Namoro Contato

Eu estava muito bem solteiro até que ...

2020.11.24 12:59 SantRuan Eu estava muito bem solteiro até que ...

Bem, dois anos atrás eu conheci uma garota linda no RJ em uma festa, pqp, foi tiro e queda. Devido a vários motivos da vida a gente teve que deixar de se falar, mas foi algo muito de boa para os dois lados.
Pandemia chegou, estava muito bem comigo mesmo, solteiro, cheio de contatinhos até que eu vejo uma solicitação no insta. Era ela. Eu nem me lembrava dela direito e meu core chegou a acelerar. Enfim, eu dei toda a atenção que podia, deixei ela como a preferência entre os meus contatos. Sério, se tudo fluísse bem a ideia era um namoro tranquilamente. Além disso, eu detesto ser uma pessoa que pega no pé de alguém, eu sempre dou a liberdade pra minha parceira de fazer o que quiser da vida e não a sufoco com conversas diárias do tipo "oi, tudo bem?".
A gente só teve um encontro e no pouco tempo livre que eu tenho eu tentava marcar algo com ela, mas ela nunca podia. 5 meses depois ela já não fala mais nada, não parece ter interesse algum e eu já tinha avisado que se não houver o mínimo de atenção não há relação. Ontem um amigo meu me mostrou ela no Tinder (eu sei que como estamos solteiros não existe nada de errado nisso, mas ela aparentava querer fechar um rel. comigo no início, então quando eu a vi por lá eu meio que e percebi que ela não tinha mais interesse nisso) eu deletei ela das minhas redes. Sinto que criei muita expectativa em alguém e não sei o que fiz de errado. Eu perdi várias oportunidades com outras e me decepcionei com ela.
Isso tá mais pra um desabafo
submitted by SantRuan to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.24 02:27 goofbeast Primeiro Namoro

Eu sempre foi um cara muito timido e fechado com relação a sentimentos, muitos me julgam "gay" só por eu parecer não admirar garotas da minha idade, na vdd, eu admiro muitas meninas, só que tenho vergonha desses assuntos. Com a adolescência, comecei a gostar de uma menina aqui do meu predio, não contei pra ninguém. Logo mais, descobri que ela tmbm gostava de mim, ai fiquei muito feliz, primeira vez q teria um namoro correspondido, no começo foi um amor que só, apesar de gente nem se falar, trocavamos olhares, e tal. Pedi ela em namoro e ela aceitou. Porém, é um namoro muito estranho, nós nem se falamos, raras vezes se falamos, o máximo que fazemos é abraçar um ao outro. Mas ela ainda gostava de mim, pois sentia ciumes de mim. Porém, as coisas começaram a ficar confusas, ela parou de falar comigo mais ainda, o ciumes q ela sentia, se foi, ela tinha salvo meu contato de um jeito fofo, mas ela mudou...tenho vergonha de perguntar isso pra ela ou pra amiga dela, e to muito confuso...sera q ela nao gosta mais de mim? Sera q isso é tudo paranoia? Sera q eu termino com ela ou espero pra ver? Socorro
submitted by goofbeast to desabafos [link] [comments]


2020.11.23 07:40 outsider2677 Saí com uma garota hoje...

Hey pessoas, pra quem não sabe eu fiz um desabafo aqui há um tempo atrás, aquele em que eu falei sobre ser traído após 4 anos de namoro e que agora moro com meus pais.
Primeiramente agradeço de coração as pessoas q simpatizaram e tentaram me ajudar, de verdade. E em segundo lugar, a dor do término ainda está comigo mas acredito q o pior já passou. Eu e ela cortamos contato após a última vez q nos falamos.
Agora ao desabafo, depois de passar tanto sofrimento, eu decidi mudar minha vida. Estou imensamente mais positivo atualmente com as coisas e estou tentando ser o melhor possível com meus amigos e parentes, sabe, estou dando o meu melhor pra que todo mundo q eu conheça seja ouvido, reconhecido e amado.
Hoje aceitei sair com uma amiga que eu conheço desde o ensino médio, tivemos uma leve estorinha na época mas n resultou em nada, voltei a falar com ela recentemente e ela me chamou pra sair hoje, eu aceitei e nos encontramos.
Eu confesso que fiquei muito nervoso de início maaas tentei ser o mais positivo e autêntico possível, coisa q eu havia deixado pra trás faz tempo. E mano, o "encontro" fluiu muito bem, eu fiquei genuinamente bem feliz de me encontrar com ela, como falei, tivemos uma estorinha no passado mas era coisa de adolescente, e eu nao fui com o intuito de ficar com ela e nem nada (coisa que nao aconteceu).
E eu acho que o término que eu passei me fez dar mais valor aos sentimentos das pessoas e eu acho q esse encontro saiu super bem por isso. Eu não a tratei como uma possível ficante (nunca faria isso) e sim como uma pessoa com defeitos, qualidades e vontades. E cara, eu amei demais todo o dia q passei com ela, falamos sobre sexo, namoro, amizades e até sobre um talvez futuro pra nós dois.
E eu quero agradecer todos vocês por terem me ajudado nesse perrengue que eu passei. Vocês são as melhores pessoas do reddit, de verdade.
O que eu digo é, dê amor pras pessoas sem esperar nada em troca. Eu falo por mim, pois minha natureza é pessimista e niilista (outra hora explico) e mesmo assim, o que mais tem me deixado feliz ultimamente é amar (ou pelo menos tentar) o próximo.
Amo vocês, pessoas anônimas!!!
submitted by outsider2677 to desabafos [link] [comments]


2020.11.22 00:39 Donovam777 Uma dúvida às mulheres desse sub. (Principalmente as mulheres mas caras, sintam-se a vontade de opinar)

Namoro uma moça há 7 meses, aproximadamente. Somos adultos e ela mais velha que eu. Tenho uma filha de outro relacionamento (fracassado, naturalmente)e ela não. Moro sozinho em uma casa de boa estrutura e ela também, na dela. Vivo chamando-a para dormir comigo... Namorar... Tem mais de 20 dias que não temos nenhuma relação sexual; ela sempre esquiva, diz que não tem cabeça, que vai passar, etc. Ela não parece gostar também de abraço, beijo, carícias... Quando aceita e vai dormir comigo na minha casa vem sempre nos horários mais tardes, para justamente dormir e nada mais. Pouco se preocupa com o contato físico e até mesmo o virtual; mal me dá bom dia via whatsapp. Sinto que posso ficar o dia todo sem falar e que nada acontecerá. No fundo eu comecei a me sentir mal com isso pq penso que o provavelmente o problema sou eu. Será que tenho mau hálito? Feio? Gordo? Mal de cama? Macho insuficiente? Fiz um breve resumo de tudo... A coisa é mais profunda. Enfim... Onde moro não tenho amigos e eu não tenho com quem conversar e desabafar... O que vocês acham?
submitted by Donovam777 to desabafos [link] [comments]


2020.11.19 19:35 Sad_Satisfaction_465 UM GRANDE TEXTO. AJUDE CASO LEIA, NÃO AGUENTO MAIS!

