos quais 9 foram pela Ligue 1, 2 pela fase pré-eliminatória da UEFA Champions League e 1 pela UEFA Champions League

2017-18

Em 27 de agosto de 2017, em jogo da 4ª rodada da Ligue 1, Fabinho converteu um pênalti aos 34 minutos do segundo tempo e fechou o placar do jogo; goleada do Monaco por 6-1 sobre o Olympique de Marselha no Stade Louis II. Além do tento marcado, também sofreu um pênalti que foi marcado por Radamel Falcao.
Pela 12ª rodada do Campeonato Francês em 04/11/2017, o camisa 2 do time monegasco marcou 1 gol de pênalti na goleada por 6-0 sobre o Guingamp.
Em 15/12/2017, em jogo da 18ª rodada da Ligue 1, assistido por Radamel Falcao, o volante brasileiro marcou seu 3º tento nessa temporada na vitória por 4-0 sobre o Saint-Étienne fora de casa. Além do gol marcado, deu o passe para o gol de Keita Baldé.
Em 6 de janeiro de 2018, em confronto válido pela 1ª fase da Copa da França, Fabinho marcou o 4º gol da goleada por 5-2 sobre o AS Yzeure.
Pela 23ª rodada do Campeonato Francês em 28/01/2018, o camisa 2 da equipe monegasca marcou o gol que fechou o placar desta partida; empate em 2-2 com o Olympique de Marselha no Orange Vélodrome (estádio da equipe de Marselha).
Em 12/05/2018, em jogo da penúltima rodada (37ª) desta edição da Ligue 1, o volante brasileiro marcou seu 8º e último tento nessa temporada e sendo assim, o Monaco venceu o Saint-Étienne por 1-0 no Stade Louis II.
Em suma, na sua última temporada com a camisa do time monegasco, Fabinho disputou 46 partidas, fez 8 gols e proveu 5 assistências. Quanto ao Monaco, foi vice-campeão do Campeonato Francês e da Copa da Liga Francesa, caiu na 2ª fase da Copa da França e terminou em último lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões.
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
46851304097
8 gols dos quais 7 foram pela Ligue 1 e 1 pela Copa da França
Títulos que conquistou pelo Monaco - Ligue 12016-17
- O vídeo abaixo mostra todos os gols que Fabinho marcou com a camisa do Monaco - Este vídeo foi publicado no YouTube em 21 de julho de 2018por MrBoyWunder