Bom sou uma pessoa qualquer que conheceu uma garota é namorou 2 anos com ela. Bem o fato que agora ela simplesmente me deixou, e tô tentando buscar alguma explicação. Bem eu vou contar toda história mesmo é assim venho pedir pra não só julgar por alguns atos mais também me ajudar.
Bem, eu tinha 19 anos, minha avó faleceu eu fiquei sem rumo na vida pois era ela minha base. Assim com um pouco de envolvimento com drogas ( maconha ) eu comecei a sair com um amigo que também fumava, então era toda madrugada de rolê. ( Devo ressaltar que moro em uma cidade litorânea então muitas pessoas de alta renda moram aqui,). Em um certo dia saímos de rolê, e esse meu amigo tem uma família de boa influência na cidade sendo ela de classe alta, então fomos na praia de madrugada e acabamos encontrando a irmã dele. Ela estava com uma amiga e mais dois amigos. Bem, fomos de encontro e conversamos lá um tempo, aconteceram algumas coisas nesse meio tempo mais nada muito interessante. Conversei muito com essa amiga da irmã do meu amigo, ela tava ficando com outro menino no dia então foi um papo super saudável. Assim fomos embora, e falei com meu amigo que tinha me amarrado nela kk, bem eu mandei msg na mesma madrugada e ela me respondeu, ( até pq o menino lá era um babaca) kkk, bem na época eu tinha uma Shineray, chamei ela pra sair e já sabe né. Depois daí começamos a se ver todo final de semana, nada sério mais era bom.
Então um certo dia, ela mandou msg falando que não dava mais, que não queria mais, então eu aceitei, tipo tudo bem, fiquei mal mais como não era nada sério de boa. Assim sai com um amigo 2 dias depois, e conheçi uma garota, mais não era uma pessoa pra ficar ao lado. Acabamos ficando e assim continuamos. Bem uma semana depois eu vi a mina que tinha me dispensado no storys, então magoou o coração, mandei msg e ela acabou falando que tava sentindo falta, assim a gente se viu e voltámos a ficar. Bem então agora eu estava ficando com duas pessoas, maaass. As duas também estavam ficando cm outras pessoas por fora, a menina que namorei não me falava mais eu sabia por fora, já a outra me falava pq no final ninguém tinha nada sério, então isso tanto faz.
Bem, eu queria algo mais com a primeira garota, era tudo que eu mais queria mesmo, ela era foda até então, e uma pessoa simplesmente legal de conhecer. Então eu fiquei alguns meses pedindo pra namorar com ela, ela negava, no caso por está dividida em ficar CMG ou com a outra pessoa que ela ficava. Bem como eu ficava cm aquela outra menina também não esquentei muito. Assim nesse meio tempo as duas descobriram que eu ficava com uma e com outra. Bem na minha cabeça tanto faz, eu só queria a menina que tinha conhecido na praia porquê querendo ou não quando a gente tava junto era bom pra krl.
E um dia ela aceitou. Então parei de ficar com a outra menina, e ficamos de boa. Bom assim começou a turbulência.
A gente começou a namorar, no dia 17, meu aniversário era dia 21, eu ia fazer 20, achei que ia passar o dia com ela, mais no final acabou que passei meu aniversário sem ninguém., Bem rolou que fizeram festa pra mim, mais a outra grt estava, bem eu fui pra não desapontar ninguém então ela ficou com raiva porque tinha a outra menina, mais eu nem tava ficando cm ela mais então tava de boa pra mim. Brigamos e resolvemos isso, bom aí veio uma fase estranha, brigamos um pouco sobre atitudes, e nunca pareceu que eu ia conseguir me adaptar aos padrões dela. Bem sei que devo ser eu sempre mais eu queria mesmo ter ela por perto. Eu amava aquela garota, não ia ter sentido ficar sem ela. Continuamos em meio isso tudo, cm 2 meses de namoro foi aniversário de um amigo meu, justamente no dia do aniversário da mãe dela, bem, ela não me convidou pra ir, quando foi a noite meu amigo me chamou eu fui, e lá estava a mina que eu eu ficava, bem, assim veio minha falha, fiquei com a garota, dei um beijo nela e ficou por isso mesmo. Sim eu tinha traido a garota eu eu mais gostava, a garota mais importante pra mim. Eu me senti muito pra baixo depois, me arrependi, mais me calei. ( Sobre isso, lembrando que ela não me chamou pro aniversário da mãe, não chamou o próprio namorado, que afinal não sabia de nada, e pra completar ela chamou o ex ficante, pq ele era amigo da família e amigo dela, bem isso fui saber só depois, mais seguimos...)
Errei, e guardei pra mim, me distanciei de tudo e todos é pensei muito no que eu tinha feito, sabia que era muito errado, sabia que se eu falasse ela não ia me perdoa. Assim foram passando os meses, e cada dia que eu acordava tinha que conquista ela dnv, digo de um jeito que ela ficasse CMG, ela falava que não tinha segurança, por causa do que tinha rolado antes da gente namorar, sendo que ela tbm ficava com outras pessoas. o foda que nessas brigas ela me humilhava muito, me tratava como lixo, e sempre estive correndo atrás. Ela disse eu não me importava, mais eu sou uma pessoa desligada pra dar as coisas, ou fazer surpresa, e meu jeito, em compensação nunca faltou nada, e sempre fiz de tudo. Bem nossa relação era grande, de intimidade gigante, ficávamos o dia inteiro junto fazendo as coisas um pro outro. Mais sempre o que fodia era essa coisa de não confiar em mim, até então eu não tinha falado o que eu tinha feito então ela não sabia. Bom eu fiz algo que na minha cabeça ia dá certo, masss,.
EU FALEI A VERDADE. Tipo eu falei o que tinha feito, eu falei que queria que ela confiasse em mim, pq eu tinha planos com ela, é tudo, a gente já tinha 8 meses de namoro então eu já tava mais focado no que queria.
Ela terminou comigo, obviamente. Fiquei 3 dias direto chorando, e CORTEI minha coxa escrevendo "LIXO", realmente eu fiquei super abalado, e desgraçadamente mal. Pedi e implorei ela pra não terminar comigo. E no 3 dia ela aceitou, tava no início da pandemia então a gente não tava se vendo. ( Sobre a gente se ver, o padrasto dela não gostava de mim então era meio difícil quando ele estava em casa pois a casa era dele, então só conseguia ver ela quando ele não estava assim eu ficava só a mãe dela que sempre foi de boa, então era assim, sempre lutamos pra nós ver ). Na pandemia ele estava, pelo menos no início era bem grave então ele ficou sem viajar pra trabalhar, assim depois de 1 mês mais ou menos consegui ver ela, no posto, foi pouco tempo, passou dias e ela conseguiu fugir pra ficar CMG fizemos isso 2 finais de semana. Bem após a mãe dela viajou pra uma cidade do Brasil, e o padrasto ficava na obra então passei o mês de julho desse ano todo na casa dela, com ela. Nesse mesmo mês foi meu aniversário de 21, e foi um dos melhores. Bem esse mês passou, nós conversamos bastante sobre as coisas que tinham acontecido, é até então tava tudo bem.
A mãe dela voltou e logo que chegou ela me disse que queria ir pra cidade que a mãe tinha ido, ver os irmãos e a família. Eu falei tudo bem, okay poxa, é no outro dia ela comprou a passagem e foi, sem muito tempo pra me ver, e se despedir de mim. Eu fiquei super mal, muito mesmo, pois mesmo falando pra ela ir, não achei que ia ser assim, do nada, ela ia voltar só depois de 30 dias, e tinha me falado que ia ser 12, bem 25 dias lá, ela terminou comigo, e eu aqui não pude fazer nada, ela não me atende mais, não me responde mais, não liga mais se tivemos ou não algo. ( Bom quero explica que foi muita coisa que a gente viveu, querendo ou não, sempre um fortaleceu o outro, sempre um ajudou o outro, sempre foi um pelo outro. Mass.,) Bom ela terminou, eu pedi pra não fazer isso, pq tínhamos conversado, é ela falou que queria um tempo, bem nesse tempo me isolei, trabalhei, e estudei. Semanas atrás vi foto dela segurando a mão de outra pessoa, e mandei msg, ela disse que tava conhecendo. E assim acabou tudo que eu tinha de feliz. ( Lembrando que ela vai voltar dia 18 de janeiro, e não sei o que fazer )
Bom eu não sei como explicar a partir desse momento mais, eu amo realmente dms ela, faria realmente qualquer coisa, ela me disse que foi, terminou, não sentiu falta é foi isso. Eu tô me sentindo vazio já tem um tempo, eu n consigo fazer nada e as vezes eu não consigo comer, bem eu posso ter errado mais não sou babaca, eu cresci bastante, nada mais tá fazendo sentido. Sei que vai tem milhares de pessoas no mundo, melhores ou piores mais essa menina realmente é uma pessoa incrível na minha forma de ver, mesmo ela fazendo isso agora, simplesmente tenho me sentindo abandonado, não quero muito contato com as pessoas, exclui as redes sociais, é eu faço música mais nem isso tem me deixado bem. Já tem umas semanas, e não é medo que isso não passe, e sim todo sentimento de não ter ela mais pra me abraçar ou pra ficar falando besteira comigo. Tô na merda galera, não quero me permitir esqueçer como se tudo fosse nada, não dá. Prefiro ficar assim.
Ass: #olixodalife
submitted by Sad_Satisfaction_465 to desabafos [link] [comments]


2020.11.19 01:20 prietoeu Eu virei oque eu sempre odiei

tl;dr
Eu me achava um cara feliz, 23 anos nas costas, trabalhava, me motivava e me cobrava mt a melhorar em tudo oque queria pra mim, academia e a 2 exatos anos eu comecei meu namoro. A menina era simplesmente perfeita para tudo que eu sempre quis mas eu sempre tive uma pulga atrás da orelha de não merecer ser feliz por traumas do meu primeiro relacionamento abusivo e de tudo que já me aconteceu nessa vida, além de achar o pq alguém como ela estaria com alguém como eu. Até que mais ou menos no meio do ano passado ocorreram algumas mudanças na empresa e eu não consegui me adaptar aos novos métodos do novo chefe (que era super desorganizado), aconteceu que do nada tudo foi por água a baixo, todo o respeito, influência e o personagem que eu tinha lá dentro escorreram em menos de 2 meses com erros tanto meus como do resto da equipe mas que caíram sobre mim. Isso me afetou muito, o cara que eu era, confiante e tal se perdeu e fiquei uma pessoa mt cabisbaixa e depressiva, reprovei na faculdade e tudo mais, só no aguardo de me demitirem. Então, uma fagulha de egocentrismo e imaturidade me deu na cabeça de que eu, aquela pessoa tão foda que eu conhecia, não podia ser a razão de tudo isso, que talvez era algo que tinha em mim que já me incomodava e acreditei ser o meu namoro. Isso foi sendo alimentado com meses passando e no começo desse ano, durante a quarentena eu acabei traindo minha namorada falando pelo whats com uma menina. Sabe aquilo do Zóio que todo mundo falou? Eu fiz a mesma coisa, tinha duas namoradas só que uma real e outra web A consciência bateu uma hora e tentei consertar, falei que queria terminar mas na hora h eu dei pra trás porque na minha cabeça "pq eu vou terminar algo que é tão bom, uma relação que realmente não tinha negativos" (acho que parece clichê o ex falando isso mas realmente, nunca brigamos, nós nós demos super bem desde o primeiro dia e desde que nos vimos a primeira vez teve amor, ela era oque eu reconheço hj como amor da minha vida) e me apliquei a ficar com ela por um tempo. Uma hr, como toda pessoa, a merda explodiu e ela soube, me ligou e fui um escroto. Ela deve ter sofrido mt
O resumo de tudo é que isso tem 6 meses já, já ouvi de tudo dos meus amigos, que é carência, que é querer atenção, que é querer replay mas eu não tiro ela da minha cabeça. Eu tentei seguir em frente, arranjar outras pessoas e em todas as vezes que cheguei a sair com qualquer menina, eu não conseguia beijar. Desde que eu a conheci eu NUNCA beijei outra menina, NUNCA MESMO. Eu me percebi que em diversos aspectos o cara que eu achava ser, aquela imagem do popular, líder do grupo de amigos e o cara legal que tinha, por trás eu só era um mlk depressivo e autodestrutivo. Eu tentei diversas vezes contato com ela de novo, com medo até de parecer um perturbado doente e fiz o clichezasso de implorar pra voltar. Mas pq ela voltaria? Eu fiz com ela exatamente oque minha ex fez comigo, oque meu pai fez com a minha mãe. Eu acho que aprendi com meu erro, percebi que ela era sim o amor da minha vida e deixei passar da pior forma possível Ela me odeia tanto quanto me odeio agora, isso me dói demais, hoje eu mandei um Oi pq realmente precisava de alguém pra desabafar, dizer pra ela que tô tentando como ela me disse pra fazer mas eu só estou fazendo pq sinto que deveria, não pq é oque quero. Ela não respondeu e postou no tt uma frase com raiva que era óbvio pra mim
A sociedade é rápida pra dizer que talarico tem que se foder mas dificilmente as pessoas se aprofundam na raiz do problema, eu fui errado e me arrependo todos os dias até perceber que não preciso mais Meu medo é me matar uma hora nesse peso e dizerem que "se matou por causa de mulher" sendo que na verdade foi um "se matou pq se arrependeu de cada decisão errada"
Podem julgar, eu entendo se vc teve o desprazer de ler essa minha história podre
submitted by prietoeu to desabafos [link] [comments]


2020.11.16 16:48 pakograpixo Já compraram por app de namoro?

Vejo direto no grindr um pessoal combinando de cheirar junto Já é algo até normal na cultura gay Minha pergunta é, já arrumaram um contato nesses sites de namoro? Acho q deve ser um jeito mais fácil de conseguir uns tarja preta já q tu pd comprar se alg q tenha receita Se nunca fizeram algo do tipo, qq cês acham da ideia? Arriscado ou deve ser de boa
submitted by pakograpixo to DrogasBrazil [link] [comments]


2020.11.15 03:03 CaptainHolland94 Meu relato de idiotice.

Olá pessoal! Hoje tive a desagradável experiência de descobrir que sou idiota. Começou com uma amiga que fiz na igreja, que dizia orar a Deus para arrumar uma boa amiga. Ela logo me apresentou outros amigos dela, que não são dessa igreja ou da mesma cidade; são amigos que ela fez na faculdade. Eu, já sem muitos amigos, fiquei até empolgada. De verdade. E antes de prosseguir, quero citar que nessa referida igreja conheci um rapaz com quem quis um relacionamento, e ele queria era me dar uns pegas às escondidas, inclusive namorando uma menina doutra igreja. Eu descobri, cortei o cara e, é claro, ele ficou ressentido comigo. E essa minha amiga apenas me deu algum consolo nessa decepção amorosa depois que a merda acertou o ventilador. E não, os outros "irmãos" da igrej logo não se importaram mais com esse causo. Mas ok, ninguém é obrigado. Até entendo. Fiquei puta da vida e crente de que não arrumaria relacionamento sério nunca mais na vida. Se até na igreja tá assim... Voltando a essa amiga em particular, junto com os miguxos dela, por mais que eles tenham me recebido no meio deles, nunca me passaram a sensação de que eu era realmente bem vinda ali. Sabe, você se esforça pra manter assunto, faz piadas e até puxa um pouco o saco? E mesmo assim você não sente que tá tudo bem. Okay, pode ser paranoia minha, afinal, sou bem ansiosa. Só que comecei a flertar com um carinha desse bando, e eu não estava crente de que ia evoluir disso, até semanas atrás, eu ficar doente e dar uma sumida. E essa amiga vir dizendo, assim que retornei, de que o dito cujo se preocupou comigo. E o próprio cara meio que deixou isso nas entrelinhas também. Sim, me convenci de que talvez eu devesse... Pensar nele como algo além de um flerte. Quem sabe finalmente, né? Vai que só dependia de mim dar uma abertura maior. E tudo dava a entender que ia evoluir, e essa amiga incentivava... Só que não. Hoje o cara anuncia sua namorada no grupo, e claro, todos ficaram felizes por ele. Tem que ficar mesmo, relacionamento tá difícil. E minha amiga bancou a egipicia. Estou carente e depressiva pra cacete, quis desbafar, mas, só mensagens visualizadas. Nada mais. Nem uma resposta. Até entendo, é sábado e um churrasco pra comemorar o namoro foi marcado... Saí do grupo, e decidi cortar contato com essas pessoas. Estou desabafando aqui porquê não consigo dormir. É isso. Obrigada, tenham uma boa noite e ótimo domingo!
submitted by CaptainHolland94 to desabafos [link] [comments]


2020.11.13 09:52 Likiluca Meus sogros são legais, mas muito babacas. E eu também.

Bom eu namoro já fazem dois anos e foi um tempo suficiente pra conhecer melhor a mãe e o pai do meu namorado, eles me tratam super bem, a mãe dele me mima muito e o pai dele sempre gosta de conversar comigo. O problema apareceu quando comecei a ter mais contato e estar mais frequentemente com eles na casa ou sair pra fazer passeios juntos.
Começando pelo pai dele que adora conversar ele sempre expressa muito as opiniões dele que batem de frente e são muito contrárias as minhas, faço faculdade voltada para a área da pesquisa científica, e ouvir que "o Corona Vírus não existe e é uma manobra política" é muito mais do que um simples absurdo, os discursos são cheio de racismo velado e preconceitos, em uma situação dessa no cotidiano eu bateria boca e argumentaria, mas ele já é bem velho daqueles que não adianta discutir que não vai mudar e também por ser meu sogro e não querer causar intriga, então acabo simplesmente ouvindo sem concordar, mas também sem discordar.
Já a minha sogra também tem vários preconceitos, mas é daquelas que esconde e não fala na cara, a pouco tempo uma situação me marcou muito, fui convidada para ir com eles fazer um passeio em uma aldeia indígena aqui da região, começou que durante todo o caminho até a aldeia foi cheio de comentarios extremamente preconceituosos sobre os índios, e quando chegamos no lugar tiveram algumas apresentações, nos falaram sobre a cultura e no final eles ofereceram pra gente uma comida tipica muito popular deles, experimentamos e eu e minha sogra comentamos entre nós que era bem gostoso além dela ter dito varios outros elógios sobre o lugar e os artesanatos, mas foi colocarmos o pé no carro para irmos embora que tudo desabou, ela falou o contrario de tudo que tinha dito, desvalorizou o lugar, a cultura, o trabalho, as pessoas e a comida que antes estava gostosa se tornou "ruim e sem gosto, eu faço melhor que isso se quiser" isso me marcou tanto porque eu realmente acreditei em todos os elogios, eu curti muito o passeio e no final só consegui me sentir extremamente frustrada e deslocada, além de me colocar nessa situação de receber vários elogios dela, mas por trás não ser realmente isso que ela pensa.
Enfim, meu namorado nessa historia é bem consciente dessas situações e ele sim argumenta com os pais sobre os preconceitos, mas eles nem dão bola, eu me sinto culpada de ser conivente com eles a partir do momento que eu abaixo a cabeça pra tudo isso. Me faz mal, mas também não é fim do mundo, posso facilmente evitar essas situações por morar longe, mas no fim eles são sim uns babacas e eu também me sinto uma.
submitted by Likiluca to desabafos [link] [comments]


2020.11.12 12:14 TELZERAxX Ela ainda gosta do ex ??