Liverpool

2018-19

Fabinho sendo apresentado como novo reforço do LiverpoolEm 28 de maio de 2018, o Liverpool da Inglaterra anunciou que Fabinho assinaria um contrato de longo prazo com o clube, um contrato por uma taxa inicial de 39 milhões de libras (cerca de 285,5 milhões de reais) a partir de 01/07/2018.
Na estreia dos Reds – Liverpool – na fase de grupos da Champions League, em 18/09/2018, Jürgen Klopp promoveu a estreia de Fabinho quando o colocou no lugar de Sadio Mané a 1 minuto do fim do jogo, ao qual o Liverpool venceu o Paris Saint-Germain por 3-2 no Anfield Road (estádio do Liverpool).
Em 26/09/2018, em confronto válido pela 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa, o volante brasileiro fez sua estreia como titular pelo novo clube no revés por 2-1 ante o Chelsea no Anfield Road.
Fabinho fez a sua estreia pela Premier LeagueCampeonato Inglês – no triunfo por 1-0 sobre o Huddersfield Town em 20/10/2018. Ele entrou em campo aos 24 minutos da segunda etapa no lugar de Adam Lallana. Na rodada seguinte da Premier League, em 27/10/2018, o novo camisa 3 dos Reds – Fabinho – fez sua estreia como titular e foi uma estreia em tanto; goleada do Liverpool por 4-1 sobre o Cardiff em Anfield. Fabinho compôs o meio-campo ao lado de Georginio Wijnaldum e teve uma atuação que lhe rendeu muitos elogios da “Sky Sports”.
Em 16/12/2018, em jogo da 17ª rodada da Premier League, o novo camisa 3 dos Reds foi eleito “The man of the Match” – homem da partida – após a grande atuação na vitória por 3-1 sobre o Manchester United. Inclusive, deu o passe para o gol de Sadio Mané no jogo.
Pela 19ª rodada do Campeonato Inglês, em 26/12/2018, Fabinho marcou seu primeiro e único tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Newcastle em Anfield.
Em 7 de janeiro de 2019, em confronto válido pela 3ª rodada da Copa da Inglaterra, Klopp escalou o camisa 3 como zagueiro contra o Wolverhampton e apesar do revés por 2-1, o treinador foi só elogios ao jogador brasileiro. Cinco dias depois, em jogo da 22ª rodada da Premier League, o treinador alemão escalou Fabinho como zagueiro novamente e com outra grande atuação dele, os Reds venceram o Brighton por 1-0 no AMEX Stadium. Com suas atuações, Klopp estava feliz, inclusive afirmou que “ganhou uma nova opção para a defesa”.
Em 01/06/2019, o Liverpool enfrentou o Tottenham na final da UEFA Champions League 2018-19 e Fabinho atuou como titular nesse jogo, ao qual os Reds venceram e sagraram-se campeões do torneio pela 6ª vez na sua história. A trajetória do Liverpool rumo ao título foi assim> após o sorteio dos grupos, definiu-se que os Reds integrariam o grupo C ao lado de Paris Saint-Germain da França, Napoli da Itália e Estrela Vermelha da Sérvia. Com um total de 9 pontos somados – 3 vitórias e 3 derrotas -, terminou em 2º lugar no grupo e se classificou para a fase de mata-mata do torneio.
Nas oitavas de final, o Liverpool enfrentou o Bayern de Munique da Alemanha e após um empate em 0-0 no primeiro confronto em Anfield, os Reds venceram a equipe alemã em Munique por 3-1 e seguiram adiante no torneio.
Nas quartas de final, o Liverpool enfrentou o Porto de Portugal e com a vantagem de 6-1 no placar agregado – vitórias por 2-0 e 4-1 respectivamente -, classificou-se para a fase seguinte.
Na semifinal, os Reds enfrentaram o Barcelona da Espanha e após um revés de 3-0 no Camp Nou, o Liverpool se superou, mesmo com desfalques importantes, e venceu o time espanhol por 4-0 e se garantiu na final da UEFA Champions League 2018-19.
Na final, outra equipe inglesa no caminho do Liverpool – o Tottenham – e contando com Fabinho, que jogou os 90 minutos, venceu por 2-0 e com isso, sagrou-se campeão do torneio.
Fabinho e o troféu da UEFA Champions League 2018-19Em suma, na sua 1ª temporada na Inglaterra, Fabinho disputou 41 jogos, fez 1 gol e proveu duas assistências. Quanto ao Liverpool, além de ter sido campeão da Liga dos Campeões, foi vice-campeão do Campeonato Inglês e caiu logo nas primeiras fases de mata-mata da Copa da Liga Inglesa e da Copa da Inglaterra.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
41121002916
Gol marcado na Premier League