Namorava uma mina que tinha acabado de terminar um namoro de um ano, ela sempre dizia odiar esse ex dela, que não queria nem ver ele pintado a ouro, dizia as vezes até nojo dele... E ela sempre vivia falando mal dele, e eu tipo confiava que ela nunca iria mais ter contato com ele. Mas no nosso último mês de namoro (antes de terminamos) ele tinha mandando uma mensagem para a mãe dela pedindo desculpas por tudo que tinha feito de ruim a ela. Depois disso ela aceitou as desculpas dele e agiu como se ele não fosse mais aquela pessoa que ela tanto odiava, começou a seguir ele de volta nas redes sociais, e ela principalmente no meio de tudo isso começou a agir diferente comigo, mais fria, demorava a me responder, já não dizia que me amava ou algo do tipo e veio com papos de que estava confusa da vida... E tudo isso depois que ela fez as pazes com ele. (Estranho não ?) Terminamos depois de muito quebrar cabeça. Mas depois de meses ainda conversamos e hj os 2 são muito próximos, não sei se eles chegaram a ficar as escondidas . Mas ela troca mais mensagens com ele do que comigo... Com ele, ela fala todos os dias... Comigo é quase 2 vezes na semana. E ainda fala pouco. Ela fala que não gosta dele, mas com essas atitudes eu fico meio assim com uma pulga atrás da orelha.
submitted by TELZERAxX to desabafos [link] [comments]


2020.11.12 06:34 C4l0psita Eu quero mandar duas pessoas a merda no meu grupo

eu tava com muita preguiça de escrever aqui mas agora que eu quase estourei em call com um amigo eu resolvi escrever.
Basicamente eu tenho um grupo de amigos no discord, eu conheço eles faz 4 anos e a gente é muito unido, lá todo mundo gosta de todo mundo e era um refugiu pra quem não gostava da vida real, então quando alguém do nosso grupo sofria bullying, ele podia ir la pra esquecer dos problemas, a gente sempre foi de boa até o começo do ano, uma garota pediu meu discord, ela jogava rpg e eu também e a gente começou a conversar, por acaso ela foi pro mesmo colégio que eu, a gente foi pro ensino médio junto, foi a primeira vez que eu estudei de manhã e ela também, a gente saía todo dia no recreio e ficava junto jogando truco com o meu grupo de amigos já que ela mais uma guria que gostava de anime e video-game (Nota: ela era de uma turma diferente da minha. Nota2: os meus amigos do colégio não são os mesmos do discord), tava indo tudo bem, eu era o mestre de uma campanha de rpg, ela já sabia disso, a gente passava muito tempo em call no discord desde que a quarentena começou, uma hora o meu grupo do discord iria descobrir que eu tava falando com outra pessoa já que eu passava muito tempo fora da call no grupo lá, basicamente eu cometi o que eu considero o maior erro da minha vida, eu adicionei ela na call pra ver uma campanha de rpg, só que meus amigos conseguiram o contato dela (meus amigos são de boa e eles moram em outros lugares do brasil, a menina é a unica que mora na mesma cidade que eu), eu adicionei ela no grupo do rpg meu e depois no grupo principal nosso que só cabe 10 pessoas, ela se enturmou lá mas ai que tá, tava pintando um clima entre nós, era um quase semi-mini-web-namoro, ou seja, não era nada oficial a gente nunca se beijou mas a gente não se considerava amigo e fazia umas indiretas sobre gostar um do outro, mas a gente tem uma personalidade que faz querer não confessar primeiro, então era um jogo mental pra ver quem se declara (tipo Kaguya-sama), bom, um dos meus amigos depois de um tempo começou a falar com ela, eu havia conversado com ela sobre ela não falar sobre a nossa relação para os meus amigos já que eu descobri que ela contou sobre eu dar boa noite pra ela e tals, depois disso o meu certo "amigo" conversou comigo sobre minha atitude com ela (eu sou uma pessoa difícil mas é de brincadeira, eu realmente levo o sentimento dela a sério), eu respondi que eu tava ciente disso, só que ele começou a se meter demais na nossa relação, eu conversei com ela sobre isso e ela concordou em parar de falar sobre isso com ele, mas tinha uma coisa, a gente postava imagem adultas no grupo, fazia comentarios de humor negro por que ninguém se descriminava, mas ela tava lá e eu não queria que ela visse essas coisas adultas e tals, por mais que ela não ache um problema eu acho e conversei com ela sobre isso, "fica dificil eu cuidar pra não te mandar meme com algo pornográfico e depois saber que meus amigos te mandam muito meme porno no teu privado", ela concordou comigo e eu falei pro pessoal pra evitar fazer isso, depois dela sair do grupo pra entrar outra pessoa no lugar, eu queria que se mantesse assim mas só não dava, eles adicionavam ela e eu não podia fazer mais nada por que eles ja haviam virado amigos dela, muito tempo depois e algumas conversas com ela, ela não tava mais no grupo, mas as pessoas conversavam ainda com ela no privado, o que era um pouco de problema por que depois de muito tempo eu descobri que o meu "amigo" falou pra ela me largar umas 2 vezes (não para me dar um chifre mas só por ser metido) eu mandei ele ir a merda e disse "não fode", eu fiz uma regra com o pessoal pra me avisar toda vez que ela fosse entrar no grupo pra eu cuidar se pode ou não (eu pedi isso, e pela nossa amizade e respeito por mim eles entenderam e aceitaram), só que uma pessoa não fez isso, que foi esse "amigo" e ele falou "mas agora eu tenho que beijar teu pé e pedir por favor pra adicionar ela?" e eu respondi "não, mas me avisar pelo minimo de amizade que a gente tem e pela minha situação", ele retrucou e eu perguntei se ele realmente queria conversar, por que se ele aceitasse eu ia mandar a real das merdas que ele tava fazendo faz um bom tempo, basicamente ele aceitou e eu perguntei qual era o lugar dele nessa história já que ele não fazia parte não era para estar se metendo, mas ele só tentou desviar e nunca respondia como um verdadeiro covarde, eu tava em call com dois dos meus melhores amigos em um outro grupo e os dois estavam vendo, por mais que não pareça eu analisei e conversei com eles pra ver se eu tava fazendo alguma coisa errada, mas não, tudo que deu de merda foi por culpa desse meu "amigo", só que ninguém ficou realmente do meu lado, eles chegaram a responder quando eu falava algo como "fulano você não concorda com isso?" mas ninguém ligou pra isso, o meu amigo basicamente tinha um ideal fudido de querer ajudar quem ele quiser e fodase, eu tava full putasso mas eu não podia xingar ele do nada sem ter motivo, então eu mantive a calma por que ele tava me contando que a guria que chamava ele pedindo conselho e não ele, então eu, ele e ela entramos em uma call e conversamos sobre isso, essa guria é muito minha amiga, e eu e ela queremos realmente ficar juntos, ela tava do meu lado, ela sabe que eu sofri, mas ela também não fez nada, eu tava literalmente sozinho, todo mundo concordava mas ninguém me apoiava, eu ainda to nesse caos todo e não sei o que fazer, o único cenário que me faria feliz é todo mundo parando de falar com esse "amigo" e todo mundo menos eu parando e falar com a menina, só que é tudo impossível já que é eu que quero isso e ninguém se importa com isso, eu conversei com dos meus melhores amigos agora, e ele disse que taria aqui por mim mas ele não tem ideias boas, eu ja tentei conversar com ela e ela me entende só que só não tem como chegar em uma conclusão, a mais plausível é eu me acostumar com a dor de quando eu querer fugir da minha vida real eu correr pro meu refugio, só que ele ja tava arruinado ja que antes eu queria só encontrar meus amigos mas a mina tava lá (agora não ta mais) e atualmente tem o meu "amigo" lá o que não me da vontade nem um pouco de entrar em call. Eu e a menina temos aula online, e ficamos em call juntos com a webcam ligada (por que a escola obriga) e a gente fica ainda sorrindo um para o outro, é legal isso mas eu não posso ainda me esquecer do todo o caos na minha volta, as vezes eu fico puto com ela e as vezes eu to calmo, mas eu não posso nem mandar ela ir a merda já que ela vai querer me perguntar o porquê disso e só seria mais dor de cabeça, eu só to pronto pra explodir e xingar todo mundo. eu já pensei em trocar de grupo mas eu prometi pra ela que não ia abandonar ela sem motivo, mas eu ainda sim só queria recomeçar e torcer pra não fazer essa cagada mais uma vez :/
submitted by C4l0psita to desabafos [link] [comments]


2020.11.09 21:40 reddituserbr2233 Falta de um ponto final...