2019-20

Em 14 de agosto de 2019, Fabinho jogou os 90 minutos da decisão da Supercopa da UEFA contra o Chelsea, ao qual as duas equipes empataram em 1-1 e posteriormente, o volante brasileiro também jogou a prorrogação e houve um novo empate, desta vez em 2-2 e com isso, houve disputa por pênaltis. Nas penalidades, Fabinho foi o segundo jogador a cobrar pelo Liverpool e também a converter seu pênalti e com isso, os Reds levaram a melhor e venceram por 5-4 na disputa por pênaltis e sagraram-se campeões da Supercopa da UEFA 2019.
Em 27/10/2019, em jogo da 10ª rodada da Premier League, o camisa 3 dos Reds recebeu diversos elogios dos fãs por seu desempenho na vitória por 2-1 sobre o Tottenham em Anfield.
O primeiro gol de Fabinho na temporada foi marcado contra o Manchester City em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Inglês, em 10/11/2019, ao qual os Reds venceram por 3-1 em Anfield.
Em 27/11/2019, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da Champions League, Fabinho sofreu uma lesão depois de disputar uma bola no ar com um jogador do Napoli da Itália e em decorrência disso, deixou o campo ainda aos 19 minutos da primeira etapa para dar lugar a Georginio Wijnaldum. Quanto ao resultado do jogo, as duas equipes empataram em 1-1. Dois dias depois, o clube anunciou que a lesão manteria Fabinho fora de ação até o início do ano de 2020 e como consequência, ficou de fora da disputa do Mundial Interclubes da FIFA.
Pela 29ª rodada do Campeonato Inglês, em 7 de março de 2020, Fabinho jogou os 90 minutos da vitória por 2-1 sobre o Bournemouth em Anfield. Após este jogo, a Premier League e a maioria dos campeonatos ao redor do mundo foram paralisados devido à pandemia de COVID-19 – Novo Coronavírus – e após um hiato de 3 meses, o campeonato retornou na segunda quinzena de junho.
Em 24/06/2020, em jogo da 31ª rodada da Premier League, o camisa 3 dos Reds marcou seu 2º e último tento nessa temporada na goleada por 4-0 sobre o Crystal Palace. Além do gol marcado, deu o passe para o gol de Mohamed Salah. Nessa mesma rodada, o Manchester City tropeçou contra o Chelsea e mesmo faltando 7 rodadas para o fim do campeonato, o Liverpool não podia mais ser alcançado e sendo assim, após um jejum de 30 anos, sagrou-se campeão nacional.
Em suma, na sua 2ª temporada na Inglaterra, Fabinho disputou 39 partidas, fez 2 gols e proveu 4 assistências. Quanto ao Liverpool, terminou o Campeonato Inglês, foi campeão do Campeonato Inglês, Supercopa da UEFA e do Mundial Interclubes da FIFA, foi vice-campeão da Supercopa da Inglaterra, chegou às quartas de final da Copa da Liga Inglesa e caiu nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da Inglaterra.
PdGmACACVMj na temporada 2019-20
3924802925
Gols marcados na Premier League

2020-21

Na estreia do Liverpool nesta edição da Premier League em 12 de setembro de 2020, Fabinho não marcou gol e também não proveu assistências na vitória por 4-3 sobre o Leeds United em Anfield, mas acabou sofrendo o pênalti que foi convertido por Salah aos 43 minutos da segunda etapa.
Até aqui, Fabinho proveu uma assistência em 8 partidas disputadas.
PdGmACACVMj na temporada 2020-21
80110616
a temporada 2020-21 está em andamento
Títulos que conquistou pelo Liverpool - Premier League: 2019-20 - UEFA Champions League: 2018-19 - Supercopa da UEFA: 2019
- O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de Fabinho com a camisa do Liverpool - Este vídeo foi publicado no YouTube há cerca de 1 ano atrás por Liverpool Edits

Números de Fabinho na Seleção Brasileira

Brasil

Seleções de Base

Antes de atuar pela seleção principal do Brasil, Fabinho teve passagens pelas seleções sub-20 e sub-23 do Brasil. Em suma, Fábio jogou 5 partidas pela seleção sub-20 e 6 partidas pela sub-23.

Seleção Principal


Copa América 2015


Copa América Centenário 2016


Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022


TOTAL

PdGmACACVMj
12011603

Considerações Finais


O post A Carreira de Fabinho em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3dRN62E
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.10.16 20:41 futebolstats A Carreira de Luis Alberto em Números

Quando cita-se um dos melhores meias do futebol italiano da atualidade, o nome de Luis Alberto que atua pela Lazio e que também joga pela seleção da Espanha, deve ser levado em conta.
Luis Alberto Romero Alconchel nasceu em 28/09/1992 em San José del Valle, província de Cádiz, na Espanha. Antes de atuar pela Lazio, Alberto iniciou sua carreira como profissional no Sevilla Atlético – time b do Sevilla – e por conseguinte, jogou em mais 4 equipes antes de atuar pelo time italiano. Porém, o que mais se sabe sobre Luis Alberto? Por quais clubes atuou até aqui? Quais feitos atingiu ao longo de sua carreira?

Juvenil

Antes de ingressar nas categorias de base do Sevilla, Luis Alberto deu os seus primeiros passos no futebol no Xerez, clube da cidade de Jerez de la Frontera, comunidade autônoma de Andaluzia, sul da Espanha. Em 2004, ingressou nas categorias de base do Sevilla Fútbol Club.