Terminei após descobrir que ela trocava mensagens com um cara de uma cidade distante há 3 meses, após as coisas se acalmarem entendi os motivos dela e reconheci que eu tive minha parte de culpa pelo namoro ter chegado á esse ponto. Ficamos nos vendo por mais ou menos 1 mês após o fim, como se ainda fossemos namorados.. sexo, viagens, "eu te amo" e afins.
Após certo tempo me mostrei insatisfeito nessa relação descompromissada e fui sincero dizendo que não queria aquilo e que se fosse pra ficar juntos seria algo sério ou paramos de nos falar pois aquilo estava me machucando. Ela se demonstra muito confusa com o que passa na cabeça dela e diz que precisa de um espaço, que precisa sentir minha falta mas que não queria perder o contato comigo.. O argumento dela é de que se ela não me amasse já teria ido embora desde o fim do namoro. Dois dias após essa conversa (concordamos em parar de conversar) ela começa responder meus stories como se tivesse com ciúmes, eu cobro ela de uma forma desagradável (sem ofender) e assim ela me bloqueia de tudo, até de ligações.
Não fui atrás nem pretendo, estou seguindo com minha vida e somente demonstrando coisas boas nas minhas redes sociais, ontem fizeram uns 6 dias dessa "briga" e percebi que ela usou um perfil secundário pra acompanhar o que postei nos ultimos stories no instagram.. o que pensar disso?
Eu ainda amo essa mulher, só não consigo entender o porque de ela ficar fazendo isso..
submitted by reddituserbr2233 to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.09 19:27 reddituserbr2233 A falta de um ponto final...

Terminei após descobrir que ela trocava mensagens com um cara de uma cidade distante há 3 meses, após as coisas se acalmarem entendi os motivos dela e eu tive minha parte de culpa pelo namoro ter chegado á esse ponto. Ficamos nos vendo por mais ou menos 1 mês após o fim, como se ainda fossemos namorados.. sexo, viagens, "eu te amo" e afins.
Após certo tempo me mostrei insatisfeito nessa relação descompromissada e fui sincero dizendo que não queria aquilo e que se fosse pra ficar juntos seria algo sério ou paramos de nos falar pois aquilo estava me machucando. Ela se demonstra muito confusa com o que passa na cabeça dela e diz que precisa de um espaço, que precisa sentir minha falta mas que não queria perder o contato comigo.. O argumento dela é de que se ela não me amasse já teria ido embora desde o fim do namoro. Dois dias após essa conversa (concordamos em parar de conversar) ela começa responder meus stories como se tivesse com ciúmes, eu cobro ela de uma forma desagradável (sem ofender) e assim ela me bloqueia de tudo, até de ligações.
Não fui atrás nem pretendo, estou seguindo com minha vida e somente demonstrando coisas boas nas minhas redes sociais, ontem fizeram uns 6 dias dessa "briga" e percebi que ela usou um perfil secundário pra acompanhar o que postei no instagram.. o que pensar disso?
Eu ainda amo essa mulher, só não consigo entender o porque de ela ficar fazendo isso..
submitted by reddituserbr2233 to desabafos [link] [comments]


2020.11.09 17:53 Electronic_Address Acho que eu deveria parar de se preocupar com minha Ex (drogas e problemas psicológicos)

Faz tempo que quero escrever esse desabafo mas não encontro as palavras certas, sempre desisto de escrever no meio.
Alerta de que o texto pode ser grande.
Sim, eu ainda mantenho contato com a ex por vários motivos. A gente meio que se tornou melhores amigos, mas meio que só virtualmente já que nunca mais nos encontramos pessoalmente. A gente sempre troca segredos e confiamos um no outro. Na verdade eu nunca fui de se abrir pra ninguém, é mais da parte dela que ela me conta coisas "confidenciais", desde um relato que ela tinha perdido o vibrador até a experiência com drogas.
Quando eu comecei a namorar com ela percebi que ela era bem desequilibrada mentalmente (eu também era). A gente meio que tinha os mesmos problemas: Depressão, ansiedade, baixa alto estima, insegurança e por aí vai. Na TPM os sentimentos dela afloram ainda mais. Apesar de tudo isso nossa relação era saudável, nenhum dos 2 era ciumento, nem fazia chantagem emocional. A gente praticamente nunca se xingou. Na verdade a gente se ajudou a superar nossos problemas.
O término veio por pedido dela. Era difícil eu sair de casa pra qualquer coisa e a gente morava distante então a relação ficou complicada. Foi no ápice da pandemia do Covid-19 quando tudo estava em Lockdown e eu me neguei a sair pra encontrar ela (tem pessoas do grupo de risco na minha casa) daí ela terminou.
Não demorou pra ela arranjar outro cara mas esse "namoro" novo dela durou só 3 meses. Interpretei isso como uma extrema carência emocional que ela tem. Depois desse término dela ela me ligou bêbada de madrugada (eu sempre achei bem merda ela beber mesmo sendo menor de idade, e ela não bebia latinhas de cerveja, ela bebia LITROS de Vodka). Uma vez chamei atenção dela quanto a isso e ela disse " eu não bebo muito não, só bebo quando tô bem mal" e eu respondi "pior ainda".
A gente foi ficando mais próximo novamente (eu tinha parado de falar com ela por respeito ao novo relacionamento dela). Relatos de como ela se sentia inútil e de como ela queria morrer eram bem frequentes. Eu já tinha recomendado ela procurar um psicólogo, ela disse que ia falar com a mãe dela mas parece que isso não aconteceu. Não demorou muito pra ela vir com uns papo estranho de "já fumou maconha? Vou experimentar semana que vem".
De cara já fiquei bem preocupado com que tipos de pessoas ela ia usar, por que tenho muito medo de ela usar drogas com amigos homens e eles tentarem abusar dela (vocês sabem do que eu tô falando). Eu não falei "cuidado pra não abusarem de ti", eu só falei "cuidado com quem tu usa". Também falei pra ela ter cuidado pra não viciar. Eu sei que a chance de viciar em maconha é bem menor que a do álcool mas sabia também que devido ao emocional dela era bem mais sucetivel ela recorrer a droga como válvula de escape (assim como ela fazia com o álcool) e acabar se viciando.
Até aí pensei "tudo bem, ela vai usar com pessoas que ela confia". Também não acho maconha muito preocupante tendo em vista que tenho primos que usam de forma recreativa e eles não são viciados. Raramente recorrem a maconha pra se divertir e que eu saiba não usam outras drogas.
Depois de um tempo percebi que ela passou um dia inteiro sem me mandar mensagem. Achei bem estranho mas não chamei ela. De noite ela me mandou uns áudios bem estranhos que não dava pra entender nada. Ela falava bem baixinho e a fala dela tava toda enrolada era realmente impossível entender o que ela falava. Eu perguntei "o que?" E ela digitou "deixa pra lá" e sumiu.
No outro dia ela me disse que tinha experimentado o LSD e que ficou o dia todo sobre o efeito. Ela disse que tinha se sentido muito bem e que sorria de tudo no dia anterior mas que hj ela acordou se sentindo uma merda. Expliquei o funcionando do LSD e falei que devido a bomba de Seretonina que ela recebe ela acorda no outro dia se sentindo merda pois ela tá zerada de Seretonina.
A esse ponto eu já me preocupei um pouco, ela tava migrando pra outras drogas. Depois que eu expliquei sobre o LSD ela me prometeu que nunca mais usaria drogas. A mãe dela tava chegando de viagem então eu me senti aliviado pq eu acho que ela não usaria drogas em casa com a mãe lá.
Tudo começou a se normalizar e eu realmente achei que ela tinha largado as drogas, até chegar os dias recentes.
A gente tava tendo uma conversa normal até que eu notei que ela tava usando uma metadinha (famoso couple ou fotinhas combinado) que a gente usava bastante como foto de perfil quando a gente namorava. Perguntei bem despretensiosamente "hmmm tá apaixonadinha é? Usando metadinha" e ela me respondeu "não ele é só amigo" e me mandou um Print da conversa (que eu não pedi) que ela falava pra ele "usa essa foto aqui gay".
O que ela não se ligou, mas que foi a primeira coisa que eu reparei, mesmo antes das fotos foi o contexto da conversa. Dizia assim:
Amigo: tem mais chances de dar overdose Ela: tô ligada, deve ser bom Amigo: é Ela: pega, usa essa foto aqui gay
Eu falei: tão falando sobre dorgas 😳. Ela me respondeu "eita porraaaaaa". A gente conversou um pouco sobre e eu falei "cuidado".
Conversas sobre como ela se sente inútil e descartável se tornaram bem mais frequentes. Ela me contou até sobre a tentativa de suicídio dela. "Eu tentei me enforcar" - respondi "como?" - ela "com uma cordinha". Eu falei "tá doida porra? Se tu morrer eu vou ficar muito triste, tua mãe também." Eu sei que ela gosta muito de mim e da mãe, eu sempre tento fazer ela se sentir amada e querida quando ela fala que quer se matar ou quando ela se sente inútil e descartável.
Hoje eu mandei um bom dia e ela não me respondeu.
Quando deu meio dia, já quase uma hora ela me mandou um bom dia bem eufórico
"Bom diaaaaaaa Eu tô viva manoooooo Eu te amooooooo Eu tô vivaaaaaaaaa"
Ela me disse que tinha usado muita droga ontem. Me falou, falou e não explicou nada mas disse que ia me contar tudo (porra ela realmente confia em mim). Me disse que ainda tava mal e sumiu de novo.
Ela me disse que tinha usado 2 balas (ecstasy), LSD e "outros bagulhos lá". Ótimo era tudo que eu precisava: agora ela também tá no ecstasy e tá usando "outros bagulhos lá". EU NÃO SEI NEM MAIS QUE PORRA QUE ELA TÁ USANDO!!!
A situação tá ficando fora de controle. A gente já tinha marcado de se rever sábado. A gente vai tomar sorvete, como fazíamos antes. Mas lógico: ela cogitou a ideia de a gente fazer "outro tipo de rolê": dormir na casa dela, usar LSD e ficar loucão. Que ótimo, muito saudável! Nem precisei falar nada ela mesmo mudou de idéia e resolveu ir tomar sorvete mesmo.
Eu nem sei se eu quero mais ver ela. Ela se transformou numa pessoa muito diferente da pessoa que eu me apaixonei. Agora eu tenho que segurar as crises de depressão dela, principalmente depois que ela usa essas porcarias que é quando ela fica pior.
Porra é muita responsabilidade pra mim, ela completou 18 anos esse mês e eu vou fazer 17 ainda semana que vem. Eu sei que é contra as regras do grupo revelar a idade se eu for menor de idade mas isso é pra contextualizar de que de que isso é muito peso pras minhas costas.
Eu sei que eu deveria contar isso pra mãe dela mas como que eu vou falar isso???? Além disso se eu contar a confiança que ela tem comigo vai acabar completamente e isso pode ser ruim pro emocional e psicólogo dela.
Isso tá se tornando um fardo imenso. Toda vez que ela me fala que usou drogas eu me sinto muito merda. Vejo uma pessoa se afundar em depressão e drogas na minha frente e não faço nada. Eu tô simplesmente congelado de medo.
Isso tá me fazendo muito mal, as vezes dá vontade de chorar quando ela me fala essas coisas e eu penso em simplesmente cortar ela da minha vida por que o que era uma relação de amizade saudável entre ex namorados agora é algo que só me puxa pra baixo. Realmente é bem covarde e egoísta deixar ela assim pra trás mas é o que eu sempre fui, sempre fui um COVARDE fugindo dos problemas.
Além disso minha mãe anda falando muito em se mudar de cidade. Uma hora eu vou embora e minha ex não vai me ter mais aqui pra ajudar ela com as merdas que ela faz. Ela precisa saber o que faz sozinha.
Preciso ir cortando nosso laço pouco a pouco. Desaparecer gradualmente até que ela não perceba minha ida.
Se a gente não tivesse insistindo em continuar se falando depois do término isso não estaria acontecendo (não comigo) e eu iria se lembrar dela sempre como a pessoa mais incrível que eu conheci, mas agora... Agora todas as memórias bonitas que eu tinha sobre ela estão desaparecendo por que ela virou outra pessoa.
Obrigado a você que leu até aqui.
submitted by Electronic_Address to desabafos [link] [comments]