A Carreira de Luis Alberto em Números

Sevilla

Categorias de Base

Como já foi dito anteriormente, Luis Alberto ingressou nas categorias de base do Sevilla em 2004 e quando completou 17 anos, em 2009, passou a atuar pela equipe C dos Palanganas – Sevilla – onde marcou 7 tentos em 20 partidas disputadas.

Sevilla Atlético

(2010 a 2012)

Luis Alberto na época em que atuava pelo Sevilla AtleticoNa temporada 2010-11, Luis Alberto atuou mais pelo time B do Sevilla – Sevilla Atletico – do que pela equipe principal do clube. Mas, vale ressaltar que atuando pelo Sevilla Atletico na 2ª B – 3ª divisão do futebol espanhol -, Alberto marcou 15 tentos em 38 rodadas e além disso, o Sevilla Atletico terminou em 2º lugar no grupo 4 e com isso, ganhou a chance de disputar os playoffs da La Liga2 (2ª divisão do futebol espanhol).
O primeiro adversário do Sevilla Atletico na fase de playoffs foi o Real Unión. No primeiro confronto entre as duas equipes, vitória do Real Unión por 2-1. No segundo confronto, contando com Luis Alberto, o Sevilla Atletico venceu por 3-0. Inclusive, ele foi o autor do segundo gol da equipe b do Sevilla. Na fase seguinte, enfrentou o CD Guadalajara, que venceu o Sevilla Atletico por 4-1. No segundo confronto, a equipe b do Sevilla venceu por 3-1, mas precisava de um resultado melhor e como consequência, o Sevilla Atletico amargou mais uma temporada na 3ª divisão do futebol espanhol.
Na temporada 2011-12, Luis Alberto ganhou mais minutos no time principal do Sevilla, mas ainda assim jogava mais pelo time b do que pela equipe principal do clube e diferentemente do que ocorreu na temporada anterior, desta vez marcou “apenas” 7 gols em 38 rodadas da 2ª B e também é importante mencionar que o Sevilla Atletico terminou em 10º lugar no grupo 4 e sendo assim, sequer se classificou para a fase de playoffs da 2ª divisão.

Sevilla

2010-11

Em 10 de novembro de 2010, no segundo confronto da 4ª fase da Copa do Rei contra o Real Unión, Gregorio Manzano – técnico do Sevilla nesta época – promoveu a estreia de Luis Alberto como profissional quando o colocou em campo aos 24 minutos da segunda etapa no lugar de Alejandro Alfaro. Na sua estreia como profissional, o Sevilla venceu os Real Unión por 6-1.
Em 16 de abril de 2011, em jogo da 32ª rodada da La Liga (1ª divisão do Campeonato Espanhol), Manzano colocou Luis Alberto em campo aos 17 minutos do segundo tempo no lugar de Rodri, porém esta foi uma estreia para se esquecer de Alberto, pois o Sevilla foi derrotado pelo Getafe por 1-0.
Em 21/05/2011, em partida válida pela última rodada desta edição do Campeonato Espanhol, Manzano promoveu a estreia de Luis Alberto entre os titulares e o jovem meia de 18 anos foi um dos destaques da vitória por 3-2 sobre o Espanyol ao prover assistência para o gol de Frédéric Kanouté.
PdGmACACVMj na temporada 2010-11
30100122
Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2011-12