2020.11.09 04:48 repdominato Tenho tido brigas constantes com uma das pessoas mais importantes da minha vida e agora me sinto perdida.

Olá todo mundo que está lendo esse meu desabafo, fico feliz por vocês terem clicado aqui parar ler o meu drama, então:
Tudo começou no começo de 2020, quando eu conheci um garoto por uma live que eu assistia, até aí tudo bem, viramos muito amigos e uns meses depois eu comecei a gostar dele, não contei por puro medo de levar um webfora, daí uns dias depois ele me diz que está namorando com uma menina (que logo se descobriria trans, não é uma informação tão necessária mas enfim), conheci ela e viramos amigas, eu achava ela super legal, mas eu ainda gostava do meu amigo. uns meses depois eles terminaram, ele me contou e eu fiquei bem triste, dei todo o apoio a ele e sempre tentava ajudar ele a superar o término, até que um dia nós dois estávamos conversando e eu acabei contando que gostava dele a um tempo, ele ficou em choque e perguntou a quanto tempo eu gostava dele, respondi que desde o começo do ano, ou seja, antes dele começar a namorar a menina lá, ele disse que achava que era difícil pra mim viver com eles dois namorando mesmo com eu gostando dele (não, foi super fácil amigo, foi super fácil), ele não falou nada sobre os seus sentimentos em relação a mim, também não perguntei para não incomodar, mas, uma semana depois ele me pediu em namoro, e ainda pediu pra que eu pensasse bem e desse a resposta em uma semana. eu pensei em falar sim na hora, mas como ele pediu, eu pensei mais e uma semana depois eu aceitei, foi tudo muito bom, foi tudo muito lindo, eu amava ele, parecia que estava vivendo um sonho, foi o melhor relacionamento que eu já tive até hoje, até que eu terminei com ele uns meses depois pois eu estava com medo de que acontecesse o mesmo que aconteceu no meu antigo relacionamento (meu relacionamento antes desse cara foi simplismemte um inferno, o cara era um possessivo ciumento nojento que não podia ver eu falando com alguém que já ia tirar satisfação comigo ou com a pessoa na qual eu estava conversando, era horrível e ele fazia eu me sentir um lixo), ele aceitou deboa, mas, um dia euu vou falar com ele sobre um problema e vejo o contato dele sem a foto, mandei mensagem e só foi um negócinho como se ele estivesse sem internet ou o celular estivesse desligado, fui tentar falar com ele no twitter e apareceu a mensagem de que eu estava impossibilitada de seguir ele, foi no discord e não vi o perfil dele lá, o cara simplismemte me bloqueou em TODAS as minhas redes sociais, depois disso a minha vida virou um inferno e tudo ficou insuportável: minha insônia piorou, eu chorava TODOS os dias, não conseguia dormir preocupada com oq tinha acontecido, tinha crises de ansiedade por causa disso, como eu disse, um inferno. um mês depois ele me desbloqueia e me manda mensagem pedindo desculpa, dizendo que era pra me esquecer, eu aceitei as desculpas pq eu sou burra e pq eu amava ele (na verdade, ainda amo ele depois de tudo isso, sou burra sim ou claro??) nós continuamos amigos depois disso, mas eu não me sentia tão bem falando com ele, me sentia mal e esquisita, depois disso nós passamos a ter brigas constantes por motivos extremamente bobos e fúteis, e eu chorava em TODAS as vezes em que nós brigávamos pq me sentia culpada, eu sinto que estou perdendo ele, eu amo muito ele e ele é extremamente especial pra mim, eu não quero perder alguém tão especial assim, eu PRECISO de ajuda em relação a isso e esse subreddit foi a única forma de pedir ajuda que eu encontrei. por favor me ajudem, eu me sinto extremamente perdida em relação a isso e não sei mais o que fazer.
submitted by repdominato to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 11:03 Sarvioor Meu pai não apoia meu namoro