Após o fim da temporada 2010-11, Gregorio Manzano aceitou a oferta do Atlético de Madrid e sendo assim, o Sevilla teve de ir atrás de outro treinador e com isso, agiu rápido e anunciou Marcelino como novo técnico dos Palanganas para a temporada 2011-12.
Em 25 de outubro de 2011, em jogo da 10ª rodada da La Liga, Marcelino colocou Luis Alberto em campo aos 28 minutos do segundo tempo no lugar de Coke e ele jogou o restante do jogo. Quanto ao resultado da partida, empate em 2-2 com o Racing Santander no Ramón Sánchez Pizjuán (estádio do Sevilla). Posteriormente, Alberto jogou parte do segundo tempo das duas rodadas seguintes – revés por 2-1 ante o Granada e empate em 0-0 com o Mallorca – e depois disso, voltou a atuar pelo Sevilla Atletico.
Em 29 de abril de 2012, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Espanhol, o jovem meia de 19 anos jogou os últimos 30 minutos da derrota por 3-0 diante do Real Madrid no Santiago Bernabéu. Três dias depois, em jogo adiado da 20ª rodada do Campeonato Espanhol, Luis Alberto jogou os últimos 5 minutos da derrota por 2-1 ante o Real Bétis em pleno Ramón Sánchez Pizjuán. Esta foi a última partida de Luis Alberto como jogador do Sevilla, pois o clube optou por emprestá-lo para um outro time.
PdGmACACVMj na temporada 2011-12
6001089

Barcelona B

2012-13

Em agosto de 2012, Luis Alberto foi emprestado ao Barcelona B por uma temporada, com a equipe catalã – Barcelona – tendo a opção de fazer a mudança permanente no final da temporada.
Em 02/09/2012, em jogo da 3ª rodada da La Liga2 (2ª divisão do futebol espanhol), Eusebio – técnico da equipe b do Barcelona – promoveu a estreia de Alberto quando o colocou em campo aos 30 minutos da segunda etapa no lugar de Sergi Roberto na vitória por 2-0 sobre o CE Sabadell. Na rodada seguinte do campeonato, em 08/09/2012, o novo camisa 9 do Barcelona B – Luis Alberto – fez sua estreia como titular e marcou o único gol da vitória sobre o CD Guadalajara.
Pela 5ª rodada da La Liga2, em 15/09/2012, Luis Alberto marcou seu 2º tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Ponferradina. Além de ter feito 1 gol, proveu assistência para o gol de Cristian Lobato. Na rodada seguinte, em 22/09/2012, o camisa 9 do Barcelona B fez o primeiro gol da vitória por 3-0 sobre o Hércules.
Em 13/10/2012, em jogo da 9ª rodada da La Liga2, Luis Alberto marcou seu 4º tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Sporting Gijón no Mini Estadi (estádio do Barcelona B). Na rodada seguinte da 2ª divisão do futebol espanhol, em 31/10/2012, Alberto foi um dos destaques da goleada por 4-1 sobre o Huesca com 1 gol e assistência para o gol de Sergi Gómez.
Em 9 de março de 2013, em jogo da 29ª rodada da La Liga2, o camisa 9 do Barcelona B marcou seu 10º tento nessa temporada no triunfo por 4-3 sobre o Córdoba no Mini Estadi. Além do tento marcado, proveu assistências para os gols de Gerard Deulofeu e de Sergio Araujo.
Pela 33ª rodada da 2ª divisão do Campeonato Espanhol em 06/04/2013, Luis Alberto marcou seu 11º e último tento nessa temporada e sendo assim, o Barcelona B empatou em 1-1 com o Mirandés.
Em suma, na sua única temporada com a camisa do Barcelona B, Luis Alberto disputou 38 partidas, fez 11 gols e proveu 18 assistências e com isso, foi o líder em assistências na La Liga2 2012-13. Quanto ao Barcelona B, terminou em 9º lugar na 2ª divisão do Campeonato Espanhol.
PdGmACACVMj na temporada 2012-13
381118403031
Gols marcados na La Liga2

Liverpool

2013-14

Luis Alberto sendo apresentado como novo reforço do LiverpoolEm 20 de junho de 2013, o Sevilla recebeu uma oferta de 6,8 milhões de libras (cerca de 48,9 milhões de reais) do Liverpool da Inglaterra por Luis Alberto. A assinatura foi concluída dois dias depois.
Em 27/08/2013, em partida válida pela 2ª rodada da Copa da Liga Inglesa, Brendan Rogers – técnico do Liverpool nessa época – promoveu a estreia do jovem meia espanhol como titular na vitória por 4-2 sobre o Notts County no Anfield Road (estádio do Liverpool). Cinco dias depois – 01/09/2013 -, em jogo da 3ª rodada da Premier League (Campeonato Inglês), Luis Alberto entrou em campo aos 38 minutos da segunda etapa no lugar de Philippe Coutinho. Quanto ao resultado do jogo, vitória por 1-0 sobre o Manchester United em Anfield.
Em 17/09/2013, em jogo da 5ª rodada da Premier League Sub-21, o jovem meia espanhol marcou um hat-trick na goleada por 5-2 sobre o Sunderland.
Pela 16ª rodada da Premier League, em 15/12/2013, Luis Alberto entrou em campo aos 34 minutos da segunda etapa no lugar de Lucas Leiva e em apenas 5 minutos em campo, deu o passe para Luis Suárez marcar o 4º gol da goleada por 5-0 sobre o Tottenham em pleno White Hart Lane (estádio do Tottenham).
Em 28 de janeiro de 2014, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Inglês, Alberto jogou os últimos 11 minutos do “Meseyside Derby” – nome dado ao clássico entre Everton e Liverpool -, ao qual os Reds – Liverpool – venceram por 4-0 em Anfield.
Em suma, na sua única temporada na Inglaterra, Luis Alberto proveu uma assistência em 12 partidas disputadas. Quanto ao Liverpool, foi vice-campeão do Campeonato Inglês, chegou às oitavas de final da Copa da Inglaterra e caiu na 3ª rodada da Copa da Liga Inglesa.
PdGmACACVMj na temporada 2013-14
133100348
Gols marcados na Premier League Sub-21

Málaga

2014-15

Em 26 de junho de 2014, Luis Alberto foi emprestado ao Málaga da Espanha, um empréstimo de uma temporada.
Na estreia dos Malaguistas – Málaga – nesta edição da La Liga, em 23/08/2014, Javi Gracia – técnico do Málaga nessa época – promoveu a estreia de Alberto entre os titulares e ele não decepcionou, marcou o único gol da vitória sobre o Athletic Bilbao na “La Rosaleda” (estádio do Málaga).
Após o gol marcado contra o Athletic Bilbao na estreia do Málaga nessa edição do Campeonato Espanhol, Luis Alberto jogou mais 4 partidas como titular e depois acabou indo parar no banco. Em 21/12/2014, em jogo da 16ª rodada da La Liga, o jovem meia de 22 anos entrou em campo aos 32 minutos do segundo tempo no lugar de Sergi Darder e logo no seu primeiro toque na bola, fez o gol que selou o resultado do jogo; vitória do Málaga por 2-1 sobre o Elche fora de casa.
Apesar de ter feito o gol que deu a vitória do Málaga sobre o Elche, Luis Alberto ainda era preterido por Javi Gracia e para piorar, sofreu uma lesão no joelho antes do término desta temporada.
Em suma, na sua única temporada com a camisa dos “Albicelestes” – Málaga -, Luis Alberto disputou 20 partidas, fez 2 gols e proveu duas assistências. Quanto ao Málaga, terminou o Campeonato Espanhol em 9º lugar e chegou às quartas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2014-15
202200846
Gols marcados na La Liga