Eu comecei a conversar com uma menina no final de agosto, a gente se deu muito bem, a gente conversava de tudo, com a intimidade subindo a cada dia, até que a gente começou a trocar nuds. Eu tava feliz por conhecer uma pessoa legal e que me entendesse. Meu pai ele tem uma mania ou algo do tipo que quando ele ta puto ele desconta a raiva nos outros, na maioria das vezes é eu ou meu irmão, então ele ficou puto por alguma coisa e veio falando que eu não saio do quarto, só vivo no celular (eu não tinha nem falado com ele esse dia, e eu sou o tipo de filho que se falar pra eu fazer alguma coisa na calma eu faço de boa, sem reclamar, só fico puto quando vem gritar no meu ouvido por nada). A gente começou a brigar e ele pegou meu celular, foi ver minhas conversas no WhatsApp, oq eu acho uma completa falta de respeito e que não confia em mim, eu não faço nada de errado e só fico na minha, ele acha que eu fumo ou coisa do tipo, se vc me olhar agr a primeira coisa que vai vir é um otaku nerd mano. Ele pegou meu celular começou a ver minhas conversas até que ele encontrou o contato da garota, ele começou a ler as conversas até que viu o nude dela, ele me devolveu o celular completamente sem reação. Dps de uma semana eu fui me encontrar com ela pela primeira vez, eu tava feliz e nervoso, numca tinha feito algo assim, a gente deu muito certo, não paravamos de rir e de conversar, o nosso beijo foi muito bom (ela me falou das únicas vezes que ficou alguém, nenhum deles a tratou como eu tratei ela, ela diz que nunca se sentiu um "objeto" cmg, e que quando ela ta mal eu faço ela ficar melhor fazendo piadas e essas coisas. Como eu disse a melhor garota pra mimkkkkkk). A gente começou a se encontra mais até que mês passado eu pedi ela em namoro, eu nunca fiquei tão feliz, até a hora que eu falei pro meu pai que eu pedi ela em namoro (meu pai é daqueles velhos que acham que a mulher tem que ficar na casa cuidando dos filhos e essas coisas, machista do século passado crente sabe), falei pra ele e ele não falou nada, fiquei de boa neh fazer oq, até que eu sai com ela um dia e meu pai surtou, me ligou perguntando aonde eu tava, oq eu tava fazendo, falei que eu tava com a minha namorada em uma praça, ele falou que era mentira e que eu não tava fazendo isso, falou pra eu voltar pra casa (minha namorada ouvindo tudo), ele desligou me dando 30 minutos fora de casa, foram os 30 minutos mais sufocantes da minha vida, eu ver a pessoa que eu amo chorando horrores com medo de me perder, falando que tem medo de não poder me ver mais, eu quase chorei, mas tentei acalmar ela falando que tava tudo bem, que era draminha do meu pai. Eu voltei pra casa E O MERDA DO MEU PAI ME RECEBEU COM A PORRA DE UM SORRISO NA CARA, eu fiquei muito puto, mas fiquei quieto, fui me trancar no quarto como de costume até que ele me chama perguntando se os pais dela não se preocupam com ela, falei que eu tinha "trocado" de praça pq a que eu tava antes tava cheia de noia e ela tava com medo, meu pai não falou mais nada e eu comecei a falar um monte do quanto ele não confia em mim, que ele acha que eu sou uma vagabundo (oq é verdadekkkkkk), ele ficou calado. Eu sai com ela dnv só que meu pai não estava me casa ele tinha ido trabalhar, é tão bom sair e não se sentir sufocado ou sla, voltar no horário que vc falou que ia voltar e tudo mais, minha mãe é de boa com ela, até me zoa com umas coisas de namorados, meu pai deu uma acalmada, eu não falo muito com ele mais, ele me zoa tbm mas eu acho que é pra desfaça ou algo do tipo. Talvez vc não tenha entendido nada pq minha escrita é uma merda mas ta ai, vou fazer outro poust falando sobre umas coisas que assombram o passado da minha namorada que me assombra tbm.
submitted by Sarvioor to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 06:49 sad__cloud Uma vida amorosa e sexual bem triste. E um rapaz que me dá atenção.

*ATUALIZADO
*conta descartável
**Texto longo porém separado por parágrafos e bem escrito <3
***Talvez eu devesse postar isso no DeadBedrooms mas não me sinto com emocional para traduzir tudo para o inglês.
****Edits: concordância, erros gramaticais
*****Tudo que foi feito fora de casa foi com máscara e muito álcool em gel!
Namoro faz quatro anos. Cursamos o mesmo curso, mesma faculdade, mesma turma, mesmos colegas de sala. Ele é três anos mais novo que eu (tenho 25).
Meu namorado tem muitos defeitos. Muitos mesmo. Mas muitas qualidades também, que eu admiro e simplesmente amo. Colocando na balança, essas qualidades pareciam compensar os defeitos e decidi tolerá-los. Mas sabe quando esses defeitos aparecem com tamanha frequência e com tamanha intensidade que as qualidades simplesmente desaparecem? Então.
Moramos juntos, um cantinho alugado. Ele pediu demissão do estágio por odiar o serviço (e agora decidiu que odeia o curso também) e como recebe mesada dos pais, fica tranquilo. Eu ralo no estágio e pra dar aquela complementada na renda, comecei a vender bolos no meu bairro.
Meu namorado sempre reclamou do curso. A ponto de chorar de desespero de madrugada. Como fazemos trabalhos juntos, sempre tenho que dividir meu tempo entre fazer de fato o trabalho e consolá-lo (e nesse momento ele para a produção dele totalmente e no final eu sempre termino o meu para ajudá-lo). É o tipo de situação que nenhum conselho está bom. Nada que eu diga ajuda. Ele já me acusou de dar mais atenção aos trabalhos do que para ele. Esse ano, após uma briga colossal, ele resolveu procurar ajuda psicológica.
Sobre sexo, ele não existe mais, atualmente. E quando existe é com uma qualidade tão ruim (pra mim)... Como tirei a virgindade dele, achei que com o tempo e com a minha ajuda, ele melhoraria. Nunca melhorou. E se comento sobre algo que não me deixa feliz, ele diz que faz de tudo para me agradar e não sabe mais o que fazer pq eu sou muito difícil e fica bastante nervoso. Então desanimei de comentar qualquer coisa. Finjo que atingi o orgasmo só para ele gozar logo e terminar tudo. Quando eu o procuro na intenção de eu iniciar o ato e aí quem sabe controlar um pouco mais a situação ao meu favor, ele faz birra. Não vai continuar se eu não fizer tudo.
Faz uns seis meses que notei que ele estava me procurando bem menos e tentei criar uma situação para transarmos. Calhou de ele me falar que não sentia vontade de transar por estar se masturbando demais. Conversei sobre como uma vida sexual é importante para um casal e que seria bacana ele diminuir a frequência que ele assiste pornô (e ele assiste com muita frequência).
Eis que ele abre o celular e mostra que ele tá usando algumas fotos de usuárias do Reddit como material para masturbação. Nem cheguei a ver de que sub era pq meus olhos encheram de lágrimas muito rápido. Dei uma desculpa qualquer e fui chorar no banheiro, coisa que eu não faço desde a sexta série. Eu não sei dizer exatamente a diferença entre o pornô e uma foto, mas eu me senti humilhada como poucas vezes na minha vida.
Tenho uma amiga muito querida que, lá por março, de aniversário, me deu um vestido que eu queria muito (e que era bem caro. Meu namorado me deu uma noite frustrante de sexo). É um vestido azul que faz eu me sentir uma princesa. Como em agosto foi aniversário dela, fiz um bolo surpresa e fui entregar para ela a pé. Ela mora em um conjunto de prédios a quinze minutos (a pé) do meu cantinho. Lá fui eu, meu vestido azul e a cesta que eu uso para levar os bolos por aí. Ela tirou uma foto minha e divulgou no grupo do prédio. Viralizei!
Eu nunca vi TANTA encomenda e TANTO dinheiro aparecendo na minha frente. Chamei meu namorado para me ajudar a dar conta de tudo, prometi ensinar ele a fazer com a maior paciência.
Ele negou. E reclamou que meu cabelo andava muito feio. Meu cabelo é cacheado e eu o pinto de ruivo, então ele anda realmente um pouco judiado. Pra variar, me senti muito triste. Jurei que daria conta de todas as encomendas e com o dinheiro que sobrasse eu daria um trato no cabelo.
Dei conta? Dei. Virei noites? Sim. Gastei 1/8 do que ganhei comprando produtos de cabelo. Essas coisas são caras mas fiz minhas contas e considerei que seria uma compra prudente e que não nos afetaria economicamente no futuro. Em duas semanas eu estava amando o resultado. Me sentia mais bonita e preparei um jantar e comprei um vinho, decidida a mudar a nossa vida sexual.
Meu namorado comeu tudo correndo pois tinha um RPG marcado com não sei quem. A garrafa de vinho nem deu tempo de abrir.
Sabe o seu valor? Naquela hora eu sentia que tava valendo menos que a poeira do tapete da sala. Valendo menos que as meninas desconhecidas do Reddit.
Mas as encomendas de bolo no prédio da minha amiga continuavam. E como fiquei famosa com o vestido azul, fiz dele meu uniforme já que ia uma vez por semana lá entregar e todo mundo passou a me reconhecer com ele.
Um dia recebi um pedido de bolo de cenoura com chocolate de um apartamento Y que nunca tinha ido. Fiz tudo, como de praxe e no dia da entrega, quem me atendeu foi um rapaz com um sorriso tão imenso que eu cheguei a ficar sem graça. Quem encomendou de fato foi a avó dele, e da porta mesmo ele chamou dizendo "Vó, a moça gracinha veio trazer o seu bolo!"
Eu não sei dizer a quanto tempo não recebo um elogio. Mas o gracinha foi o suficiente pra eu me atrapalhar toda na hora de entregar o bolo. Quase saí correndo de nervoso. Atendi a vizinha do andar de cima e ela tinha perguntado se eu havia entregado no apartamento Y, pois a senhora que morava ali era amiga dela. Respondi que quem atendeu foi o neto e ela rasgou elogios, que ele era um doce de pessoa e que havia ajudado ela a instalar algumas lâmpadas na semana passada.
De setembro para cá eu entreguei bolo todas as semanas no apartamento Y. E o tal do neto, que é meses mais velho que eu, sempre estava lá para me receber. Já me convidaram para tomar um cafézinho (aceitei) e para o almoço (recusei). Semana passada, fui convidada novamente para o almoço, dessa vez pelo neto. Em um horário que a avó dele não estava em casa (não faço ideia de onde ela poderia estar nessa pandemia). Confesso que recusei para não cair em tentação.
Ontem tentei novamente uma surpresa para quem sabe transar com o meu namorado. Não deu certo. E dessa vez o porque foi que eu estou sempre ocupada e nunca dou atenção para ele. Discutimos e eu chorei, nunca me senti tão sozinha mesmo estando em uma relação. Fui dormir e ele foi jogar.
Hoje fiz mais uma entrega no apartamento Y. O neto estava fazendo faxina na casa, mas me recebeu. Quando pedi para ele segurar a cesta para que eu retirasse o bolo, ele se aproximou e colocou o nariz no meu cabelo, dizendo baixinho que eu era muito cheirosa. Eu agradeci e ele sugeriu de irmos tomar um café (em um café de fato), assim que acabasse a pandemia e que ele conhecia um ótimo lugar. Eu não aceitei e nem neguei (famoso "vamos ver hahaha"), mas voltei para casa muito abalada.
A verdade é que não vejo mais futuro para o meu relacionamento e estou exausta de me sentir sozinha dentro de um. Cansada de ser a única a tentar. Se eu tivesse uma relação sexual com o meu namorado eu não sei nem como reagiria, pois essa chateação toda me fez perder toda e qualquer atração que já tive por ele. As vezes acho que tento para no final de tudo pensar "pelo menos eu tentei".
Meu namorado foi rejeitado anteriormente por uma garota que ele amava e isso o deixou um ano de cama. Meus sogros me tratam muito bem e quase me endeusam, e as vezes acho que é por isso que ainda não tomei uma atitude. Gosto muito dos meus sogros, não quero chateá-los. Tenho medo que meu namorado fique de cama por minha causa também. Estamos tão próximos de concluir o curso que não quero me sentir responsável se ele jogar tudo para o alto caso eu termine. Não quero, caso o curso volte presencialmente, ter que encontrá-lo todo dia e ainda bagunçar nosso círculo de amizades em comum.
Por outro lado, eu me sinto tão ansiosa, tão pedinte por contato. Queria um abraço. Um beijo. Um carinho que faz arrepio. Uma noite de sexo. O cara do apartamento Y parece um sonho e pelo que sondei do condomínio, ele é tranquilo, faz as tarefas domésticas pela avó, concluiu o curso, trabalha (agora em home office) e já comentaram que ele é caidinho por mim. Sempre que faço uma entrega e ele está sozinho é um deus-me-acuda, quase um teste de fidelidade. Cada mensagem no whats pedindo uma encomenda ou perguntando que horas farei a entrega faz o meu coração bater rápido.
Me sinto errada por querer outro cara, de querer tentar uma possibilidade que pode dar muito certo. Sei que possivelmente a carência tá me fazendo fantasiar muito a situação toda, mas não consigo evitar. Não quero trair meu namorado mas não sei por quanto tempo mais aguento esse deserto de relacionamento.
Conselhos?
ATUALIZAÇÃO: Sentei essa noite e coloquei as cartas na mesa. Falei sobre como eu me sentia só, sobre ele sempre me trocar por qualquer coisa (pornografia, jogos, amigos) e que eu não vejo outra solução a não ser encerrar nossa relação.
Ele ficou mais chocado do que eu achei que ficaria e disse que nosso relacionamento não parecia ter nada de errado. Pontuei vários casos (os citados aqui no texto e outros) e ele ficou na defensiva, negando tudo ou dizendo que "não era isso". Perdi a cabeça e comecei a falar que qualquer cara que me olha na rua me dá mais atenção em um olhar do que o que ele anda me dando dentro do relacionamento.
Ele abaixou a cabeça e ficou quieto e sei que é nessas horas que eu fraquejo e volto atrás em tudo que disse. Ele me perguntou se ele nunca me fez feliz e eu disse que não era o caso. Ele prometeu mudar, mas quando nos reconciliamos várias vezes de várias outras discussões ele sempre me prometia a mesma coisa, então eu disse que não conseguia mais acreditar e nem ter mais vontade de tentar.
Ele pegou algumas coisas e chamou um Uber. Por mensagem só disse que ia para os pais dele e que não me responderia por um tempo. Ok, entendo, sem problemas.
Faz quase duas horas que minha sogra me mandou mensagem dizendo que ele chegou lá muito abatido e perguntando o que aconteceu. Eu não respondi e pra ser sincera, nem quero papo. Ainda me sinto muito responsável por ele estar mal agora, mas ele tem que aprender a lidar com isso. E eu também tenho que aprender.
Obrigada pelas mensagens carinhosas e pelo apoio de todos.
submitted by sad__cloud to desabafos [link] [comments]


2020.11.07 03:52 ppzmad Solidão que me incomoda.

Pois bem, tenho 20 anos e sofro com vários problemas de saúde. Desde 2017 depois de um relacionamento desastroso, comecei a ter depressão e ansiedade, cada dia que passava, mais e mais isolado do mundo ficava,tinha uma sensação que todos me usavam e se aproveitavam de mim, uma sensação de fracasso, solidão, estagnação na vida. Como disse, sofro com problemas de saúde, todos consequência da depressão como a obesidade, problemas de estômago(hérnia de hiato e pangastrite), compulsão por doce, insônia, problemas hormonais deviado a uso de antidepressivos... Podemos ver que saúde eu não tenho, brincadeiras a parte, vendo o meu eu do passado,via uma pessoa cheia de amigos,sonhos,vontades ,autoestima e várias coisas positivas. Mas agora, sinto essa solidão, passo meu dia jogando por não ter aula( cursando na faculdade federal administração), não converso com nenhum amigo e quando converso são assuntos rasos, fico preso dentro de casa por não ter com quem sair e quando saio me sinto o "patinho feio", dificuldade para achar estágio por causa da crise econômica e da pandemia, além de ter perdido minha vó no início do ano, alguém que era muito importante para mim. Antes, bebia e usava entorpecentes para fugir da realidade,mas por causa dos remédios, passo muito mal, então sou obrigado a ficar sóbrio e aguentar as barreiras que a vida me deu. Já faço consulta com psicólogo, psiquiatra(inclusive estou em processo de desmame do medicamento) e com neurologista devido a uma doença chamada tremor essencial, tenho todo amparo familiar e boas condições financeira , mas meu interior está me corroendo, essa solidão me aflige cada vez mais! Falando sobre o gatilho da depressão, tudo começou por causa de uma menina, que inclusive sou apaixonado até hoje, depois de 3 anos , um namoro, várias meninas que passaram na minha vida, eu ainda penso dia após dia nela.Mas hoje ela está namorando e não temos mais contato, sinto carência e com isso fico com a minha ex namorada para suprir essas necessidades, sei que não é o correto de ser feito, contudo, deixo bem claro para ela as minha intenções. Resumindo esse texto mal escrito, estou estagnado em todos os sentidos, com uma depressão e um ódio dos medicamentos que me fazem mal,um sentimento de solidão, um sentimento de que todos querem me usar , fracasso afetuoso , amigos falsos e várias coisas que ficam martelando a minha cabeça. Gostaria de saber a opinião dos senhores e senhoras, como posso melhorar, tenho em mente que sou uma pessoa privilegiada economicamente e com uma ótima família, porém meu lado social e pessoal é um fracasso, tendo que me esforçar mais que os outros para realizar diversas atividades , quero opiniões e conversar com vocês.
submitted by ppzmad to desabafos [link] [comments]


2020.11.07 02:06 mark_sousa Namoros e vida pessoal

Durante o ensino médio eu conheci uma garota que até então creio q seja a pessoa q mais gostei até hoje. Eu e essa pessoa sentimos mt coisa um pelo outro, mas creio q n seja mais amor (até então da minha parte). Não que eu não a ame.... Terminamos no começo de 2018 e tivemos contato até metade desse ano até eu decidir dps de outros namoros q aconteceram q eu queria me conhecer, cuidar de mim mesmo e ficar sozinho. literalmente sozinho até que eu consiga amar alguém e me amar de verdade. Mas como? Eu sempre me pego pensando nisso. Estou numa fase mt estranha na minha vida onde estou aprendendo e evoluindo sobre tudo o que eu fazia/faço até hoje, mas sempre tenho a vontade de namorar dnv independente de tudo. Eu comecei outras filosofias na minha vida, no fap, meditação, essas neura de acordar mais cedo (o que está funcionando mt bem), leitura ( o que aumentou e mt meu rendimento na faculdade). Mas creio q ainda n estou lidando com tudo isso mt bem. Vcs ja passaram por algo parecido? Se sim como foi? desculpa a dicção ruim, eu falo do jeito q eu penso :D
submitted by mark_sousa to desabafos [link] [comments]


2020.11.04 03:30 AMOR202 me ajudem !!!

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.
-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.
Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.
Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.
Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou ter gratidão.
submitted by AMOR202 to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.04 03:14 AMOR202 Gente preciso de conselhos de como reconquistar um amor !!!!

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.
-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.
Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.
Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.
Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou ter gratidão <3
submitted by AMOR202 to desabafos [link] [comments]


2020.11.04 02:16 AMOR202 OQUE FAZER ????

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.

-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.

Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.

Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.

Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou estar aqui. Gratidão <3
submitted by AMOR202 to desabafos [link] [comments]