Deportivo La Coruña

2015-16

Em 5 de julho de 2015, Luis Alberto foi anunciado como novo reforço do Deportivo La Coruña da Espanha. O Liverpool emprestou o jovem meia 22 anos para uma outra equipe espanhola. Lá, ele reencontrou o técnico Víctor Sánchez, que anteriormente era da comissão técnica do Sevilla.
Em 30/08/2015, em jogo da 2ª rodada da La Liga, Alberto fez sua estreia pelo novo clube como titular, contudo teve de dar lugar a Luisinho devido à uma falta que sofreu e ficou sentindo. Mesmo sem seu novo reforço, o La Coruña empatou em 1-1 com o Valencia no Mestalla (estádio do Valencia). Na rodada seguinte do campeonato nacional, em 14/09/2015, o novo camisa 21 do Deportivo La Coruña – Luis Alberto – marcou seu primeiro tento pelo novo clube na vitória por 3-1 sobre o Rayo Vallecano. Além do gol marcado, também contribuiu com assistência para o tento marcado por Celso Borges.
Pela 4ª rodada do Campeonato Espanhol, em 21/09/2015, Luis Alberto marcou o segundo gol dos “Branquiazuis” – Deportivo La Coruña – no revés por 3-2 ante o Sporting Gijón em pleno Riazor (estádio do La Coruña).
Após o gol marcado contra o Sporting Gijón, Alberto só voltou a balançar as redes em jogo da 18ª rodada da La Liga em 3 de janeiro de 2016, ao qual o Deportivo La Coruña perdeu para o Villarreal por 2-1 no Riazor.
Em 16/01/2016, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Espanhol, o camisa 21 dos “Branquiazuis” marcou o único tento do time no empate em 1-1 com a Real Sociedad fora de casa.
Em 06/02/2016, em jogo da 23ª rodada da La Liga, Luis Alberto marcou seu 5º tento nessa temporada no empate em 1-1 com o Sporting Gijón.
Pela 30ª rodada da La Liga, em 19/03/2016, Alberto marcou seu 6º e último tento nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Levante no Riazor.
Em suma, na sua única temporada com a camisa dos “Branquiazuis”, Luis Alberto disputou 31 jogos, fez 6 gols e proveu 8 assistências. Quanto ao Deportivo La Coruña, terminou em 15º lugar no Campeonato Espanhol – 3 posições acima da zona de rebaixamento – e chegou às oitavas de final da Copa do Rei.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
3168302227
Gols marcados na La Liga

Lazio

2016-17

Luis Alberto sendo apresentado como novo reforço da LazioEm 31 de agosto de 2016, Luis Alberto foi comprado pela Lazio da Itália por um valor próximo de 5 milhões de euros (cerca de 32,8 milhões de reais). Escolheu a camisa de número de 18.
Em 20/09/2016, em jogo da 5ª rodada da Serie A (Campeonato Italiano), Simone Inzaghi – técnico da Lazio – promoveu a estreia do jovem meia espanhol quando o colocou em campo aos 32 minutos da segunda etapa no lugar de Danilo Cataldi, porém esta foi uma estreia para se esquecer, pois a Lazio perdeu para o Milan por 2-0.
Em 15 de abril de 2017, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Italiano, Luis Alberto entrou em campo aos 36 minutos da segunda etapa no lugar de Marco Parolo e 10 minutos depois, fez o gol que evitou a derrota da Lazio diante da Genoa; empate em 2-2 entre as duas equipes.
Pela final da Copa da Itália em 17/05/2017, jogou os últimos 20 minutos do revés por 2-0 ante a Juventus.
Em suma, na sua 1ª temporada na Itália, Luis Alberto fez 1 gol e proveu duas assistências em 10 partidas disputadas. Quanto a Lazio, foi vice-campeã da Copa da Itália e terminou em 5º lugar no Campeonato Italiano. Durante a temporada, ele também pensou em se aposentar (principalmente entre fevereiro e março) do futebol.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
101200382
Gol marcado na Serie A

2017-18


PdGmACACVMj na temporada 2017-18
471219503512
12 gols dos quais 11 foram pela Serie A e 1 pela UEFA Europa League

2018-19


PdGmACACVMj na temporada 2018-19
3766612565
6 gols dos quais 4 foram pela Serie A, 1 pela UEFA Europa League e 1 pela Copa da Itália

2019-20


PdGmACACVMj na temporada 2019-20
41717703396
7 gols dos quais 6 foram pela Serie A e 1 pela Supercopa da Itália

2020-21


PdGmACACVMj na temporada 2020-21
30010239
a temporada 2020-21 está em andamento
Títulos que conquistou pela Lazio - Supercopa da Itália: 2017 e 2019 - Copa da Itália: 2018-19
- O vídeo abaixo mostra alguns dos melhores momentos de Luis Alberto com a camisa da Lazio - Este vídeo foi publicado no YouTube em 21 de abril de 2020por AJcompsHD

Números de Luis Alberto na Seleção Espanhola

Espanha

Seleções de Base


Seleção Principal


TOTAL

PdGmACACVMj
1000016
Prêmios individuais - Líder em assistências na La Liga2 2012-13 (18 assistências) - Líder em assistências na Serie A 2017-18 (14 assistências) - Melhor Jogador do Mês de Fevereiro de 2020 da Serie A

Considerações Finais


O post A Carreira de Luis Alberto em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/2T0yJzt
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]